quarta-feira, 6 de março de 2013

Aflição

 Eu admito que preciso de uma mala suficientemente grande onde caiba a carteira, o telemóvel, as chaves de casa, as chaves do carro, o livro do momento, o pacotinho de lenços, a pequena pochetezinha com o glosse o rímel e o lápis, o pequeno bloquinho de notas e a caneta. É muita coisa? Claro que não. Apenas o básico!
Só há uma altura em que eu penso a sério em andar com menos coisas na mala: quando estou à procura da merda das chaves de casa à porta, aflitinha para ir fazer xixi e não há maneira de encontrar a merda das chaves. E procura de um lado, e aperta as pernas com muita força, e procura do outro e dá saltinhos para o xixi não sair... Um desespero! E piora quando as vizinhas, mais cuscas do que moscas varejeiras, se põem a apreciar o espectáculo.

Nota de mim para mim: arranjar uma daquelas fitas enormes para as chaves!

6 comentários: