quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

What a difference a day makes?

Foi na véspera do dia dos namorados que acabei uma relação.
As coisas já não andavam bem e quando eu pedi para conversar as coisas correram mal. Até acho que já contei aqui a história, mas como a preguiça hoje tomou conta de mim e ir lá atrás ver se já escrevi dá um trabalho do caraças, faço um resumo muito resumido. Basicamente aquilo que ele me disse foi que naquela altura da vida dele, o trabalho vinha em primeiro lugar, depois os amigos, depois a família... Como não queria saber se ficava atrás do gato ou do periquito, interrompi-o e disse que eu queria mais e por isso mais valia ficarmos por ali. Indignado e com um olhar incrédulo, perguntou-me se estava a acabar com ele mesmo na véspera do dia dos namorados. Eu disse que sim, que não queria alguém que pensasse em mim e gostasse de mim um dia por ano, mas sim todos os dias e saí do carro.
Mantenho essa opinião. E sim,  gostava de ter alguém na minha vida, mas não sinto mais falta disso hoje do que nos outros dias...

6 comentários:

  1. Same here. Não me lembro mais hoje do que nos outros dias que estou 'forever alone' :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo que quisesse esquecer.. a minha mãe faz questão de me lembrar lol

      Eliminar
  2. Quem troca o amor pelo trabalho e pelos amigos, merece mesmo é morrer sozinho, no posto de trabalho. ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não troco nada.. tenha lá culpa de o amor não me encontrar? não tenho, não senhora!

      Eliminar
  3. Tipo... ele ficaria mais contente se acabasses depois do dia dos namorados? Acho que isso só demonstra que tens consideração por ele e que és verdadeira... Just my opinion

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se calhar já me tinha comprado alguma coisa à qual não podia dar uso depois.. sei lá! Só me saem malucos lol

      Eliminar