sábado, 29 de dezembro de 2012

Dolce fare niente!

Eu sei! Eu sou uma desnaturada que não tenho ligada nadinha ao mundo blogosférico, mas estou de férias minha gente! Podia significar que tenho mais tempo livre para me dedicar a escrever? Podia, mas entre as comprinhas de Natal no fim de semana antes do dito, a preparação dos doces de Natal e a preparação da viagem, a verdade é que não sobrou mesmo muito tempo.
Mas vamos por partes:
. as compras foram feitas em dois dias, com os shoppings e as ruas cheios de gente. Uma coisa que podia demorar duas horitas, acabou por se revelar uma tarefa quase herculeana e um verdadeiro teste à minha paciência. Não fosse a companhia da super amiga que veio de passar o Natal a casa, acho que teria desistido em vinte minutos.
. os doces de natal dão uma trabalheira do c*ralho! Adoro sonhos, mas nunca pensei que desse tanto trabalho a fazê-los. Mais de três horas ali a trabalhar a massa e a fritá-los. Deu muito menos trabalho comê-os e soube muito melhor lol
. a viagem estava no sapatinho! andava a stressar com dinheiro e crise e troika e tudo e tudo e tudo e a viagem foi-me oferecida pela super amiga. Quem tem amigos tem tudo, não tenho dúvida disso.

Agora cá estou, 5 diazinhos em Zurique, a passear, a descansar, a rir-me e a aproveitar o que de melhor a vida me dá. Dia 2 volto à realidade. Boas entradas para todos :) e apesar de ser cliché, que o melhor de 2012 seja o pior de 2013!!!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Só à porrada!

As pessoas que andam de transportes públicos podem dividir-se em dois grupos: as que querem paz e sossego e as que querem falar com tudo o que mexe!

As que querem paz e sossego sentam-se no seu cantinho a ler, a ouvir música ou pura e simplesmente a apreciar aquele momento em que regressam a casa depois de um dia de trabalho. As que querem falar sentam-se sempre, mas sempre, ao lado de alguém. Pode haver dezenas de lugares vagos, mas se tiver um lugar ao lado de uma pessoa é ali que se sentam. Depois há todo um ritual de "aproximação à presa". Primeiro pedem licença para se sentar, chamando assim a atenção da pessoa, que, invariavelmente, olha na sua direcção. Depois sorriem, num sorriso muito delico-doce como quem diz "Oh para mim que sou tão simpática e vou ser tão boa companheira de viagem" e, por fim, sentam-se e estacam a olhar para a pessoa ao lado.

Ao sentirem-se incomodadas com aquele olhar inquisidor, as pessoas do lado tendem a retribuir o olhar e é aqui que podem estragar tudo: ou olham de uma forma agressiva, mesmo numa de "Quê, nunca viste?", e a outra percebe que não se está para grandes conversas; ou olhamos normalmente e a outra pessoa aproveita para meter conversa, que normalmente começa com "sabe que este metro pára na estação X? É que não ando muitas vezes nisto." Mesmo que se responda curto e grosso, já não volta a dar. Em poucos minutos já se sabe porque andou de metro hoje, porque não anda muitas vezes, onde mora, quantos filhos tem, se é casada, o que pensa da crise...

E aquilo que era para ser um momento relaxante, acaba por ser um percurso penoso em que na tua cabeça só tens a imagem da outra pessoa a bater acidentalmente contra o vidro e a partir os dentes!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Chuck Norris

Corre o boato por essa internet fora que o Chuckzinho assumiu que era gay. Se é ou não não sei nem me interessa, cada um dá o que tem e/ou o que quer e ele lá saberá da sua vidinha. Eu só sei é que caso seja tudo mentira o mundo acabará mesmo porque o Chuck vai partir esta merda toda. E dia 21 já está próximo...

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A fragilidade da vida

A notícia da morte de um vizinho deixou-me completamente em choque. Nunca falei muito com ele, limitava-me ao "bom dia" e ao rápido "olá, tudo bem?" e cada um seguia a sua vida. Ele era bastante mais velho (na casa dos 40), e passavam-se semanas sem o ver, mas mesmo assim não consegui evitar as lágrimas quando soube da notícia. Não consigo perceber o que leva alguém a acabar com a própria vida, da mesma forma que não consigo deixar de pensar que ninguém se apercebeu de nada. Será que ele nunca falou com ninguém, será que ele pediu ajuda, ainda que forma silenciosa, e ninguém conseguiu perceber? A dada altura não sabia se chorava por ele ou por mim, por me sentir incomensuravelmente parva por andar preocupada com a falta de dinheiro e com as prendas de Natal quando ali, 5 casas abaixo da minha, alguém sofria e não viu outra saída a não ser o suicídio.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Sem pressas!

Ora vamos por partes:

Prendas compradas: NOT
Prendas decididas: Em actualização (já fiz uma listinha de coisas, e é só :s)
Àrvore decorada: NOT (tudo uma questão de bolas, não tenho! Ia fazer a árvore este fim de semana e lembrei-me que no ano passado a minha cadela deu cabo de tudo o que era bola / sininhos. E depois não tive tempo de ir comprar. Adiado portanto!)
Presépio feito: NOT  (não vou discriminar o burro e a vaca. Não tem lógica estarem animais no estábulos, mas uma estrela servir de GPS faz todo o sentido não é?)

Sinto-me uma bocado "a leste" nas conversas. É com as amigas, é no metro, é no café.. tudo fala em compras e em listas e eu ali caladinha. Sou uma "grinch"!


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

E estava tão bem na cama!

Levanta-se uma mulher da cama com este temporal (no resto do país não sei, mas no Porto chove de c*ralho) para chegar ao trabalho toda molhada e estar a agora a secar a roupa no corpo. O que eu gosto de me sentir assim, molhada  e quase a tremer! (isto soou um bocadinho porno.. humpf)

E estava aqui a pensar no que fazer no fim de semana e o cinema parece-me a melhor opção (ficar no sofá com mantinha nem entra nas hipóteses porque está reservado para domingo a tarde já). Quero ver "The Hobbit", mas ainda não vi a "Anna Karenina". Posso sempre ver os dois...

(Pequenos homenzinhos é a minha história de vida, diga-se)


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Obrigadinha!!!

O mundo não acabou (ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh) e agora não tenho escapatória possível: tenho mesmo de me dedicar às lembranças de Natal. Nada de loucuras que os tempos não estão para isso. Se no ano passado deixei bem claro que não eram prendas, eram apenas lembranças, este ano terei de ressalvar que são lembrancinhas e apenas, e só, para as pessoas mesmo muito chegadas.
"Ah e tal.. Não tens dinheiro para prendas mas vais passar a passagem de ano fora"... Pois, compraram-me a viagem em Agosto e ainda tenho de a pagar, para verem o quão pobre eu ando. Se estivesse na situação em que estou hoje não teria dito que ia. E apesar de ficar lá 4 dias apenas, e o alojamento ser de graça, tenho de ter dinheiro para estar numa cidade cara como Zurique.
Oh vida... Se o mundo acabasse os meus problemas monetários estavam resolvidos!!!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O príncipio do fim

Diz quem sabe, ou não, que hoje é o principio do fim do mundo. Assim como um pré-aviso de greve geral! Avisam hoje que é para dia 21 a coisa acabar de vez! EUA e Rússia já vieram desmentir o facto, mas pode ser só para enganar.
Em todo o caso, estarei atenta a senhores com fatos acolchoados!!!


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Nomes

Acabei de ver um senhor a chamar alto e bom som pela sua Luna. Na minha pausa para café, vou à janela e procura por uma cadelinha a correr desenfreada no jardim. Mas não. Esta Luna era uma criancinha.
Há nomes que eu associo invariavelmente a animais. Luna é um deles.  Bianca, nome da minha cadela, é outro e já me aconteceu estar a falar orgulhosamente dela e pensarem que é minha filha.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Um pequeno momento

Anda um vídeo a circular no FB sobre ajudar o próximo e tal e coiso.. If you give a little love you can get a little love of your own, acho que é assim a ideia chave! É muito bonito, mas é óbvio que a coisa nunca poderia ser filmada em terras lusas.

Ainda no sábado assisti a uma cena que me deixou de boca aberta: a estação de metro estava cheia, muita gente tinha vindo de Dragão e esperava agora outro metro de outra linha. Uma senhora com um pequenito estava mais atrás, afastada da confusão e a tentar entreter o filho. Quando o metro chegou toda a gente correu para as portas, a acotovelar-se e empurrar quem estava à frente. Faltava entrar a senhora e o miúdo e eu e a minha amiga. Eu digo à senhora para entrar e começam  dizer-nos que não cabia mais ninguém, que não havia espaço. Corro para outra porta e impeço a porta de fechar, deixo passar a senhora com o puto e lá vamos qual lata de sardinhas. Ninguém cedeu o lugar àquela mãe. O miudo diz que quer ver da janela, eu digo-lhe para vir para  minha beira que consegue ver pela porta. Vai a viagem de 10 minutos toda a falar comigo e quando vê o rio sorri e diz muito alto "olha menina, olha o rio tão escuro.. Os peixes já estão a dormir". Sai quase logo a seguir e vira-se para trás e diz "até amanhã menina". Eu sorrio e digo-lhe "olha se não te vir, feliz Natal". Ele olha para mim e sorri de uma forma tão sincera e tão linda que não precisava de dizer mais nada, mas diz "Feliz Natal" muito alto e acena. Fica a ver o metro continuar e eu aceno de volta.

E naquele momento senti que sim, que era Natal e que valia a pena acreditar...


Um dia daqueles

Hoje mal saí da cama pensei de mim para mim que ia ser um dia "daqueles". À segunda-feira a minha desmotivação atinge níveis que pensei não existirem, mas a verdade é que quando penso que pior não pode ficar, fica mesmo! Para atenuar o "efeito segunda-feira", e porque basicamente resulta todos os dias, decidi ligar o rádio. Ora àquela hora devia ser proibido passar a  "My Immortal" dos Evanescence porque ainda me fez desanimar mais. Yap.. vai ser um dia daqueles!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Nostalgia

Sei que o tempo não volta para trás, mas porra como tenho saudades de ser estudante. Da época de testes/exames nem por isso, mas do resto.... das tardes livres, de despachar os trabalhos rapidamente (sou loira, mas até me safava bem) e ir brincar ou passear ou fazer outra coisa qualquer, de faltar às aulas e ir jogar bowling, isto de tarde porque de manhã podia ficar a dormir mais um bocadinho (nos tempos de faculdade, claro), de não ter de me preocupar com contas... Era tudo tão mais fácil!

