sexta-feira, 25 de maio de 2012

Provas da minha burrice - 1

Estava eu na fila da farmácia a trocar sms's com uma das amigas mais próximas, que me pergunta "olha lá o tio Gaspar já te pagou?". . Eu percorro a lista dos meus tios e cego à conclusão que se enganou no destinatário, como tantas vezes acontece. "Manda lá a sms pa pessoa certa :p" respondo-lhe eu.
"Era mesmo pa ti lol" recebo segundo mais tarde.
"Quem carago é o tio Gaspar?", respondo eu.
"LOL o ministro das Finanças trenga", responde ela.


(mea culpa, mea culpa...)

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Aparece-me cada um...

"Loira com quem vais ao concerto dos Coldplay", pergunta-me. Digo-lhe que vou com duas amigas e pergunto-lhe o mesmo.
 "Oh.. não conheces nenhuma gaja boa que queira ir comigo?" responde. Lembro-lhe que na altura em que lhe pedi para me comprar um bilhete disse que não dava porque já ia comprar dois e que depois me disse que não ia sozinho.
"Agora já não tenho companhia e queria saber com quem vais", diz-me! Digo-lhe que os nossos bilhetes não são para o mesmo sítio, por isso.. Paciência.
"Mas também não estou a dizer para vires comigo.. Podes apresentar-me uma amiga jeitosa".

Dias depois
"Loira queres ir tomar café?", pergunta!
"As gajas boas que conheces não estão disponíveis é? Temos pena..."

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Se eu não fosse parva...

Chego à estação de metro mesmo em cima da hora, com o metro já quase a fechar as portas. Entro, sento-me e aumento o volume da música. Encosto-me a apanhar solinho na cara e lá vou eu de regresso a casa. Algumas estações à frente, abro os olhos e olho lá para fora. Vejo uma senhora que costuma apanhar o mesmo metro que eu e penso de mim para mim  "ah sua maluca, hoje vais passear!!!". Reparo que ela também olha para mim, reconheceu-me das centenas de vezes que nos cruzamos no metro. Volto a encostar-me e a fechar os olhos... Perdida nos meus pensamentos, apercebo-me de que o metro está a parar vezes de mais. Abro os olhos e não reconheço a paisagem. Tiro os phones e ouço o aviso sonoro com a indicação da próxima estação.  Estou no metro errado! Saio na estação seguinte.. e espero!! Tenho de voltar para trás, até à zona onde as linhas se cruzam e apanhar o metro correcto. Penso na senhora que vi e que pensei que fosse uma grande maluca e desato a rir com a ideia de que a senhora deve ter pensado o mesmo de mim...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Conclusão: Antes tinha muito mais atitude

4º ano de faculdade. O namoro estava naquela fase em que tudo dependia de mim. Se estávamos juntos era porque eu marcava alguma coisa, nem que isso implicasse não ir à terrinha no fim de semana ou dormir no autocarro a caminho de casa. Numa sexta à tarde liga-me a dizer que à noite tem um jantar e que me vem buscar mais tarde. Eu digo para ir ao jantar e aproveitar para se divertir sem stress, que vou aproveitar para estudar alguma coisa e estamos juntos no dia a seguir. Diz que não, que me vem buscar uma horita mais tarde e eu acedo. Aparece 4 horas mais tarde. Digo-lhe que afinal no dia a seguir vou a casa ver a família e volto domingo à tarde. Domingo ligo-lhe para ver se quer ir jantar. Diz que sim e  que "temos de falar". Diz-me que sabe que tem andado distante, mas que por enquanto não me pode oferecer mais. Acrescenta que naquele momento em primeiro lugar está o trabalho, em segundo a família, em terceiro os amigos.. Encosto um dedo nos seus lábios e digo "pára.. não quero saber se o periquito está à minha frente.. acabou"! Abro a porta do carro e ele puxa-me um braço.. "Espera lá.. estás a acabar comigo?", pergunta! "E o que é que tu achas?", pergunto eu.. E saio do carro!

Conclusão: Não me contentar com migalhas.. Eu queria, precisava e merecia mais.. e não me contentei!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Conclusão: Com a idade fiquei mais burra!

Tinha 19 anos e estava no meu segundo ano de faculdade. Primeiro um torneio de futebol entre cursos, depois um jantar com algumas pessoas do curso, depois ver os jogos da selecção juntos, depois cineminha a dois e num ápice não nos largávamos. Estava realmente a ficar completamente embevecida quando surgiu o alerta "temos de falar"!! Falamos, ou melhor eu ouvi. Tinha namorada, ou melhor, estava a dar um tempo com a namorada. Ela pediu para voltarem e ele não sabia o que fazer. "o que achas que faça?" perguntou-me! Disse que não lhe ia responder, que a decisão era inteiramente dele e que pensasse no que queria. "e tu? como ficas se eu voltar com ela?", mais uma pergunta brilhante... "prefiro estar sozinha do que com alguém que não sabe se quer estar comigo"..  Foi para casa e disse que ia pensar que depois falávamos. Uns dias depois vi-o na faculdade com ela. E a nossa conversa aconteceu anos mais tarde, disse que tinha sido um parvo por não ter ficado comigo e por não ter tido coragem de falar comigo naquela altura.

Olhando para trás percebo que esta foi, sem dúvida, a atitude certa: afastar-me até a outra pessoa ter a certaza do que queria.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Coisas que me tenho apercebido

 1- Sou mais burra do que uma porta (não sei como é que as portas conseguem, mas é o que dizem delas, que são burras!)
2- Tenho andado mais irritadiça do que o JJ depois do jogo com o Rio Ave (e não, não ando "naqueles dias")
3- A vontade de ir para longe, para fora do país, está a crescer a olhos vistos..
4- Passo demasiado tempo a pensar em conhecer-me melhor (e se não gosto do que vou conhecer?)
5- Quando escrevo tend a perceber melhor as coisas... Mas já pensar é o caos, quanto mais escrever!! O que me leva a admitir que não tenho ligado puto ao blog (falta de tempo não será o factor mais importante, diga-se)..