sexta-feira, 28 de junho de 2013

Tanto que aprender

O mundo dos transportes públicos, ao qual hoje regressei porque já não há greve, é mesmo um mundo de novas descobertas. E hoje descobri que o tempo no metro pode ser aproveitado para maquilhagem. Ler e ouvir música é coisa para meninos.. Já tinha visto gente a cortar as unhas, num espectáculo bonito onde as unhas voam a velocidades nunca antes vistas para a pessoa sentada ao lado, já vi gente a limar as unhas, e a sacudir aquele pozinho para a frente e seja o que deus quiser, já vi pessoas a pintar as unhas, um feito épico na minha opinião que preciso de um fio de prumo para pintar a mão direita, já tinha até visto gente a tratar das sobrancelhas com a bela da pinça em plena viagem. Agora trazer a malinha da maquilhagem e montar toda uma bancada digna de qualquer Sephora é um outro patamar.. E eu limito-me a ler ou dormir ou ouvir música... Tenho tanto que aprender!

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Aos novos milionários deste país!

Segundo uma notícia do Diário Económico (aqui), no ano passado houve mais 350 milionários do que em 2011. E isto só em Portugal! E o que é isso de ser milionários? Simples.. é só preciso ter na conta mais de 765 mil euros.
Se conhecerem algum destes novos ricos portugueses, dêem-lhe um recado, coisa simples juro.. Digam-lhes que eu, esta jovem simpática e trabalhadora, estou disponível para adopção.

Tantos cavalos e eu com póneis!

Por causa da greve, hoje trouxe os póneis à cidade grande! E o trânsito na cidade do Porto nem esteve tão mau como se fazia prever sem transportes públicos. Ou então a minha fama de maçarica é tal que as pessoas já se desviam para eu passar. A caminho do local de trabalho passo por dois ditos bairros "problemáticos" da cidade e a quantidade de audi's e mercedes estacionados lá no meio é tanta que é impossível não pensar que devia começar a passar droga.. Até um ferrari tem por aquelas bandas, cuja jante deve valer mais do que o meu carro inteiro.
E anda uma mãe a ensinar aos filhos o valor do trabalho para quê? Eu a trabalhar pago uns póneizinhos.. eles recebem o RSI, não se preocupam com nada e ainda têm muitos cavalos...

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Se isto não é karma não sei o que é!!!

"Ó menina não quer chocolates?" foi a primeira coisa que ouvi mal entrei no café. Ora pois que lá expliquei à senhora que estou a controlar o vício a bem da minha saúde porque a médica assim recomendou e blá blá wiskas saquetas..
"Então olhe, leve para a sua sobrinha que isto acaba o prazo para Julho e já não os vendo" disse-me enquanto esticava o braço com 2 Mars e um 1 Lion!
Agora digam-me lá se isto não é karma? Então agora que resisto aos chocolates é que mos oferecem?!
É gozar com a minha cara, mais, é gozar com a minha alma!!!

terça-feira, 25 de junho de 2013

Desafio

Ora pois que a Sô Dona Lia pede e eu faço :) 
 