Merry Christmas You Filthy Animal

O espírito natalício não paira sobre mim.
O único vídeo de Natal que me diz alguma coisa é este:


Por isso se alguém vir por aí  o espírito natalício, perdido, triste, só e abandonado, digam-lhe para vir ter comigo que eu até gostava de o ver.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Yeti

Estava sozinha num sítio que não conhecia. Parecia um deserto, mas com árvores e folhagens, tudo muito seco, tudo muito amarelo. De repente o chão começa a tremer. Não tenho onde me esconder e vejo ao longe umas coisas brancas a moverem-se. Quando estão mais perto, percebo que são yetis mas não fujo. Um pára ao pé de mim e fala comigo! Não consigo perceber o que diz e acordo.

Sonhar com Yetis já não é normal, agora pô-los num deserto.. Só esta mente!!!

(Vejo uma senhora quase todos os dias no café a quem apelidei de Yeti. A minha colega de trabalho concorda que está bem atribuído lol)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Não devia achar piada nenhuma!!

"O último frango em Paris"!
É um dos títulos do Record e parti-me a rir quando vi isto! Está muito bem conseguido e seria o que eu teria escrito se trabalhasse num jornal desportivo. O senhor do café sabe que sou portista, disse-me para não ver o jornal e ficou confuso quando eu me comecei a rir. "Então não ficou chateada?", perguntou! "Eu ficar chateada fiquei ontem, depois daquele frango gigante", respondi. "Aquilo foi um peru menina", insistiu. "E sabe o que é um "perumenor"? É um peru com menos de 18 anos, mas o de ontem já era adulto", respondi eu e saí do café a rir.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

A Igreja afinal mexe!!

Ontem li no jornal que o Vaticano criou uma conta oficial de Twitter para o Papa.  Confesso que estou curiosa para saber o que @Pontifex (nome chique) quer partilhar com os cibernautas. Faz-me confusão que a Igreja não permita "alterações" em coisas importantíssimas como por exemplo o uso de contraceptivos ou em relação ao divórcio, mas depois queira ser toda para a "frentex" nestas coisas das novas tecnologias.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Dos festejos

Comecei a festejar o meu aniversário exactamente à meia-noite. Uma chamada da super amiga erradicada no estrangeiro e um "Parabéns" ensonado (tadinha, na Suiça já era 1h da manhã ela acordava às 5h para ir trabalhar) abriram oficialmente as festividades. Depois foi o "Parabéns a você" cantado por duas amigas enquanto aguardavam pacientemente comigo na fila da sessão de autógrafos do David Fonseca, que mal soube que eu fazia anos me deu um abraço e perguntou quantos fazia. "eu sei que não se deve perguntar a uma menina, mas eu pergunto sempre", disse ele. "29", respondi eu! Devia ter acrescentado que apesar de tudo estou aqui para as curvas lol
Segui-se o almoço de família. Entre algumas bocas sobre estar "a ficar velha" e devias "arranjar um namorado", a coisa até correu bem, confesso! À tarde a prova de que sabem que eu sou uma gulosa sem emenda e pimbas! dois bolos de aniversário!
Depois de jantar, o cafézinho com as amigas mais chegadas, a minha família do coração. Muita conversa, muitas gargalhadas e saí do café com um sorriso rasgado e o coração cheio. Uma amiga pede-me boleia até ao carro que estava longe e quando lá chegamos estavam as outras com um bolo de chocolate com nutela por cima (a loucura meus amigos, a loucura) e carregadinho de velas. Ali, a tremer de frio e gelada por fora, senti-me a pessoa mais sortuda do mundo e "quente" por dentro com tanto carinho.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

São lágrimas!!

Ouçam isto!!! 
É verdade que não percebo um c*ralho do que dizem, mas juro que me emociono tanto que fico com os olhinhos em água. Ando sensível, faço anos este fim de semana e mais uma vez vou ouvir a história do meu nascimento, aquela na qual a minha mãe disse "ai que a minha filha é tão feia" mal a parteira me entregou a ela. Mereço um desconto portanto. Mas que a música é brutal, isso é!!

Como diria o Caco "Oh coisa di pobriii"

Dores de estômago: Check!
Cólicas: Check!
Sensação de atropelamento por um camião TIR: Check!
Dores de cabeça: Check!
Medo de comer porque no dia anterior nem um chá conseguia guardar aqui dentro: Check!

O dia de ontem foi assim, uma fofura!!
Hoje estou melhor, já só tenho medo de comer e por isso mantenho a dieta.
Almoçar e jantar sopinha de arroz é de bradar aos céus, mas tendo em conta o OE 2013, é bom que me habitue já a uma vida pobre.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Doente

Ontem foi a minha vez de me sentir mal no trabalho. A meio da tarde, comecei a ver tudo a andar à roda e sentir-me mesmo enjoada. Depois de há umas semanas atrás ter segurado na cabeça da minha amiga enquanto virara o barco, ontem foi ela a dar-me apoio moral. Não me segurou a cabeça porque disse que não ia conseguir conter-se. Agora que penso nisto, era ela do lado de fora da casa de banho a perguntar se eu estava bem e eu, lá dentro quase a morrer, a dizer que não. Bonito, portanto! Passei muito mal a noite e hoje estou com a sensação de que fui atropelada. Mas cá estou, com uma enoooooorme vontade de trabalhar (not).
Entretanto, e porque não tomei café hoje e devo estar com uma cara de zombie que deus me livre, a cusca-mor do cafézinho do costume perguntou-me se estava tudo bem. Lá lhe expliquei o que se passou e pergunta ela "está grávida?", ao que eu respondo "se estiver pode começar já a fazer uma altar aqui para mim, serei a nova virgem imaculada de portugal!". E pergunta o marido "é virgem?" e respondo eu "sagitário".

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Má eu?!

Hoje de manhã reparei que o carro da minha vizinha simpática, aquela que não quer que eu estacione à porta de casa dela, estava estacionado à frente do meu, num lugar que é religiosamente ocupado há anos por outro vizinho. Confesso que engonhei ali um bocadinho para ver que havia ali barulho; era ver-me a pôr água no vidro, depois mais anti-congelante e tal.. Até que vejo os dois a dirigirem-se para os respectivos carros. Ele passa por mim, dá bom dia e ri-se e eu percebi logo que ele já sabia do que ela tinha feito. Passa por ela e diz-lhe que aquele lugar é dele e que ela sabe perfeitamente disso. Ela ia a falar mas ele corta com um brilhante "é falta de civismo" e entra para o carro. Eu acrescento "É fodido não é? não faças aos outros o que não queres que te façam a ti..." Ela abre a boca e eu corto com um "olha a falta de civismo!!!" e entro para o carro. Ainda passei por ela e acenei, com o aceno típico de rainha no seu coche!!!

(e sim, eu sei que vou arder no inferno... mas a sorrir e a acenar!!)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Conclusão brilhante!

A minha vida amorosa é como o Sporting... Ao princípio até tinha piada brincar com o assunto, mas agora já perdeu a graça de tão ridículo.
É isto!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Das arrumações

No fim de semana dediquei-me a mim e às minhas coisas, ou seja, arrumei o meu armário. Aquilo já suplicava por misericórdia há algumas semanas e lá me decidi a acabar com o sofrimento. Música nas alturas, cadela a dormitar aos pés da cama e siga, mãos à obra. No momento em que encontro os ligueiros sexys que estavam tão bem escondidos que já nem me lembrava deles, eis que começa a dar a minha música do momento. Atiro com aquilo para cima da cadeira, pego nas patas da cadela e começamos a dançar. Eu canta como se não houvesse amanhã, ela abanava o rabito de contentamento, tadita, até que páro. Já não ouço nada, já não vejo nada, excepto a senhora minha mãe encostada à porta a olhar ora para os ligueiros ora para mim e para a cadela. "Acho que perdeste o juízo de vez", diz e volta a sair.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Não quero dar uma de virgenzinha ofendida

Longe de mim querer passar por virgem ofendida ou por falsa púdica.O sexo é bom (quando é bom) e recomenda-se, mas há muito mais para além dele. Não é que não sinta falta de umas horas bem passadas (vá, podem ser minutos!), mas acho que neste momento sinto mais falta do resto, de sentir que "pertenço" ali bem ao lado daquela pessoa. E é por ter um gajo a querer levar-me para a cama que sinto mais saudades do resto... Quero que me mimem, não quero que me usem! Quero que em vejam, não quero que me olhem!
Estou a pedir demais? Talvez... Mas não tenho sido exigente e acabo sempre por ser magoada por isso talvez seja altura de começar a ser "bitchy"!

Nota: Apesar de tudo isto, era gaja de perder a cabeça com o prof. de ginástica, que ainda ontem disse que eu precisava de uma massagem. Com o meu ar delico-doce (se é que isso é possivel depois de 1h a puxar pelo cabedal), lá lhe disse que era quando ele quisesse!!!! 

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Humor parvo

Sabes o que um preto com uma tatuagem? É um manuscrito (ler com sotaque angolano)
E um anão com uma tatuagem? Um "baixo -assinado"

(e eu rio-me sempre quando me contam isto.. não falha)

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dos camelos

(ao telefone)
Eu: E sabes que nome se dá a um conjunto de camelos?
Ela: Hummmm.. não!
Eu (a ouvir o som das teclas): Hei não vale procurar no google!
Ela: Já sei.. Cáfila! E sabes quantos tipos de camelos há?
Eu: Sei, dois.. Os camelos e os dromedários!
Ela: E sabes as diferenças?
Eu: Sei.. o camelo tem duas bossas e o dromedário só tem uma!
Ela: Fodasse!! Como é tu sabes tanto de camelos?
Eu: oh filha, camelos é comigo!!!

