quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Aguentar-me à bronca!

A situação no trabalho não estava fácil. Já não me lembro do mês exacto em que o salário foi pago depois do dia 10, mas sei que já lá vão uns meses. Daí até ter salários em atraso foi um passo e pior do que isso só mesmo a atitude da gerência quando alguém, normalmente eu, lhes perguntava pelos salários. Conseguiam fazer-me sentir mal por ter perguntado por uma coisa que por direito era minha.
No dia três de Dezembro passado, um dia depois do meu aniversário ("não falamos contigo ontem porque era o teu aniversário"), foi transmitido aos colaboradores que a empresa ia fechar. E cá está o primeiro erro: tinham comunicado à segurança social o encerramento da empresa a 30 de Novembro, ou seja, antes de falarem connosco. Mas em Dezembro continuamos a trabalhar, sem saber muito bem ao certo se iam ou não encerrar a empresa porque planos de novos projectos estavam a ser feitos. Até que no dia 31 de Dezembro, estávamos de férias desde dia 20 e como ninguém disse nada em contrário contávamos voltar ao trabalho no dia 2 de Janeiro, recebo a tal carta com os papéis para entregar no fundo de desemprego.
E aqui é que a porca torce o rabo. Na segurança social, aparece como data de encerramento da empresa o dia 30 de Novembro e na declaração que entreguei a data é de 20 de Dezembro, o meu último dia de trabalho antes das férias. Resultado: Janeiro não recebi um único cêntimo da segurança social porque o meu subsídio não foi diferido. Tive de ligar ao meu ex-patrão vezes sem conta, que me dizia que não era nada com ele porque tinha informado a segurança social das datas correctas. Acabou por me dar cópias dos documentos enviados, que eu reenviei para a segurança social da minha cidade e depois para a segurança social do porto (que supostamente tinha as datas correctas porque o meu ex-patrão enviou tudo para lá).
E agora? Agora aguento-me à bronca e espero que em Fevereiro esteja tudo resolvido e que me paguem os dois meses!!!

20 comentários:

  1. Isso foi muita pulhice do teu ex patrão! Deviam ter avisado o pessoal da situação, até para se prepararem para o que ia acontecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma situação que eu espero ver resolvida muito rapidamente :/

      Eliminar
  2. uau, nem sei o que te diga, mas o teu patrão parece muitos dos meus clientes- Tenho um que me paga para a semana há seis meses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. começo a achar que o tempo não passa da mesma forma para toda a gente!

      Eliminar
  3. Espero que tudo corra bem Never! A situação não é fácil e quem se tem de aguentar é quem precisa... Força! :)

    ResponderEliminar
  4. Isso parece estar um bocado (grande) mal explicado...

    ResponderEliminar
  5. Estas coisas deixam-me a pensar onde é que algumas pessoas conseguem encontrar nesta espelunca, razões de patriotismo.
    Nós tivemos foi um azar do caraças de ter nascido neste cu de mundo. :\

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No outro dia tava um senhor já reformado a barafustar na seg social.. "O Salazar é que percebia disto", dizia ele...

      Eliminar
  6. É assim, o trabalhador é sempre quem se lixa!

    ResponderEliminar
  7. Que frustração... Realmente... Mas tudo se vai resolver! Como dizes, aguenta que justiça será feita ;)

    ResponderEliminar
  8. Só agora me apercebi da fase da vida em que andas. Irrita-me profundamente isto. Por hoje és tu, amanhã sou eu e daqui a 6 meses estamos quase todos no desemprego. Até quando é que isto vai mudar???? :'(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho passado horas na Autoridade para as Condições do Trabalho, no Centro de Emprego e na Seg. Social e ouço histórias cada uma pior do que outra... Só falta legalizarem a escravidão!

      Eliminar
  9. Entre esperanças que não nos entalem ou que haja continuação de um futuro numa empresa...dedicamo-nos a ela...e acaba assim. Realmente...só te posso desejar a maior sorte para o futuro...e acho que têm ai caso para os chatear em tribunal o suficiente para vos pagarem uma bela indemnização.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já só peço que me paguem o que é meu por direito. Mas parece que até isso será necessário recorrer a quem de direito. é triste, muito triste!

      Eliminar
  10. Grande berbicacho :/
    A SS nessas coisas não facilita :/
    Espero que tudo se componha rapidamente. E, acima de tudo, que arranjes trabalho o mais depressa possível, nada de desanimar sim? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já estou confiante na resolução disto tudo.. até quando é que já não sei lol mas um dia depois do outro né verdade? :)

      Eliminar