domingo, 30 de novembro de 2014

Sei lá eu que título dar a isto...

É no inverno que eu mais gosto da praia. Gosto de ver o areal vazio e o mar bravo. Gosto de me sentar à beira mar e perder-me nos meus pensamentos enquanto olho para aquele imenso azul.
Hoje sentei-me confortavelmente num sofá de uma esplanada e deixei-me estar ali, quieta, a apreciar o meu café e a aproveitar o sol que se fez sentir. E são estas pequenas coisas que me aquecem a alma...

[Um post tão filosófico e na hora de o publicar a estupidez do dia!! Aparece o aviso de bateria fraca e eu feita parva a tentar encaixar o carregador do telemóvel no portáti.. Digno de se ver!]

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Obrigada "Sócras"!

Quis o destino que à data da prisão do Sócrates eu andasse por aí a carpir as minhas mágoas e a lamentar não ter um pingo de sorte na vida. Era o estágio que nunca mais arrancava, as entrevistas de trabalho que não davam em nada.. Andava cansada e já aqui tinha dito que não conseguia ver o copo, nem meio cheio nem meio vazio, pura e simplesmente não o via. Nem a mudança de visual serviu para me fazer ver as coisas de outra forma, já que nos dias em que andava aí fresca e fofa com bom aspecto, queria sair, ir para noite e não tinha com quem.. nem dinheiro vá!

Até que o Sócras foi preso. Um homem com mais de 20 milhões na conta, que veio de Paris de França para falar na televisão, está agora a ver o sol aos quadrados, a comer batatas cozidas (segundo o CM) e a tomar banho no chuveiro colectivo da prisão. E com os milhões na conta congelados. Eu sei que não nos devemos rir da desgraça alheia, e juro que não me rio, mas se fizer um simples exercício de comparação, a minha vida é melhor do que a dele e só por isso já posso dizer "Obrigada Sócras". Senão vejamos:
:: Não tenho 20 milhões na conta, ele tem mas não os pode usar;
:: Não vejo o sol aos quadrados; a janela dele até pode não ter aquelas grades, mas não a pode abrir;
:: Não tenho de comer a comida que me é imposta, ele come cozido e que não diga que vai daqui que as carnes são caras;
:: Não tenho amigos xéxés que me visitem; ele tem, se o considera amigo ou não já é lá com ele;
:: Não tenho pessoas que até há bem puco tempo atrás almoçavam comigo e me tratavam de abraço e agora dizem que nunca foram meus amigos; ele tem, e cá para mim o senhor com nome de fruto foi apenas o primeiro a virar-lhe as costas.

Obrigada Sócras. 

sábado, 8 de novembro de 2014

Nossa que biolência!

Ele foi tirar medidas...
Ele foi tirar receber dicas sobre como me vestir...
Ele foi arranjar as unhas
Ele foi fazer um diagnóstico ao cabelo...
Ele foi pintar e cortar o cabelo..
Ele foi fazer maquilhagem..
Ele foi receber um vestido de presente...
Ele foi passar por várias pessoas conhecidas e ninguém me reconhecer...

Adeus mundo das loiras. Olá mundo das ruivas!

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Querido mudei... o visual!

Inscrevi-me num passatempo para mudar de visual. Ganhei. Preciso de mudanças na minha vida, em bom, e será o primeiro passo. Amanhã lá estarei a reclamar o meu prémio e a deixar-me nas mãos de uma equipa de profissionais que, pelo que vi, parece saber o que faz!
Confesso que agora que penso nisso tenho algum receio e se me quiserem pintar o cabelo de vermelho, desisto da mudança. Há coisas que a minha religião não permite.