E  gajo sentado ao meu lado no metro parte-se a rir, eu olho para ele e acrescento "tenho experiência com camelos"!



terça-feira, 20 de novembro de 2012

Virgem aos 50

O meu mundo é hoje um lugar melhor!
Da notícia que li aqui concluo que afinal eram as más línguas que colocavam o Michael a papar mi+udos e graúdos. Afinal o homem era mais papista que o Papa e nunca se rendeu aos prazeres da carne. Não fosse ele 90% de plástico e seria canonizado.

Prioridades

Anda tudo a falar em Natal, em decorar a árvore, em lista de presentes, em doces e eu no meu momento egoísta do ano. É que antes do Natal faço anos e é a única altura em que não me sinto adoptada / esquecida / diminuída. E gosto, admito com a mãozinha a bater no peito, gosto do miminho!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Assim não há condições!

Depois de me inteirar das novidades blogosféricas, eis que constato que grande parte das referências são a sexo! Meus amigos... vou só deitar abaixo umas quantas trufas e já volto!!

 (isto de ter um stock de chocolates no trabalho, dá jeito nestas alturas!)

Do fim de semana...

... Fica a certeza que eu sou uma pobre de dinheiro, e desta vez falo muito a sério, mas muito rica de espírito!!! Num jantar de aniversário com um grupo de amigos ouvi um chorrilho de lamentações porque "aquela aplicaçao de iphone é o máximo mas não a tenho ainda" ou porque "passei a tarde no shopping com vontade de gastar dinheiro mas não vi nada de jeito" ou ainda porque "queria ficar dois dias em Londres mas só tenho tempo para lá ir tomar um café". Até que me perguntam como andava eu. "Com as pernas, que graças a Deus ainda não têm varizes e estão aqui para as curvas", respondi. Num momento de gajas, ou seja numa ida à casa de banho, confidencio que este mês a coisa está preta e sabe deus para receber o salário e aí fez-se luz que afinal quem estava em crise era eu.

Já posso ir embora?


 Sinto-me o Donkey no Shrek a perguntar de 5 em 5 segundos se já posso ir embora.. Faço estalinhos com a língua e tudo!!! Nada está a correr bem esta manhã e as horas não passam!


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

You ask for it

"Ah e tal porque podias desmarcar o que tens planeado com as tuas amigas e íamos sair...  Podias dar-me importância... Podias vir passar uma noite aqui em casa, podias...."
E já não o conseguindo ouvir, eis que me sai a brilhante frase:
"Quando acabares o monólogo de auto-comiseração avisa-me"!

(nota-se muito que ando com muito pouca paciência?)

Mais um passo em direcção ao inferno...

... mas eu rio-me tanto com estas piadas!!!

Hitler: Ummmhhhhh! Que cheirinho a caramelo queimado! Que estão a fazer??
Hans: Estamos a queimar os diabéticos!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Estacionamentos

Hoje de manhã tinha uma vizinha, que mora na rua há pouco tempo, à minha espera. O meu carro estava estacionado em frente à moradia (que tem dois apartamentos) e o carro dela em frente ao meu, mas em frente à porta da garagem da moradia. Não sei se o senhorio não lhe alugou a garagem ou se ela não quis, certo é que o carro dela fica cá fora. Ora eu não tenho garagem por isso o meu possante fica sempre na rua, tadito. E ela estava à minha espera para me dizer que era uma falta de civismo ter estacionado à porta dela, obrigando-a por isso a estacionar longe. "Longe? mas o seu carro não é este?" pergunto eu, já parva com a situação. Ela responde que sim, mas que teve de se levantar da cama porque o senhorio queria entrar ir à garagem (senhorio esse que eu conheço e que nunca na vida estaria ali àquela hora porque nem sequer está em Portugal). Disse-lhe que lamentava a situação, mas que realmente não podia fazer nada porque para além de não ter garagem nem sequer posso estacionar à minha porta porque a rua afunila. "Estacione mais longe, à minha porta é que não", foi a brilhante resposta! Não consegui evitar rir-me e disse-lhe que a rua era pública e que não lhe podia garantir que a situação não se voltasse a repetir. Voltou a dizer que era falta de civismo e eu disse que tinha mais que fazer às 8h da manhã do que estar a ouvi-la.
Rica forma de começar o dia....

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Surpreendam-me pela positiva sim?

Depois do terceiro café, entro para o carro e recebo uma sms "gosto de estar contigo".
"Também gosto de estar contigo", respondi. Tínhamos combinado sair no dia a seguir e depois de termos estado um bom bocado na esplanada do café digo-lhe para irmos ao cinema. Diz que já é tarde, que já não chegávamos a tempo da última sessão, mas que podemos ir dar uma volta. Estaciona em frente a um prédio, eu fico a antever o que se iria passar, mas lá o sigo. Entramos em casa dele sem ele me dizer uma palavra até que me diz que "podemos ver um filme aqui". Eu rio-me, mais para mim do que para ele e penso "Anda lá que já te digo como é!!". Sento-me no sofá e ele tenta beijar-me. Eu digo que não era "disto" que estava à procura quando respondi a dizer que gostava de estar com ele e que se a ideia era levar-me para a cama que esquecesse porque não ia acontecer. E teve sorte.. porque me apetecia gritar-lhe e partir coisas!!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Vou arder no inferno!!!!

O que diz uma mãe palestiniana ao ver o seu filho entrar no autocarro? 
"-Lá vai o meu rebento!"

Ai esta cabeça!

Da visita da Merkel à nossa cubata à  beira mar plantada e de todo o aparato que se gerou à volta disso, retive duas coisas: o Passos mostrou-lhe o canhão (foi a expressão que a jornalista usou e ela lá saberá do que fala) e um dos pratos do almoço foi consomé de aves, que basicamente é canja mas com um nome mais pinante.

E vem uma gaja da Alemanha para ver canhões e comer frango? Oh.. arranjem que fazer!!!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A experiência!

Soube que estava num sítio vip quando vi o parque de estacionamento corrido a Audis, BMs, Mercedes e Porches. Depois o piano de cauda e a cantora jazz no lounge e ainda a alcatifa mias fofa que um peluche vieram confirmar a "chiqueza" do sítio.
Mas o que eu queria mesmo era tocar na relva, era poder olhar para as bancadas de lá de baixo e, meu Deus, que sensação do outro mundo! Depois foi ver a equipa a entrar em campo para a aquecer e tirar fotos até me doerem os dedos. "Olha que o Defour está a olhar para ti", brincava o marketeer do Futebol Clube do Porto que nos acompanhou o tempo todo. E eu continuei a tirar fotos.
Depois fomos para os camarotes. Dali a pouco o jogo ia começar e antes ainda tínhamos de conhecer o "antigo jogador" do Porto. "Não podes dar uma pistazinha?", perguntava eu ao marketeer. "é supresa, mas vais gostar!", respondia ele. E minutos depois lá estava ele, o Mário Silva, ao lado da Taça Intercontinental de mão estendida para nos cumprimentar! "Mário, estes são os vencedores do passatempo" apresentou-nos o marketeer! E depois a conversa desenrolou-se naturalmente, sem vedetismos, sem manias.
O jogo começou e lá fomos nós para o exterior do camarote. Ao intervalo, o lanche foi servido e a Taça Intercontinental deu lugar à Taça UEFA. "Posso pegar na taça?", perguntei eu! "É melhor eu ajudar-te, afinal são 15kg" responde o Mário Silva. Antes de começar a segunda parte ainda houve tempo para mais uma surpresa: uma camisola do FCP para cada um dos vencedores!!
Assisti à 2ª parte lá dentro, no quentinho, com a vantagem de poder ver no plasma a repetição dos lances mai duvidosos e de ouvir os comentários do Mário Silva às jogadas. No fim do jogo as despedidas, as últimas fotos e a certeza de que não há clube como o meu :D

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Winner

O azar todo de ontem foi recompensado hoje! Afastada uns bons tempos de passatempos e afins, estes dias decidi testar a minha sorte, já que diz a sabedoria popular que "azar ao amor, sorte ao jogo". 
Ora hoje recebi um mail a dar-me os parabéns porque estava na lista dos vencedores. E o que ganhei eu?Isto:

. Assistir ao aquecimento dos jogadores no relvado
. Cumprimentar os jogadores à saída do túnel
. Assistir ao jogo num camarote VIP com a presença de um ex-jogador do FC Porto e direito a catering
. Vais poder tirar fotos com a antiga glória do clube e com alguns dos troféus europeus. 

Assim de modos que tenho de ver bem  o panorama completo, nomeadamente até que ponto é vip mandar caralhadas e insultar o árbitro em pleno camarote.

(e se eu vir o pintinho com a nandinha? será que posso imitar o sotaque brasileiro?? aiii só dúvidas)

Karma

Ontem foi dia de hidroginástica e dia de mandar foder meio mundo!
Provavelmente na próxima semana a gaja da recepção vai-me dar um raspanete do tamanho do mundo, mas paciência. Teve foi sorte de não lhe a ter insultado. Senão vejamos:
1) Durante a aula apanho semelhante patada que até gani. Era ver-me agarrada ao tornozelo aos saltinhos e olhar de lado para a pessoa que tinha cometido a agressão. Acalmei-me com o professor a passar-me a mão no pé (sim, o gajo é bom)
2) Saio dos chuveiros (meia a mancar), vou a pegar na minha toalha grande (que fica pendurada quase sempre no mesmo sítio) e lá estava ela no meio do chão ensopada de água. Tive de me limpar com a toalha pequena, que fica ensopada só com o cabelo
3) Abro o cacifo, tiro as minhas coisas ficando só o kispo lá dentro. Afasto-me ligeiramente para me conseguir vestir e quando vou para buscar o kispo o cacifo está fechado e sem a chave. Vou à recepção pedir a chave e explico à gaja que alguém fechou o cacifo e lhe entregou a chave. Ela diz que é impossível porque se alguém tivesse entregue a minha chave, o meu cartão não estaria ali. Eu, já fodida com os nervos, digo-lhe para ver se o meu cartão não está no cacifo 5. Ela diz que precisa de um documento identificativo. "O cartão tem a minha foto", respondo eu. Ela vê e solta um "Ohhh não é possível!".. Cartão e chave, estava lá tudo. Diz que não percebe e eu digo-lhe que se não tiver tudo direitinho com as minhas coisas que me chateio a sério e faço queixa "desta merda toda". Felizmente estava lá tudo: carteira, chaves de casa e do carro!