Tenho menos de 1.65m.
Tenho uma cicatriz.
Gostava que o meu cabelo tivesse uma cor diferente.
Já pintei o cabelo. (faço madeixas que vai dar ao mesmo)
Tenho uma tatuagem. 
Eu nunca usei suspensórios.
Um estranho já me disse que era bonito/a.
Tenho mais de 2 piercings.
Já jurei algo aos meus pais.
Já fugi de casa.
Quero ter filhos no futuro.
Tenho um emprego.
Já adormeci numa aula.
Faço quase sempre os trabalhos de casa. (fazia)
Já estive no quadro de honra da escola. (há muito muito tempo.. era eu uma criança)
Já disse "LOL" durante uma conversa. (e já expliquei o que LOL significava a alguém)
Ainda choro a ver filmes da Disney.
Já rasguei as calças em público.
Tenho uma doença de nascença.
Já tive que levar pontos.
Já parti um osso.
Já fiz uma cirurgia.
Já andei de avião.
Já fui a Itália. (da primeira vez que fui para a suiça aterrei em milão mas não vi nada da cidade)
Já fui à América.
Já fui ao México.
Já fui ao Japão.
Já fui à Suíça.
Já fui a África.
Já me perdi na minha própria cidade.
Já fui à rua de pijama.
Dei um pontapé a um rapaz onde dói mesmo.
Estive num casino.
Gostava de jogar verdade ou consequência.
Já tive um acidente de carro.
Já entrei numa peça de teatro.
Já me sentei num telhado à noite.
Costumo pregar partidas às pessoas.
Já andei de táxi.
Já comi sushi.
Já tive um encontro às cegas.
Sinto falta de alguém neste momento.
Já beijei uma pessoa com mais 8 anos do que eu.
Já me divorciei.
Já gostei de alguém que não sentia o mesmo por mim.
Já disse a alguém que o/a amava, quando não era verdade.
Já disse a alguém que o/a odiava quando na verdade o/a amava.
Já tive uma paixão por alguém do mesmo sexo.
Já me apaixonei por um/a professor/a.
Já me beijaram à chuva. 
Já beijei um estranho.
Fiz algo que prometi não fazer.
Já saí sem os meus pais saberem.
Já menti aos meus pais acerca do sítio onde estava.
Tenho um segredo que ninguém pode saber.
Já fiz batota.
Copiei num teste.
Passei um semáforo vermelho.
Já fui suspenso na escola.
Já testemunhei um crime.
Estive preso/a.
Já consumi álcool.
Bebo regularmente.
Já desmaiei de tanto beber.
Estive bêbado/a pelo menos uma vez nos últimos 6 meses.
Já fumei ganza.
Já tomei drogas fortes.
Consigo engolir 5 comprimidos de uma vez sem problemas.
Já me diagnosticaram uma depressão.
Tenho problemas de ansiedade diagnosticados.
Grito com os outros quando estou enervado.
Sofro/sofri de anorexia ou bulimia.
Já me aleijei de propósito.
Já acordei a chorar.
Tenho medo de morrer.
Odeio funerais.
Já vi alguém morrer.
Alguém que me era querido suicidou-se.
Já pensei em suicidar-me.
Tenho pelo menos 5 CD’s.
Tenho um iPod ou um mp3
Sou obcecada por animes.
Já comprei alguma coisa pela Net. 
Já roubei um tabuleiro de um restaurante de fast-food.
Eu vejo o noticiário.
Não mato insectos.
Canto no duche.
Já fingi estar doente para não ir à escola.
Acedo à net pelo meu telemóvel.
Ando no ginásio. (não é bem ginásio, mas pronto..)
Sou fanático/a por desporto.
Cozinho bem.
Já fui de pijama para a escola
Sou capaz de disparar uma arma.
Amo amar.
Eu ja exkrevi axim. 
Eu rio-me das minhas próprias piadas.
Todas as semanas como fast-food.
Acredito em espíritos. (não sou propriamente crente, mas há coisas estranhas)
Já fui para um teste sem estudar e tive boa nota. 
Sou muito sensível. (um poço)
Adoro chocolate branco.
Tenho o hábito de roer as unhas.
Associo músicas a pessoas/momentos.

A minha primeira vez

Estava nervosa. Não sabia como se processava, não sabia o que fazer nem tão pouco o que dizer, mas tinha tanta curiosidade que não resisti: este fim de semana foi a minha primeira vez no hóquei em patins!
Ver na televisão não tem nada a ver.. Aqueles tombos fazem-me estremecer e ainda não percebi como é que ninguém parte a cabeça ou o nariz com tanta pancada. E o stick?! Não sei como é que se controlam tanto para não espetar com  o stick no meio da testa de algum adversário...

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Agarrar as bolas

A minha luta contra o medo de morrer afogada continua. Ontem era ver-me a tentar fazer os exercícios na piscina sem engolir muita água e a espernear como se não houvesse amanhã e mesmo assim só ouvia "agarra a bola com força" ou "não deixes a bola ficar molhada"... A certa altura deixei de espernear e de pézinhos fixos lá no chão já me conseguia concentrar na bola. Mas mesmo assim não estava bem porque as reclamações continuavam: "Levanta as pernas", "abre mais as pernas".. Afinal a hidroginástica tem que se lhe diga!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Big Brother is watching you!

Não gosto quando me sinto observada. E a velha que se sentou ao meu lado no metro olhava-me de cima a baixo fixamente... Como provavelmente começaria a falar comigo caso devolvesse o olhar (porque nos transportes públicos há sempre quem tenha de contar a sua história de vida a desconhecidos), nunca olhei direito para ela, mas não via a hora de sair dali... "Vá de metro satanás"!!!!


quarta-feira, 19 de junho de 2013

Não és homem para mim.. la la la la

Ela: Gaja já viste a foto do Baía que anda pelo facebook? Pensei logo em ti...
Eu: Não vi..
Ela: Ui.. já te passou a pancada?
Eu: Não, continuo a achá-lo para lá de sexy, mas não sou gaja para ele...
Ela: Oi? não és gaja para ele?
Eu: Não.. ele gosta de caloteiras e mamalhudas.. não sou nenhuma das duas

terça-feira, 18 de junho de 2013

Um sonho tornado realidade!!!

