quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Dormir ou não dormir. Eis a questão!

O meu maior problema quando ando de metro é o sono que se apodera de mim, qual espírito da pomba gira que de apoderava da Linda Reis.
Não poucas vezes, é ver-me colada ao vidro com o braço apoiado naquela beirinha da janela e a mão a segurar o queixo para não me babar. Já me aconteceu de um amigo me ligar só para me dizer que tinha acabado de passar na estação onde ele estava colada ao vidro e de boca aberta. Foi a partir daqui que decidi segurar no queixo...
Para combater o sono a única solução é ler. Sim, porque ouvir música é como se me estivessem a embalar. Neste momento ando a ler "O último cabalista de Lisboa" do Richard Zimler, um gajo que foi meu professor na faculdade e que nos mostrou a bela merda que um exame "à americana" pode ser (nunca vi tantos zeros numa pauta). Não adormeço, é um facto, mas vou a viagem toda a rogar pragas a:

            .  pessoas que ligam para cinco pessoas diferentes só para passar tempo e, para além de falarem alto comó caraças, dizem a mesma merda a todas;
            . pessoas que vão a contar as estações em voz alta, regra geral sentadas ao meu lado;
            . mães que deixam os filhos andarem de pé pelo metro todo e depois chamam por eles aos berros e os putos, lá longe, respondem aos berros também;
            . pessoas que vão a discutir ao telefone e é um chorrilho de insultos de fazer corar o menino jesus.

E eu pergunto-me: será que não era melhor ir a dormir?

17 comentários:

  1. Penso que sim. A melhor maneira de viajar nos transportes públicos, é a dormir.
    Nem só nos transportes públicos. Eu não ando de transportes públicos, mas mesmo de carro, assim que começo a conduzir dá-me logo o sono. Que o diga o rail da A8 xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já sou um bocadinho maçarica a conduzir, se me desse o sono era o fim do mundo para muita gente lol mas já fiz porto - faro sempre a dormir no banco de trás :D

      Eliminar
  2. Se há coisa que nunca me acontece em transportes públicos "rápidos" é dar-me o sono... se falarmos ali do barquinho que liga a margem sul à capital já sou capaz de te contar outra história :$

    Mas mesmo a ler, a dormir, a fazer o pino, ou o raio que parta, também rogo pragas a essa malta... e ainda mais às meninas-que-acabaram-de-chegar-ao-3º-ciclo-e-ja-sao-bue-rebeldes e que com os banquinhos do metro todos vagos, e decidem ir ali sentadinhas no chão ao pé das portas... dá vontade de desatar ao biqueiro em todas!

    ResponderEliminar
  3. Eu faço pelo menos 40min de metro. Ora às 8h da manhã não consigo não adormecer lol ao fim do dia e que tento com isso não aconteça :D

    E aquelas que se sentam num lugar e ocupam mais 2 ou 3 com as mochilas ou os sacos? passo-me! É como se me dissessem "senta-te aqui" lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual... Eu adoro lugares ocupados por sacos *.* parece que pulam e chamam por mim :$

      Eliminar
  4. Eu voto no não dormir, porque sinceramente, anda tudo maluco e uma pessoa não se pode fiar que não lhe acontece nada se fechar os olhos nem que seja só 3 segundos. No entanto, sinto a tua dor com essa do 'ligar para 5 pessoas e dizer o mesmo a todas'. Aconteceu-me presenciar uma cena dessas quando estava numa sala de espera. A dada altura já tinha os olhos cheios de lágrimas de tanto me conter para não me rir. A senhora ligou a 4 ou 5 pessoas a contar a mesma história, sendo que ia acrescentando um pormenor qualque.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chegas a um ponto em que já sabes o que vão dizer a seguir e até reparas se se esqueceu de dizer alguma coisa lol
      Isso de andar tudo maluco é bem verdade. Mas a dormir não aturo estas coisas. Um dilema!

      Eliminar
  5. É raro ter sono em transportes públicos. De autocarro então não durmo mesmo, no comboio de vez em quando é que acontece.

    Mas a juntar a essas cenas todas, acrescento os chungas a ouvir música aos berros no telemóvel, só apetece avisar que existe uma coisinha chamada phones :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses só à estalada mesmo!! Era enfiar-lhes os phones até ao tímpano mesmo para ver se se habituam a usá-los!!!

      Eliminar
  6. a minha solução era nunca me sentar, se não, dormir era certo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. são quase 40min de viagem! de manhã se não me sento, durmo de pé como as galinhas ahaha

      Eliminar
  7. parece-me demasiado perigoso dormir num transporte público xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando o sono é mais forte do que eu... corro o perigo LOL

      Eliminar
  8. Não costumo andar de metro mas, por vezes, acompanho telefonicamente quem o faça. Por isso já quase que sei as paragens de cor, já sei quando afastar o telemóvel do ouvido quando se ouve o apito de fecho de portas (aquilo ao telefone é digno de partir vidros). E com todas as chatices e filmes que acompanham uma viagem de metro, já desenvolvemos uma bela frase:
    "Sentido, dairéctxion, puta que te pariu!". Que é como quem diz "Vai pr'á pqtp", versão transportes públicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL adorei a frase! às vezes um amigo liga-me e diz sempre "manda essa puta ficar calada" quando ouve a vozinha irritante da gaja que anuncia as estações. E o apito do fecho das portas irrita qualquer um, ao telefone ou não!!!

      Eliminar