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Coisas estranhas

Algo de muito errado se passa comigo.
O meu sono pesado, daqueles em que pode cair o telhado que não dou por nada, estas últimas noites tem dado lugar a um sono frágil e esta noite então atingiu o pico: acordei às 5h da manhã com a chuva a bater na janela. Até às 7h foi um festival de voltas e mais voltas, de bocejos com direito a lágrimas e tudo e nada de adormecer.
Outro factor a ter em conta são os espirros! Seguidos foram 17 e eu a conduzir! Peço desculpa aos condutores que seguiam na minha retaguarda, mas tinha mesmo de abrandar porque os espirros vinham mesmo cá do fundo e de cada vez que espirrava fechava os olhos involuntariamente.
Por último, a viagem no metro feita completamente sem dormitar. Em situações normais durmo as 8 horas e depois dormito no metro. Hoje nem uma coisa nem outra.

Será que já estou mesmo velha e acabada? normalmente são os idosos que dizem que não conseguem dormir mais porque já dormiram muito ao longo dos anos...

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Alguém que me explique...

... para que raio ando eu a descontar para a Segurança Social se daqui a uns anos, quando for altura de ir para a reforma, não vai haver dinheiro?

Vai ser um longo dia...

A primeira coisa que faço quando acordo é ver como está o tempo. Ok, é a segunda porque a primeira é desligar a merda do despertador. Venho à janela de pijama para ver como está a coisa e "Fodasse que está frio" foi o primeiro comentário. Ainda nem de casa tinha saído e já pensava no iria fazer hoje para ocupar o tempo. Prefiro estar cheia de trabalho, não saber para onde me virar e ter a mesa cheia de papéis e rabiscos do que chegar aqui e não ter nada que fazer. Se o frio não é coisinha para me afectar o humor, a falta de trabalho é... E começo a ficar seriamente preocupada!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Hora de almoço

-"O outro não se chamava Angélico Vieira?"
-"Chamava!"
-"Fogo, a irmã do Hulk chama-se Angélica Aparecida Vieira"
-"Se não aparecer passa a chamar-se Angélica Desaparecida Vieira"
 São estas conversas bonitas que eu tenho com a minha colega de trabalho na hora de almoço!

Conversas no metro

Hoje vinha no metro a ouvir duas miúdas conversarem. Não que eu quisesse ouvir a conversa, mas era obrigada a isso. Falavam sobre a primeira vez, uma estava com dúvidas se era ou não a altura certa porque namorava há duas semanas. A outra dizia para não ter medo que não é nenhum bicho de sete cabeças e que depois iria ser sempre melhor. E um conselho muito sábio: "não faças com a luz apagada, isso são os nossos pais"!

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Roubos e Devoluções

Isto de reuniões de família é bom para duas coisas: adormecer no sofá enquanto o resto da família conversa e ficar a saber das coisas mais bizarras que acontecem na nossa freguesia e nas freguesias vizinhas. Depois do assalto à bomba à caixa de multibanco da bomba de gasolina e do divórcio da dona não sei-quantas (aqui já estava meia a dormir) que apanhou o marido com outra, a notícia que mais me chocou foi o roubo dos porcos. Eram três e ao fim de dois dias foram devolvidos. Não se sabe quem é o autor do delito, mas sabe-se os motivos da devolução já que deixou um pequeno bilhete onde explica que os tentou vender mas não conseguiu e por isso, e para não ter de os alimentar, mais vale voltarem a casa.

Sem paciência para merdas!

-"Ah como tu tás diferente! Já não tens borbulhas! E não tás com maquilhagem.. Que andaste a fazer?"
-" Ah deve ser do sexo! Ontem tive uma noite inesquecível!"

E assim se corta conversa com aquelas tias-avós que metem sempre defeitos quando nos vêem!  A minha avó ainda lhe disse "oh, a minha neta estava a brincar", mas já era tarde demais. A cusca-mor lá da terra já tinha perdido a vontade de falar comigo!





quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Um pequeno momento

Estou a ter um dia chato, daquelas aborrecidos mesmo onde o simples facto da merda da impressora empancar me tira do sério e me faz praguejar. Até que vou à janela e vejo os pequenotes do infantário aqui da zona a desfilar. Mais de cinquenta bruxinhas e vampiros a passear, muito vaidosos e muito seguros de si. Uma pequenita vê-me à janela e acena. Eu aceno de volta e depois começaram todos a acenar. Por um pequeno momento senti-me importante...

Os cães também têm cieiro?

A minha cadela roubou-me o batom de cieiro! Tenho a certeza que deixei o saco fechado, mas não sei como ela abriu o fecho e levou o batom para o esconderijo dela: debaixo da minha cama! Eu achei estranho não a ver um bom bocado e só depois reparei numas pegadazinhas no chão mas não percebi que espécie de gordura é que ela poderia ter nas patas para deixar aquela marca. Só percebi quando ela veio ter comigo ao sofá, com aquele focinho todo besuntado de cieiro e toda contente por te feito mais uma asneira!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

É de mim ou está frio?

A esplanada aqui ao lado está vazia. Só as folhas das árvores ocupam as cadeiras. As pessoas passam lá fora já com casacos de inverno e mais tristes.
Eu já só penso em chegar a casa, calçar as belas das meias felpudas e arrastar-me pela casa com a mantinha, qual Linus!

(nota-se que tenho muita vontade trabalhar hoje não se nota?)

Homossexualidade

Ontem na estação de metro estava uma menina muito inquieta com a avó. Fazia-lhe montes de perguntas e avó lá ia respondendo pacientemente. Até que chegam duas raparigas (no máximo com 20 anos eu diria, mas confesso que não tenho muito jeito para adivinhar idades) de mão dada e começam aos beijos na estação. A menina calou-se com as perguntas, ficou a olhar para as raparigas muito atenta e muito calada. A avó dizia.lhe para não olhar assim, para olhar para os metros, para ir se ir sentar perto dela, mas a menina não se mexia. Entretanto os beijos foram aumentando de intensidade. Era impossível não olhar para elas e digo isto sem qualquer preconceito. Olharia para um casal heterossexual da mesma forma que olhei para elas, tal era a quantidade de sons que produziam que chamavam a atenção. O metro chegou. Entrei assim como a menina e avó. A menina finalmente falou "a mamã diz que só se dá beijinhos a meninos. Não percebi avó!" A avó disse que a mamã depois explicava. Eu vim a pensar como explicaria a homossexualidade a uma criança sem a confundir ainda mais e acho que ser pai é realmente uma tarefa muito complicada.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

ser uma boa amiga é...

... segurar a amiga quando ela está a vomitar como se não houvesse amanhã! é olhar para o lado dois segundos e pensar interiormente "tu consegues segurar tudo aí dentro.. tu consegues"! é voltar a olhar para amiga e vê-la a dois mm do vómito (porque enquanto se pensava interiormente não a seguramos com força) e puxa-la para trás ao mesmo tempo que solta mais uma golfada de vómito! é estar com ela no processo todo e pensar sempre "eu tenho de aguentar porque sem mim ela cai".


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Das séries...

Acabei de ler um estudo da revista Sábado onde um psicólogo traça um perfil sobre os fãs de algumas séries televisivas. Assim de repente, que descobri que sou um bocadinho psicopata, um bocadinho obsessiva, um bocadinho neurótica e um bocadinho histérica.
Ora vejamos:

Da série 'Dexter' diz o psicólogo que "Os espectadores que se identificam com a atenção ao pormenor, planeamento metódico e o cuidado extremo na gestão dos espaços podem sofrer de uma forma leve de distúrbio obsessivo-compulsivo"
Eu acrescento que sim senhora, sou uma maluca consciente, sei que só se deve matar os maus e por isso um dia destes perco o pouco bom senso que me resta e desfaço os governantes deste país em postas!

Da série 'Anatomia de Grey' diz o entendido que "A quantidade de paixões, desilusões, cenas de choro e reconciliação indica um mundo confortável para qualquer possuidor de uma neurose histérica".
Eu acrescento que se houvesse médicos assim no meu centro de saúde era gaja para estar doente todas as semanas e seria verdadeiramente histérica que um deles me pusesse as mãozinhas me cima.

Da série "Mad Men" diz o médico que "A obsessão com um mundo que já não existe, pode denotar personalidades nostálgicas, para quem o presente é sempre uma versão menos sofisticada, interessante e viva do que o passado".
Eu acrescento que nada me daria mais gozo na vida do que ter um marido a mandar em mim e a ver-me como apenas e só mãe dos filhos dele. Era coisinha para despertar em mim o lado psicopata e matá-lo à facada. Assim tipo um Dexter dos anos 70!

Da série 'Game of Thrones' diz o psicólogo que "A capacidade de vislumbrar com gozo todas as mutilações, violações, decapitações, desmembramentos, agressões, assassínios e afins, sem piscar sequer os olhos pode ser sinal de uma psicopatia latente"
Eu pergunto: então e se fechar os olhos nessas cenas, isso faz de mim o quê?

Da série 'Teoria do Big Bang' diz o entendido que "Quem se revê no mundo de 'A teoria do Big Bang', indica um potencial síndrome de Peter Pan, onde o desejo é que os homens não tenham de crescer e possam viver no mundo adulto com as roupas, os comportamentos e os brinquedos da sua juventude".
Eu digo que não podia discordar mais. Eu quero é que os homens cresçam e que sejam homens a sério. Putos com a mania e cabrões que usam as mulheres estou eu farta.

Espero ansiosamente o perfil dos fãs de 'Supernatural', 'Bones', 'CSI', 'NCIS', 'Drop Dead Diva' e mais algumas que agora não se me lembro o nome....



 

Estou a ficar velha!

Dói-me as costas, sinto o peso do mundo nos ombros e não consigo virar a cabeça para a direita sem me contorcer toda com dores. Partilhei as dores com a minha mãe e diz ela "não vais para nova".
É isto. Não bastam as dores corporais, tinha de me infligir maleitas na alma!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Coisas que me irritam!

