sábado, 15 de março de 2014

Arrumada

Não tendo coragem para perguntar directamente à minha mãe coisas sobre a minha vida íntimo-privada, disseram-lhe apenas que me viram e que estou jeitosa (é suposto agora agradecer-lhes?!). E a conversa da "arrumação" voltou. Sim, dona Mãe diz que não queria morrer sem me ver "arrumada", que é como quem diz casada e mãe de filhos. É que, segundo ela, aos 30 já tinha as duas filhas e blá blá blá wiskas saquetas... Cansa-me a beleza!

21 comentários:

  1. Acho que todas as mães são assim, de vez em quando a minha também aparece assim com conversas um bocado estranhas ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que nós, na devida altura, também vamos ser assim?

      Eliminar
  2. Se fores uma ladie na mesa e uma doida na cama, eu considero fazer a tua mãe feliz.

    Pagas tu o casamento, eu estou falido!! :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pagar? Casamento?
      Oi??
      Tu bateste com a cabecinha.. só pode!!!!

      Eliminar
    2. Qual cabeça? ...não percebi, agora!! :p

      Eliminar
    3. Ó que caraças, mas eu tenho de passar a vida a dizer isto?! Não se metam nessas cenas de casamento que isso é para gente doida! Eu sei do que falo, tá?!

      Eliminar
    4. agridoce eu concordo contigo.. e ainda por cima quer que eu pague.. vou já!!!

      Eliminar
  3. A minha mãe nunca me disse nada dessas coisas. Nem enquanto estive casada alguma vez perguntou por filhos. Percebeu que não valia a pena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a minha mãe não percebe que os 30 de agora são 15 de antigamente...

      Eliminar
  4. Caraças. Vinha para oferecer os meus préstimos, mas o "Same Old Guy" antecipou-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esquece lá o casamento. Concentra-te no euromilhões e no meu trabalho!

      Eliminar
  5. LOL deixa lá, um pouco mais novo sou eu e já há quem me pergunte por mulher e filhos... É algo que quero muito, constituir família, mas acho que infelizmente é um sonho que está longe de se concretizar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a tua família for como a minha, acaba por aprender q não vale a pena perguntar muito!! A minha mãe é a excepção...

      Eliminar
  6. Ele que compre um armário grande para te arrumar e que se deixe de casamentos e filhos.
    Quem é que tem estabilidade para constituir família? "Botar" filhos no mundo para serem "servos da gleba", que os "botem" os políticos. Os patrões ricos se querem mão-de-obra barata, que metam as madames a parir e ponham os "riquinhos" a trabalhar nas fábricas dos papás.
    Eu não apresso a minha filha. Estar a casar para me aparecer com um marmanjo para sustentar, "antes mudar de equipa" e arranjar uma gaja. eheheheheheh
    Já lhe disse que antes a queria ver lésbica, do que com uma perna partida. ahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha tu sabes aconselhar uma pessoa :)
      E eu prefiro não partir nada e não casar lolol

      Eliminar
  7. Felizmente a minha mãe não é nada assim. Toda a minha família é um bocado púdica. Imagina lá tu que, quando disse à minha mãe "que já tinha aquela coisa em que as mulheres já podiam ter bebés" ela, em vez de falar comigo sobre isso, ofereceu-me um livro. É sempre a maneira que ela tem de operar ahaha. Enfim. Mas felizmente nunca toca esses assuntos assim. Menos mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha pelo menos deu-te o livro e pudeste informar-te sobre o assunto.. Não é tão prático como ouvires as explicações de quem sabe,mas a tua mãe confiou nas tuas capacidades de aprendizagem :)

      Eliminar
  8. Por acaso ninguém em pergunta essas coisas, quer dizer tem o meu padrinho que diz que anda a juntar para a minha prenda de casamento :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que junte muito então para receberes uma boa prenda :)

      Eliminar