"Anda connosco a Fátima. Eu pago-te o bilhete!"
Nem sei como é que eu vou conseguir recusar o convite da minha avó para ir a Fátima no passeio do idoso... Toda eu neste momento sou alegria, vocês é que não notam porque eu estou a fazer um esforço enorme para conter esta alegria toda cá dentro...

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Lamechices

Não é de ti que sinto falta, é de mim e de como me sentia naquela altura.. É de sentir que posso enfrentar todos os dias maus porque tenho um porto seguro...  É do meu sorriso parvo estampado na cara o dia todo... É de querer acelerar o tempo e depois nem dar por ele passar... É de partilhar as pequenas e as grandes parvoíces...

(e com este tempo cinzento, dá-me para a lamechice...)

Dores de cabeça

Ela: Sabes, já não tenho dores de cabeça há uma semana!
Eu: Boa!!! Ainda bem.. não andas a abusar dos comprimidos pois nao?
Ela: Não.. Ando é a ter muito sexo!
Eu: Haja alguém nesta sala que possa dizer...

É isto logo pela manhã... 

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Há dias assim...

... em que só me apetece mandar tudo àquela parte.
... em que não tenho paciência para o "politicamente correcto" e mais vale estar calada do que dizer tudo o que me apetece.
... em que mais vale ter os phones o dia inteiro e música sempre lá nas alturas.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Ténue

Cancro. Essa doença que rouba vidas todos os dias a tanta e tão boa gente volta a rondar-me, a fazer-me sentir pequenina e impotente perante a sua força e as suas artimanhas. Ia cheia de força, a pensar em mil e uma parvoíces para lhe dizer quando a visse, mas a linha que separa o sorriso das lágrimas é demasiado ténue e mal a vi senti-me invadida por uma vontade de chorar enorme. E ali estava ela, mãe de uma grande amiga, deitada naquela cama de hospital. Quando me perguntou o que achava do seu novo visual eu forcei um sorriso e brinquei. "Está toda radical, se fosse a si deixava crescer uma crista só no meio", brinquei eu! Ela riu-se com vontade e prometeu-me que quando estivesse recuperada íamos tratar disso. Por enquanto tem de ver quantos dias fica internada e quando começa a radioterapia. Já fez quimio antes da operação que lhe roubou uma mama. "Sinto-me feia assim, é o cabelo que caiu todo agora o peito.." desabafou. Eu engoli em seco.. Não sabia o que dizer, mas ela falou primeiro "Eu vou dar cabo disto!". Consegui ver no seu olhar a batalha entre o medo e a esperança, naquele ténue linha que se ultrapassa quando se toma uma decisão... E ela já decidiu, ela vai dar cabo disto!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Das situações embaraçosas

"Conta a situação mais embaraçosa que já te aconteceu na vida" queria saber o Roger nas perguntas do Liebster Award. Na altura em que respondi não consegui escolher uma situação, mas depois lembrei-me dos meus tempos de faculdade e das minhas aventuras nos transportes públicos.

Naquele tempo, vinha para a cidade grande à segunda de manhã, bem cedo. Apanhava a carreira e 5 minutos depois de me sentar adormecia. Essa segunda feira não foi excepção. Acordei na rotunda do Norteshopping da pior maneira possível: a dar uma cabeçada no vidro. O autocarro entrou na rotunda, fez a curva e eu devo ter deslocado todo o meu peso para a esquerda, a acompanhar o movimento do autocarro. Quando desfez a curva, eu voltei a deslocar-me para a direita, ou seja em direcção ao vidro, e bati com a cabeça em cheio no vidro ao mesmo tempo que soltei um "ah puta", alto e bom som. A pancada foi tal que as pessoas atrás de mim não se riram, ao contrário do resto dos passageiros, mas vieram ver se eu estava bem porque, e segundo eles, "pensamos que tinhas partido o vidro".

terça-feira, 11 de junho de 2013

Coisas que as pessoas fazem quando pensam que ninguém está a ver

Uma parede em vidro e os estores estrategicamente corridos de forma  a que se veja para fora mas que não vejam para dentro. É tudo o que preciso para um verdadeiro estudo sobre as coisas parvas que as pessoas fazem quando pensam que ninguém está a ver.
E há de tudo meus amigos... Ele é homens virados para o vidro a coçar os tomates, ele é mulheres de costas para o vidro a tirar as cuecas lá do meio, ele é arranjar o cabelo como se o vidro fosse o espelho lá de casa, ele é sorrir com os dentes todos para o vidro e ver os dentes..