Ver alguém parado numa passadeira, parar o carro e afinal a pessoa não querer atravessar a estrada.
Normalmente essa pessoa é sempre uma velha que não tem nada que fazer e por isso antes das 8h da manhã já anda a ver quem passa e quem deixa de passar. E eu, eu ando que saio sempre de casa à queima e que tenho de correr para não perder o metro, apanho sempre a velha paradinha perto da passadeira e fico possessa quando páro o carro e ela me faz sinal para avançar. A vontade que tenho é de sair do carro e mandá-la atravessar nem que seja à chapada! Mas não posso.. ainda perco o metro!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Estarei a ficar completamente maluca?

Deu entrada no hospital em estado muito grave. Havia sangue por todo o lado e o médico responsável abanava constantemente a cabeça. Alguém diz "é demasiado tarde" e a imagem seguinte é a de um outro médico a fazer um comunicado onde diz que "o paciente entrou em coma e as máquinas serão desligadas conforme as indicações da família". Há um grande aparato televisivo. Vão desligar as máquinas e esse momento será transmitido em directo. Não sei em que canal. As máquinas são desligadas. A vozz off diz "Morreu. O grande Quim Barreiros já não está entre nós".

Foi este o sonho que tive esta noite. Estarei a ficar completamente maluca?

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Mais do que tia.. Amiga

- Tia isto está fodido, não funciona oh queres ver? (carrega no botão que supostamente liga o computadorzito do Noddy) Vês? não liga.. Fodeu-se.
- Olha lá, sabes que não podes dizer isso pois sabes?
- Sei, o papá não gosta. Mas tu és minha amiga e não vais dizer nada pois não?
- Hum.. só se não disseres mais isso.
- Tá bem.. Eu digo "quilhou-se". O Noddy quilhou-se.

Sinto-me realizada.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Cera ou pinça?

Ontem não me saía da cabeça esta pergunta: cera  ou pinça? o que é que eu usava para arrancar aquela quantidade absurda de pêlos nas costas do quarentão à minha frente na piscina. Não me conseguia concentrar.. Era como ter um Toni Ramos ou uma carpete farfalhuda  mesmo à minha frente e aquilo fazia-me muita confusão. Gosto de ver um homem com pêlos no peito, acho sexy, mas não macacos ou carpetes. Mas nas costas não. Então verdadeiros primatas... Pfff faço logo o cenário: eu com um boião de cera, vários vá, e uma espatulazinha! Ou então com uma mega pinça!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Qula boletim meterologócio qual quê?

Querem saber quando vai chover? Eu digo. Sempre que eu saio de um sítio abrigado, entenda-se casa, escritório, carro e metro, para a rua. Nunca falha. O céu pode estar escuro, ali a roçar a familiaridade com o Mantorras, mas só chove quando eu meto um pé na rua. 

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Confirma-se.

Sou influenciável pelo tempo. Confirma-se.
Até posso acordar muito bem disposta (ainda que às 7h da manhã muitas das minhas células estejam em modo "serviços mínimos"), mas mal ponho os pés cá fora e vejo o céu muito escuro a ameaçar temporal fico logo 'menos bem' humorada. Depois, quando a chuva começa a cair pesada lá fora e o céu fica tão escuro que quase parece noite, fico pior. O meu pensamento voa para cama, sofá, mantinha, cházinho e um bom livro e o mau humor instala-se.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Cloro e tubarões

Há uns tempos atrás decidi que era altura de começar a usar o corpo. O pecado da gula é algo que me acompanha desde que me conheço por gente e fazer caminhadas não chegava. Como não gosto de "puxar ferro" e não conseguia chegar a tempo de fazer aulas, a solução passou por aulas de hidroginástica, até porque para além de exercitar o corpo iria ajudar a perder o medo que tenho da água. Sim, não sei nadar!
Ontem acho que os meus medos voltaram. Um senhor armado em tubarão tema mania em não seguir as instruções do professor e andar no meio da piscina a mandar água para tudo que é lado. A meio de um exercício, eu toda concentrada em não ir ao fundo, o senhor começa a esbracejar e acerta-me na cabeça. Fico meia aluada e o estúpido sempre a mandar-me água para a cara! Engoli tanta água que ainda hoje tenho o sabor do cloro.. Iaaac!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Coisa linda, as crianças!

No carro com a minha sobrinha, páro numa passadeira para uma transeunte passar e digo "passa querida, passa amor.." e acrescenta a minha sobrinha "passa puta!".  Não conseguindo controlar a garagalhada, lá lhe pergunto onde ouviu aquilo ao que ela responde "a mamã e o papá estavam a ver um dvd de anedotas e pensavam que eu estava a dormir". E faço eu um esforço para não praguejar em frente à criança...

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Já cheguei a este ponto?

 "E se eu te 'emparelhasse' com um amigo da minha esposa? Ela disse-me que ele anda super em baixo e eu disse-lhe que tu já merecias encontrar alguém decente."

Será que os políticos têm rabos com sensores?

Qual era o mal de toda a corja política andar de Clio, ou Ibiza, ou Panda, ou Micra ou o raio que os parta? Têm sensores nos rabinhos e sentem a diferença entre o banco de trás de um Audi e o de um Clio? Roubam descaradamente, mentem ainda mais descaradamente e não podem andar de carros mais "normais" porquê?

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

As cenas que eu faço (II)

Detesto pés! Acho que são a parte do corpo mais estranha e pessoalmente tenho sérias dificuldades em lidar com os meus porque não há sapato, bota, botim ou chinelo novo que calce e que não faça mossa. Posso calçar ao chinelo de dedo mais básico que que sei que chegarei ao fim do primeiro dia com os dedos em obras. Ontem estreei umas botas. Na hora de almoço tive de "aconchegar" os calcanhares com algodão porque já me estavam a magoar. Quando saí do trabalho já mal consegui andar. Chegar ao metro demorou o dobro do tempo porque cada passo que dava era uma tortura. Entrei no metro toda torcida, a mancar e a apoiar-me no que podia. Uma adolescente olhou para mim naquela figura, levantou-se e disse-me "sente-se aqui". Sorri, agradeci e sentei-me, aliviada por não ter de estar 40minutos de pé. Mas fui o tempo todo a pensar que tinha passado por deficiente...

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Taxista

Quando penso em taxistas, penso automaticamente em duas coisas: na personagem Zé Manel, interpretada pela Maria Rueff, e na mania das limpezas que os taxistas têm. Todos os dias passo por uma praça de táxis e é vê-los, só há uma mulher taxista naquela praça, a limpar as jantes, a puxar o lustro ao capot, a aspirar a mala, a sacudir os tapetes, a limpar os puxadores das portas, a limpar o tablier... Só de olhar já me canso! É requisito obrigatório ser-se maluquinho das limpezas para ser taxista? Acham que isso atrai mais clientes? É que a mim tem o efeito contrário: só de pensar em entrar em semelhante catedral de candura e conspurca-la com a imundície dos meus sapatos e das minhas mãos, já sinto que estou a pecar!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Caminhar não mata!

Todos os dias saio me deparo com uma cena que me irrita profundamente: 200 metros antes da entrada do parque onde deixo o meu carro (dos poucos parques grátis da cidade) há um infantário e o trânsito empanca sempre ali porque a rua é estreita e não dá para ultrapassar os vários carros que param mesmo à porta. De tanto ficar ali  a olhar para o cenário, já reconheço alguns carros e há pelo menos dois que fazem sempre o mesmo ritual. ele pára o veiculo mesmo em frente à porta, ela sai, tira a criança do banco de trás, vai à mala buscar uns sacos e entra no infantário. Minutos depois volta, entra para o carro e seguem para o parque. E eu sigo atrás, que remédio!
 Pergunta estúpida: se vão deixar o carro ao parque, param em frente ao infantário PORQUÊ?!? Em dias de chuva até percebo, mas nos outros dias não tem lógica.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Assim não gosto!

Não gosto que o meu FCP ganhe com penaltis. Não gosto! Podem fazer um jogo do outro mundo que no dia a seguir só se fala na arbitragem e no quanto o Pintinho deve ter pago ao árbitro. Ontem não jogaram a ponta, mas ganharam e ganharam bem porque o "Sportem" ainda jogou pior. A lagartagem devia ter vergonha na cara ao falar da arbitragem porque uma equipa que quer ganhar um jogo não faz apenas e só um remate em 45minutos. Mas isso eles não viram, só viram os árbitros. Acho que nem o golo do Martinez viram..  Oh si, me gusta Martinez!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

I'm Batman...

... and I will rise!

Não será hoje, talvez não seja amanhã, mas sei que vai chegar o dia em que não sentirei nada por ti. E podes agradecer a ti próprio por isso porque és tu que matas todo e qualquer sentimento que possa nutrir por ti. Foste tu que deixaste de falar comigo, foste tu que te afastaste e eu arranjava uma desculpa para cada uma das tuas atitudes parvas e continuava a querer-te na minha vida.Não queria faltar ao prometido, mas hoje sei que há coisas que não dependem só de mim. Passei muito tempo, demasiado até, a pensar em ti, a sofrer por ti porque acreditava que o que tínhamos vivido era real, acreditava que o sentimento que nos unia era realmente verdadeiro e que não tinhas ficado comigo porque não tinhas força para encarar as situações. Ontem percebi que foi tudo uma grande mentira, enganaste-me, a mim e a ela. Usaste-me e depois, bem depois o teu lado cobarde falou mais alto porque não foste capaz de assumir o erro, pura e simplesmente afastaste-te! Hoje sei que fui a outra e soube-o da forma mais estúpida possível. Para além de cobarde, deves ouvir mal porque eu sempre te disse que tinha boa memória. E tenho! Era óbvio que ia ver as fotos no FB e ia saber que afinal a semana sozinho para pensar na vida, foi uma semana de férias a dois. E é engraçado ver um casal tão bem,  tão feliz nas fotos quando, e segundo as tuas palavras, estavam separados e só não havia um ponto final na relaçao com ela porque ela estava doente e não querias que ela piorasse.

Custa-me saber que fui contra todos os meus princípios, mesmo sem ter consciência disso, por uma pessoa mentirosa como tu, mas hoje sei que fui sempre correcta contigo e isso reconforta-me.

I will rise!!!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Triste só e abandonadaaaa... gelada!

Com a minha amiga e colega de trabalho ausente em lua de mel, eu fico sozinha no escritório. Já ninguém me manda calar por estar sempre a cantarolar, mas a verdade é que é assim nem dá gosto cantar. Não tenho com quem falar e por isso o meu cérebro tem de arranjar com que se entreter, ou seja, começa a pensar... Principalmente no que não devia! E depois fico para a aqui a recordar coisas do passado, a sentir ainda mais a falta de quem não sente a minha falta de todo. Bah..

terça-feira, 2 de outubro de 2012

A quem possa interessar..

Afinal a "Diana" é mesmo uma campanha publicitária.. Ohhhhhhhhhhh!
A quem já se dedicava arduamente à tarefa de ajudar o jovenzinho a encontrar a Diana e agora não tem conto de fadas para dar a sua contribuição.. Não temam! Podem sempre arranjar-me um encontro com o Vítor Baía ou Rodrigo Santoro ou o Alex O'loughlin.. Estão a ver o género?

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

As cenas que eu faço!!!

Há quem diga que as mulheres andam com a casa às costas, com malas enormes onde cabe tudo e mais alguma coisa. Eu admito, as minhas malas são sempre grandes!! E é por isso que em cerimónias a bela da clutch é muito chique mas nada prática.. Cabem os lenços de papel, as chaves do carro e o telemóvel e tudo muito bem arrumadinho! O resto, e por resto entenda-se a carteira com os documentos, o molho das chaves de casa, a maquilhagem para retocar, a caixa dos óculos de sol e o perfume, vai tudo dentro de uma mala. Ora no sábado, no casamento da super amiga, meti a mala com as coisas na mala do carro e lá fui eu! Até à igreja não houve problemas, mas da igreja para a quinta apanhamos a auto-estrada. Despistada como sou, não me lembrei que íamos apanhar portagens.. e carteira dentro da mala! Lá estava eu, na fila para pagar a portagem e de repente fez-se luz: as moedas estavam na mala! Pânico! Ligo os quatro piscas e tento sair do carro.. Estava demasiado próximo daquele murinho das portagens e não conseguia sair pelo lado do condutor. Saio pelo outro lado e vou à mala buscar a carteira! As pessoas do carro atrás estavam num misto de impaciência e divertimento. Volto a entrar para o carro e pago finalmente a portagem.
Deve ser por isto que não se deve ir a casamentos sozinha.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Oh por favor...

Agora que já sei quem é a Diana, quer-se dizer, saber não sei porque pelos vistos nem o jovenzinho sabe, mas adiante... Agora que já sei os contornos da situação, só me ocorre dizer isto: a sério, não, a sério???????
Já nem vou pela linha de pensamento "oh como é possível apaixonar-se num par de horas?" porque apesar da minha descrença no amor, há por aí muito boa gente a quem estas coisas acontece. Ma o jovem já parou para pensar um bocadinho? Ela não lhe disse o apelido, ela não lhe deu qualquer forma de contacto, ela não é de cá. Por muito que quisesse ter "o conto de fadas" da vida dela, não lhe ocorreu que o rapaz poderia não a encontrar e como tal perder, ali e por culpa dela, o "seu príncipe encantado"? Se ela andou a gozar com o rapaz e ele agora a encontrar, vai dizer-lhe o quê? "Ai não vieste montado num cavalo branco por isso não podes ser tu o meu príncipe"?!

Quem?

Sinto-me info-excluída!
Who the fuck é essa Diana que andam à procura?

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A vida resolve!

Eu tinha um problema: queria ir ver os Keane ao Porto e o David Fonseca a Braga, mas a austeridade, essa cabra, não deixa. De modos que andava a pensar em participar em tudo que era passatempos para ir a um dos concertos à borlix, mas depois fez-se luz: o David actua em Braga no dia do casamento da super amiga!
Assunto resolvido!

Irrita-me...

... profundamente vir no metro a ouvir a música dos outros!
Um caramelo a percorrer todas as músicas gravadas no telemóvel, tudo ali entre o Tony Carreira e o Brasileirão, às 8h da manhã e com o volume no máximo só merece duas chapadas!!!

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Chatear outra sim?

Eu. Sozinha. Sentada no jardim a ler um livro no que restava da minha hora de almoço.
Quatro espécimes da classe trabalhadora da construção civil passam pelo meio do jardim e sentam-se no banco em frente.
"Tão sozinha que ela está".
"Oh Jorge já leste aquele livro?"
"Ela nem olha para nós. Somos mesmo feios"
"Oube lá oh loira, não tens medo de estar aí tão sozinha?! Ao que eu respondo "Se tivesse medo, comprava um cão." E fecho o livro e vim embora!

Palavra de facebook!!!

É muito mau quando nos dizem, a nós mulheres nos vinte e tais sem namorado, que estamos a ficar velhas! Pior ainda é quando se saem com a brilhante frase "Tchiii ninguém te pega". Ora para evitar situações deste género, e outras que tais (por exemplo, alguém com quem não se fala há anos nos perguntar sempre se já casamos), uma amiga minha alterou o status do facebook para "numa relação". Em poucos minutos foi um desfilar de "likes" e comentários. E o mais estranho é que ao tentar explicar ao irmão que não era verdade, ele não acreditou. Porque se não fosse verdade não estaria no facebook, dizia ele. Como se no facebook, e noutras redes sociais, a verdade fosse a regra...

terça-feira, 25 de setembro de 2012

"eu sou burro e vim mostrar isso a Portugal"

Lá em casa não há tv cabo, nem zon, nem meo nem coisa que o valha. Os quatro canais são a prata da casa e é em alturas de reality shows que eu sinto vontade de cortar os pulsos. Não se aguenta tanta burrice, tanta futilidade e tanta falsidade.. Se de entre 88 mil concorrentes, aqueles são os melhores.. Quem mais concorreu? o Relvas?

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Acho que mudei de ideias quanto ao bungee jumping

A despedida de solteira da minha amiga foi um sucesso.  O S. Pedro foi amigo, esteve tanto sol que tenho um bronzeado à trolha (com o top bem marcadinho neste pele agora menos branca) e o dia foi cheio de gargalhadas. A zona radical fez as delícias de toda a gente (eramos 10 pessoas) e os monitores tiveram uma paciência de santo para nos aturar..
Eu ia toda cheia de ideias para experimentar bungee jumping, mas acabei por não fazer. Primeiro porque tinha de pagar já que é considerado uma actividade extra e, como, tal, não estava incluída na entrada. Ora sendo eu uma portuguesa que vive na austeridade, 20euros para um salto? No fucking way!!!! Segundo,  depois de ter feito "salto negativo" (aquele em que se salta de baixo para cima, presos por uns elásticos) acobardei-me! Essa é que é essa... Saí dos elásticos do salto negativo a apalpar-me a mim própria  e ver se estava tudo no sítio. Sentia-me toda a chocalhar, mesmo com os pés bem assentes na terra. A sensação de "voar" é fantástica, mas o primeiro impacto é um bocado para o assustador. Meti-me a pensar e cheguei à conclusão que atirar-me para o vazio só com uma corda nos pés, seria coisinha para me dar uma taquicardia e por isso ataquei o slide. Esse sim, fantástico!

(o Park oferecia o salto de bungee jumping à noiva, que, para espanto de toda a gente, aceitou. Esteve quase a desistir quando já estava equipada e quase a desmaiar depois de saltar. Mas saltou carago!!!)

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Eu sei que vai acontecer

A coisa que eu mais detesto nos casamentos é a "cerimónia" de atirar o ramo. Já disse a minha amiga que não me pode obrigar a passar por (mais) esta vergonha. É triste. Eu vou ao casamento dela sozinha, irei tirar a típica foto com os noivos sozinha logo toda a gente vai saber que estou sozinha. Qual é o propósito de ir para o meio de um bando de gajas aos saltos e aos berros para apanhar um ramo de flores? E o resto dos convidados a ver quem de entre do bando levou alguém (do sexo masculino entenda-se) e quem é realmente sozinha... Mais me vale levar um carimbo na testa a dizer "yap, vim sozinha" e assim já não preciso de ir apanhar o ramo!

Chuva

Não! Nãooooooo! Nãooooooooo!
Eu tive uma trabalheira para orgnanizar a despedida de solteira da minha amiga e agora chove?  Não pode ser.. Amanhã não pode chover senão aquilo que seria um dia bem passado num parque de diversões (sim, achei que o strip já está muito batido e ver plástico com óleo num "estronço" não me diz nada) será um dia à chuva com muita lama... E estou a pensar seriamente fazer bungee jumping lá no parque, ora o que com chuva é capaz de ser perigoso porque ainda me afogo com a água que me entrará pela boca...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

"Pouco gaja"

Em dias de semana, saio de casa antes das 8h da manhã para chegar a  horas ao trabalho. Não perco muito tempo a arranjar é um facto (ainda assim acordo às 7h), mas até saio de casa com a sensação que não estou mal arranjada de todo. Sensação essa que muda completamente quando me ponho a apreciar os modelitos das utilizadoras do metro. Onde raio é que estas gajas arranjam tempo (e vontade) para se "empiriquitarem" todas antes das 8h da matina???
Olho para elas e penso que acabaram de sair do salão de beleza: maquilhagem nos trinques com todos os passos seguidos à risca, roupinha fashion acompanhado do belo do salto alto, acessórios em força e o cabelo muito bem arranjado (nota-se ali o trabalho de um secador e uma boa escova). Olho para mim e penso que acabei de sair da cama: sabrina do mais confortável que há, roupa a combinar mas acima de tudo confortável também, acessórios básicos (anel e brincos e está bom), maquilhagem? antes das 8h da manhã??? Rímel e risco e sabe Deus!!! Cabelo?? Ai, o cabelo esse sempre solto, sempre desgrenhado com os caracóis ao vento... Agora que falo nisto sinto-me tão.. tão pouco gaja!!!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Sonhos

Há uns tempos atrás sonhei que era atacada por uma vaca. O animal corria na minha direcção esbaforido e eu nem sequer me mexia. Atirou-se a mim de tal forma zangada que conseguia ver as narinas a dilatarem em cada respiração. Esta noite sonhei com pássaros. Um bando de pássaros ataca-me e eu, do nada, saco de um taco de basebol e atiro-os, um por um, para longe.
Devo estar a ficar maluca!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Boxers

Qualquer gajo que se preze usa boxers. Concordo, aceito e até admito que é sexy.
Não preciso é de levar com os boxers de um jovenzinho na cara. É uma das desvantagens de andar tanto tempo no metro do Porto.. Como apanho sempre lugar sentada, normalmente vejo calças, saias e calções a centímetros dos meus olhos! Hoje levei mais de 20 minutos com os boxers do rapazinho sem cinto nas calças e imagem dos ratinhos (se não eram ratinhos eram muito parecidos) acompanhar-me-à o resto do dia.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Já que não tenho vida...