Lambadas

Tenho um ódiozinho de estimação pelo Cavaco Silva. Não sei dizer nenhum motivo em particular, mas a verdade é que sempre que ele abre a boca a minha mente divaga e vejo-me a espetar-lhe duas lambadas (*) bem assentes sem a menor dificuldade. Sou contra a violência, mas neste caso abria uma excepção...

(*) ou como se diz cá no Porto: "Duas putas que te viro"

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Põe tua mão na mão do meu senhor

Não sei o que fez aquelas duas criaturas virem ter comigo, se o meu ar angelical se a minha aura de santa... Mas a verdade é que hoje fui abordada por duas testemunhas de Jeová. E enquanto elas me falavam da religião delas (nos dez segundos que eu os deixei falar), eu só pensava na música no padre Borga.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Canonizem-me!!!

Por motivos de força maior (não, não é pela chegada do Verão porque parece que nem isso vamos ter), sou forçada a fazer dieta e abdicar da única coisa que não me desilude nesta vida: chocolates.

A abstinência de tudo o que é doce vem, e é triste dizer isto, juntar-se à abstinência de outros prazeres... Sim, esses!!!! Por isso, não estranhem se num futuro muito próximo o Papa Xico aparecer em terras lusas. Virá tratar dos trâmites da minha canonização.


terça-feira, 4 de junho de 2013

Dois anos de lambidelas

Estávamos em 2011. Uma amiga (voluntária na instituição) já me tinha falado da AANIFEIRA, Associação dos Amigos dos Animais de Santa Maria da Feira e do trabalho que lá desenvolvem e a decisão foi fácil de tomar: ia adoptar um amigo de quatro patas.


Enquanto me acompanhava na visita às instalações, ia contando a história de cada um dos mais de 400 animais lá hospedados. "Este já foi devolvido duas vezes", "estava menina foi deixada aqui à porta dentro de uma caixa", "estes dois são irmãos, estão aqui desde bebés"... À medida que ia ouvindo estas histórias e que ia vendo os patudos, todos a ladrar e a requerer a nossa atenção, um sentimento de impotência ia apoderando-se de mim. Só podia levar um para casa e eles eram tantos e todos com o mesmo direito de ter quem olhasse por eles e eu não os podia ajudar a todos.. Aliás, nem sequer sabia como raio ia conseguir escolher um entre tantos. Até que, numa box com mais duas cadelas, ali estava ela a olhar para mim sem ladrar sem levantar as patinhas. Só olhava, um olhar desconfiado que me cativou desde o primeiro instante e estava decidido: era aquela!!!


Levaram-na para dentro para colocar o chip. Preenchi a ficha de adopção e mal me aproximei dela, uma lambidela. Ela sabia que ia para casa! Está comigo há dois anos e a cadela assustada que nem sequer ladrava nos primeiros dias rapidamente se transformou na dona e senhora da casa, com os brinquedos espalhados por todo o lado.



segunda-feira, 3 de junho de 2013

Diz que é esta semana que eu vou ganhar dinheiro

Sagitário - 2 a 8 de Junho
Alegrias no amor. Em breve conhecerá alguém que estimulará o seu lado criativo.Entrada de dinheiro.


O meu mais recente "life-changing e-mail".
Como é que eu vivi tantos anos sem ligar nenhum à astrologia? Não sei..
Mas pelos vistos é esta semana que eu vou ter alegria no amor e receber dinheiro. E não sei porquê, mas tenho a sensação que isto pode ser a descrição da semana de uma call gril, em que a alegria passa por não levar com um velho asqueroso e o dinheiro.. bem o dinheiro faz parte da profissão.

Ser tia cansa.

Podia escolher uma de duas opções: cinema com direito a pipocas sem limites ou visita ao estádio do dragão.Optou pelo cinema, acrescentado que "vamos ao dragão quando houver jogo".
Com um dia lindo, custava-me aceitar a ideia de passar a tarde dentro de um shopping, mas depois de a ouvir dizer à vizinhança inteira "a minha tia vai comigo ver cinema", já não consegui recuar.
 Fomos mais cedo, almoçamos por lá e o que era para ser só uma tarde de cinema transformou-se em tarde de brincar aos médicos, de aprender as normas da segurança rodoviária, de pinturas faciais, de muito tempo no parque infantil com direito a cotovelos esfolados e tudo e, por fim, a tal sessão de cinema com pipocas.

Oito horas depois, regressamos. Uma tia capaz de fazer o próximo anúncio aquele creme para as pernas cansadas e uma sobrinha com a cara toda borratada da pintura facial, mas com um sorriso de orelha a orelha.