.. passo a tarde de domingo colada no sofá a ver filmes e choro desalmadamente com "Into the wild".
A certa altura já não sei se chorava com pena do rapaz ou se por mim e pela  minha falta de vontade de fazer seja o que for... Acho que a troika me chegou às vontades!!

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Eu tinha um sonho...

Um engenheiro de obras, a.k.a. trolha, de bigode farfalhudo e barriga proeminente disse que o dia acabou de ficar melhor depois de me ver!
Não teria significado nada para mim, mas a singlete.. Ai aquela singlete branca.. Mexeu comigo!
Um sonho tornado realidade portantos....

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Aspersores de rega

Isto podia ser o relato de como os aspersores de rega contribuem para a agricultura nacional.. Mas não é!
É só a descrição de mais um momento hilariante da minha vidinha. Ora pois que estava a a chegar ao trabalho, depois de vir a dormitar em pleno metro mais de meia hora, e carregadinha de sono. Não sei dizer quantas pessoas passaram por mim porque sinceramente nem as vi.. Sei que pelo menos um senhor me viu a apanhar em cheio com água no trombil e que se só teve coragem de se rir depois de me ouvir a rir também!
Vinha eu descansadinha a ouvir música quando sinto um jacto de água a bater-me em cheio na cara. Depois de um "Foda-seeee", lá olho para o lado e eis que reparo num aspersor de rega que em vez de regar o mini-jardim de um prédio estava a regar o passeio e por quem ele passa!
Pelo menos "acordei"!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Já devia ter dito isto

"Vai à merda.. tu e a tua indiferença! Quando cresceres, quando fores um homem a sério com "H" grande, a gente fala"

Nunca disse, mas já devia ter dito...

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Alguém que me explique...

...como é que se vende um jogador depois do mercado fechar?
No época passada  achei que o meu FCP não tinha planeado a época da melhor forma, afinal ninguém joga a Liga dos Campeões e inscreve um só avançado (que não era e continua a não ser jogador à altura da camisola que veste) na UEFA. Esperava ver uma melhor preparação esta época, seguindo a lógica do "aprender com os erros", mas ainda conseguiram fazer pior.
Não fico revoltada pelo Hulk sair(Ok, admito, fico um bocado! Não percebo como é que se troca o FCP por um clube russo.. Temos um campeonato mais competitivo, estamos na Liga dos Campeões, ganhamos título atrás de títulos.. Ok, não temos tanto prestígio financeiro, mas quando sair da Rússia,no fim da época aposto, tem expectativas de ir jogar onde? na Turquia? Uau... o sonho de qualquer jogador!), mas faz-me confusão como é que a SAD vende um jogador depois do mercado fechar! Se vendessem um tal de Kléber, até percebia... Agora vender o Hulk? Goste-se ou não do estilo, a verdade é que ele decide jogos,  é muitas vezes o "saca-golos" que faz toda a diferença. Os 60 milhões que rendeu são realmente para investir no clube ou acabaram de hipotecar a Champions e o campeonato para encher os bolsos a alguns?

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Tudo bem?

Digo que sim, que está tudo bem comigo e, em última análise, está!
Não estou doente, tenho trabalho, tenho família e amigos e estou viva. É isso que "estar bem" significa não é? Faço acompanhar o "sim, está tudo bem" com um sorriso e, mais uma vez, escondo o turbilhão que vai aqui dentro. Não falo das saudades que me apertam o peito, não falo da falta que me fazes todos os dias, não digo que escrevo mensagens que não chego a enviar nem que ainda há dias em que adormeço a chorar... Não digo que depois deste tempo e da tua indiferença ainda te quero na minha vida, não digo que tu continuas a ser o "meu" porto de abrigo nem que é em ti e em todos os nossos momentos parvos que penso quando o dia não me corre bem... Não digo nada, guardo para mim tudo o que sinto e há dias em que sinto que vou acabar por enlouquecer de vez!!!

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

GPS #2

Quais são as probabilidades de usar um GPS pela segunda vez e voltar a perder-me? Todas, pois claro!
Passava das duas da manhã e eu perdida depois de seguir à risca as indicações do GPS. Segundo ele, deveria seguir em frente, sendo que "em frente" tinha nada mais nada menos do que um pinhal. A zona em cima era assustadora, com pouquíssimos casas e quase nenhuma iluminação.. No cruzamento onde deveria seguir em frente, para além do pinhal havia uma quantidade enorme de madeira cortada e juro que se saísse de lá um lenhador com uma capa e uma moto-serra não me espantava nada! Não estivesse eu com uma amiga e teria ligado aos bombeiros ou à polícia.. Mas a minha amiga ria-se, dizia que parecia que estávamos no filme e mais "C. se o GPS diz que é em frente, então diga!".. Pois claro.. Se eu tivesse um jipe até era capaz!! Resultado: ligamos à tia da minha amiga (isto depois de ter tentado todos os caminhos possíveis e vi dar ao mesmo cruzamento 4 vezes) para nos dar indicações e lá conseguimos sair dali.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Acordo Ortográfico

Sou contra! Desde a pontinha dos pés até às pontinhas dos cabelos.. Sou contra!
Só falo brasileiro quando me quero armar em actriz de novelas e fazer rir a minha colega de trabalho... Um Facto será sempre faCto e nunca  fato porque isso é de vestir..

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sem expectativas!

O amigo que casou dizia que seria na sua festa de casamento que iria conhecer o homem da minha vida.. Eu disse-lhe que realmente preciso de conhecer pessoas novas, mas para ter alguém  que me acompanhe num café, num cinema, num concerto, numa caminhada.. Não para "homem da minha vida"!
A verdade é que só de pensar em dar-me a conhecer a outra pessoa e deixá-la tomar conta do meu coração já me faz pensar em sofrimento! Porque tem sido sempre assim.. E já não acredito que possa ser diferente.. Há quem pura e simplesmente não tenha outra "metade"...

terça-feira, 31 de julho de 2012

GPS

Não sei como , mas sei que me perdi e estava a fazer exactamente o que o GPS mandava!
Só sei que o casamento daquele amigo do peito era às 12h e eu cheguei à capela às 12h40! E cheguei porque parei o carro no meio da estrada, liguei os 4 piscas e perguntei a um senhor se havia alguma capela naquela rua e como ia lá ter porque segundo o GPS tinha chegado ao meu destino e nada de capela... Estava a estacionar o carro e a pensar "A cerimónia ainda deve estar a meio!" Subo as escadinhas e vejo toda a gente cá fora e penso se mim para mim"oh boa, ainda nem começou"!! Aproximo-me do noivo que me abraça e reparo que tem arroz no cabelo.. Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo e ele pergunta-me se gostei da cerimónia. Incapaz de mentir, digo-lhe que me perdi e estava a chegar... Abraça-me e diz "mas chegaste a tempo" e ver aquele sorriso de felicidade extrema deu-me a certeza que valeu a pena andar perdida, stressada e a transpirar de nervos mais de meia hora!

(e eu juro que segui as instruções do GPS.. À RISCA!!!!!)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Foi feitiço

Há uns anos atrás conheci um jovenzinho inconsciente. Namorava e não tinha vergonha de admitir que já tinha traído a namorada. Na noite em que o conheci não gostei dele, achei que não valia um chavo enquanto pessoa por fazer aquilo à namorada e contar assim a pessoas que tinha acabado por conhecer. O tempo foi passando e ficamos mais próximos, falava comigo sobre os problemas com a namorada, sobre os sonhos que tinha e falta de apoio da parte dela... Nunca aconteceu nada, rigorosamente nada entre nós. Mas chegou ao ponto de ouvir bocas dos amigos dele do género "ai passas mais tempo com a C. do que com a tua namorada" e foi aí que me atingiu. Ele não devia passar tanto tempo comigo, ele devia passar tempo com ela e tentar resolver as coisas. E foi aí que me afastei.. Já não estava sempre disponível para os cafés ao fim da tarde ou para sair ao sábado à noite e aos poucos ele deixou de me procurar. Hoje soube que casou.

Era isto que eu devia ter feito contigo: afastar-me! Deixar-te resolver tudo, deixar-te esclarecer todas as dúvidas, deixar-te sem mim para me sentires a falta.
Não o fiz.. Ainda tentei, mas era mais forte do que eu! Cheguei a um ponto em que tinha toda a gente a dizer-me que me ia magoar, que não ias ficar comigo, mas eu não conseguia afastar-me! O sentimento de pertencer ali, mesmo ao teu lado, era mais forte do que todos os avisos, do que todas as críticas.. E agora resta-me a certeza de ter dado tudo de mim para que desse certo. Mas o feitiço quebrou-se...

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A relação com o fecho centralizado do carro

Resume-se numa palavra: inexistente!
Agora que tenho um carro com fecho centralizado, com uma chavinha toda "xpto" e tal e coiso.. Saio do carro, bato a porta, carrego no botãozinho para fechar e depois testo a  porta a ver se está mesmo bem fechado!
"tens de fazer isso porque.. explica lá!!", diz ele a rir-se!
"para ver se está mesmo fechado", respondo eu já a pensar que não sair dali coisa boa.
Depois de se rir muito, lá se acalmou e diz-me para a olhar para as luzes que piscam duas vezes quando abro o carr e só UMA quando fecho!
"sim, e não pode piscar e ficar mal fechado na mesma?" Perguntei eu...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Eu

Eu sou a minha pior inimiga! Tenho vergonha de mim própria porque gaguejo e nunca soube lidar com isto!
Pronto.. A partir de agora este blog funcionará como a minha terapia  complementar, onde assumo as minhas falhas de forma consciente para que comece a enfrentar esta dificuldade. Como se diz na gíria "É pegar o touro pelos couros", ou seja, assumir sem medo que sou assim e pronto. Foi isto que aprendi  na terapia da fala , terapia que marca o início de uma nova etapa da minha vida: aceitar-me como sou!
Já aqui falei na minha infância. Feliz, mas algo problemática, e os problemas de auto-estima vêem daí... Nessa altura gaguejava menos, mas também falava muito menos.. Nessa altura muito pouca gente me gozava e eu não sentia a pressão de "ter de falar"... Bem ou mal, o certo é que me debati com isto toda a minha vida. Houve alturas em que pura e simplesmente me deixava ir abaixo. O caso mais flagrante foi ter pensado seriamente em desistir da faculdade. Aos 17 anos achava que ia deixar para trás a fase pior dos risinhos e bocas maldosas do secundário e que iria estar rodeada de pessoas adultas e conscientes na faculdade. Estava redondamente enganada. Hoje reconheço que dei aos meus colegas de curso todas as armas para se rirem de mim. Era eu que fugia das aulas de rádio e televisão a sete pés, era eu que implorava aos professores para ser a última a falar nestas aulas..
Não fujo de mais nada!!! Tenho apenas de aprender a controlar os meus medos.. E o primeiro passo é aceitar-me!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Bater no fundo...

Ontem. Reunião familiar na primeira comunhão do meu primito. Toda a gente na mesa a queixar-se da crise e da mossa no orçamento que festas como aquela fazem, até que a minha tia pergunta "oh C. não és tu que tens dois casamentos este Verão?", ao que respondo afirmativamente.
E pergunta a minha mãe, com toda a sua sabedoria, "E já arranjaste com quem ir ou vais sozinha?"
E lembram-se todos de me lembrar o quão triste é irmos sozinhos a um casamento.. neste caso dois!

Vou abrir concurso público ou fazer rifas querem ver?!?

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Sonhar

Há dias sonhei com uma anã.. sim, era uma anã e não, não tinha visto nenhuma !
Diz o significado dos nomes de um site qualquer brasileiro que sonhar com uma anã saudável  é um bom presságio.
(E eu sei lá se ela era saudável?!?!)

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Gosto de bola! so what?!

Domingo à tarde e eu a ver o Espanha x Itália.
Batem à porta... A praguejar baixinho lá vou à janela ver quem atrapalhava a minha paz. A minha prima com os seus dois filhos para confirmar (pelo milésima vez) se vou à primeira comunhão do puto. Pergunta-me o que estou a fazer e eu digo que estou a ver o jogo. Resposta "Oh se ainda fosse Portugal". Fuzilei-a com o olhar e pensei de mim para mim:
Claro, se ainda fosse Portugal que jogasse bem, com garra e que desse pica ver um jogo inteiro.. eu até fazia muita questão em ver Portugal jogar! Mas como são só um bando de putos com a mania que são estrelas, cada uma mais cadente do que outra, o resultado são jogos fraquinhos.."
Acabei por responder "oh se ainda conseguissem empatar com a Alemanha"...

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Está aberta a época das festas!!!

A minha mãe bem diz que preciso de comprar roupa, que tenho o armário a cheio! Não deixa de ser verdade, mas para eventos não tenho mesmo nada. Amanhã um afilhado vai à primeira comunhão. Posso lá deixar a criança ir para a igreja com vergonha da madrinha? Não,claro que não!!
Depois em Julho aquele amigo do coração. É a única pessoa que conheço, logo não o posso deixar com vergonha de me ter convidado.
Depois em Setembro, outro casamento. Desta vez é uma das amigas do peito!
Onde vou buscar dinheiro para tudo?!? Não faço ideia...
O Tio Gaspar tem de me pagar...

segunda-feira, 4 de junho de 2012

A minha cadela é a cadela mais linda do mundo!!!

Hoje faz um ano que adoptei uma cadela, a quem chamei de Bianca.
Não sei dizer se fui eu que a escolhi ou se foi ela que me escolheu.. Sei é que de entre 400 animais que a Associação tinha na altura (e que deve continuar a ter porque é uma luta constante proteger estes pequeninos) foi a ela que eu trouxe para casa. Assustada, toda encolhida no banco do carro,  logo ali soube que tinha uma amiga para a vida. Ia comigo para todos os cantos, seguia-me e só comia se eu lhe desse a comida com a mão. Ao princípio não ladrava, só começou a fazê-lo quando começou a reconhecer o sítio como "seu". Aos poucos foi ganhando confiança, afinal tinha vivido os seis meses da sua vida na Associação que por muito que faça, e faz tanto, não pode dar atenção a  cada dos 400 cães que lá tem. Hoje em dia é dona e senhora da casa... Entre muitas lambidelas lá me vem buscar à cama quando a minha mãe a manda vir chamar-me, ou então vem ter comigo e fura para debaixo dos cobertores. Tem os seus próprios brinquedos, mas prefere as meias do cesto da roupa. Tem a sua cama, mas prefere ficar na minha ou no tapete junto à cama. Não gosta de estar sozinha e é com olhinhos muito tristes que me vê sair de casa todos os dias.
Não sei como há pessoas que abandonam os animais.. Eu já não conseguia viver sem a minha cadela...

Azul, azul, azul, azul

Andar de ambulância só deve ser uma experiência pacífica para quem lá vai inconsciente. Porque eu, bem eu senti todas as células do meu corpo a chocalhar durante a viagem, o meu tico e o meu teco não conseguiam alinhar duas sílabas quanto mais explicar que precisava de um saquinho para o vómito.. Ninguém os mandou obrigarem-me a deitar, eu avisei que ia bem sentada, mas não me ouviram. Só conseguia ver o "azul, azul, azul, azul, azul"...

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Provas da minha burrice - 1

Estava eu na fila da farmácia a trocar sms's com uma das amigas mais próximas, que me pergunta "olha lá o tio Gaspar já te pagou?". . Eu percorro a lista dos meus tios e cego à conclusão que se enganou no destinatário, como tantas vezes acontece. "Manda lá a sms pa pessoa certa :p" respondo-lhe eu.
"Era mesmo pa ti lol" recebo segundo mais tarde.
"Quem carago é o tio Gaspar?", respondo eu.
"LOL o ministro das Finanças trenga", responde ela.


(mea culpa, mea culpa...)

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Aparece-me cada um...

"Loira com quem vais ao concerto dos Coldplay", pergunta-me. Digo-lhe que vou com duas amigas e pergunto-lhe o mesmo.
 "Oh.. não conheces nenhuma gaja boa que queira ir comigo?" responde. Lembro-lhe que na altura em que lhe pedi para me comprar um bilhete disse que não dava porque já ia comprar dois e que depois me disse que não ia sozinho.
"Agora já não tenho companhia e queria saber com quem vais", diz-me! Digo-lhe que os nossos bilhetes não são para o mesmo sítio, por isso.. Paciência.
"Mas também não estou a dizer para vires comigo.. Podes apresentar-me uma amiga jeitosa".

Dias depois
"Loira queres ir tomar café?", pergunta!
"As gajas boas que conheces não estão disponíveis é? Temos pena..."

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Se eu não fosse parva...

Chego à estação de metro mesmo em cima da hora, com o metro já quase a fechar as portas. Entro, sento-me e aumento o volume da música. Encosto-me a apanhar solinho na cara e lá vou eu de regresso a casa. Algumas estações à frente, abro os olhos e olho lá para fora. Vejo uma senhora que costuma apanhar o mesmo metro que eu e penso de mim para mim  "ah sua maluca, hoje vais passear!!!". Reparo que ela também olha para mim, reconheceu-me das centenas de vezes que nos cruzamos no metro. Volto a encostar-me e a fechar os olhos... Perdida nos meus pensamentos, apercebo-me de que o metro está a parar vezes de mais. Abro os olhos e não reconheço a paisagem. Tiro os phones e ouço o aviso sonoro com a indicação da próxima estação.  Estou no metro errado! Saio na estação seguinte.. e espero!! Tenho de voltar para trás, até à zona onde as linhas se cruzam e apanhar o metro correcto. Penso na senhora que vi e que pensei que fosse uma grande maluca e desato a rir com a ideia de que a senhora deve ter pensado o mesmo de mim...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Conclusão: Antes tinha muito mais atitude

4º ano de faculdade. O namoro estava naquela fase em que tudo dependia de mim. Se estávamos juntos era porque eu marcava alguma coisa, nem que isso implicasse não ir à terrinha no fim de semana ou dormir no autocarro a caminho de casa. Numa sexta à tarde liga-me a dizer que à noite tem um jantar e que me vem buscar mais tarde. Eu digo para ir ao jantar e aproveitar para se divertir sem stress, que vou aproveitar para estudar alguma coisa e estamos juntos no dia a seguir. Diz que não, que me vem buscar uma horita mais tarde e eu acedo. Aparece 4 horas mais tarde. Digo-lhe que afinal no dia a seguir vou a casa ver a família e volto domingo à tarde. Domingo ligo-lhe para ver se quer ir jantar. Diz que sim e  que "temos de falar". Diz-me que sabe que tem andado distante, mas que por enquanto não me pode oferecer mais. Acrescenta que naquele momento em primeiro lugar está o trabalho, em segundo a família, em terceiro os amigos.. Encosto um dedo nos seus lábios e digo "pára.. não quero saber se o periquito está à minha frente.. acabou"! Abro a porta do carro e ele puxa-me um braço.. "Espera lá.. estás a acabar comigo?", pergunta! "E o que é que tu achas?", pergunto eu.. E saio do carro!

Conclusão: Não me contentar com migalhas.. Eu queria, precisava e merecia mais.. e não me contentei!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Conclusão: Com a idade fiquei mais burra!

Tinha 19 anos e estava no meu segundo ano de faculdade. Primeiro um torneio de futebol entre cursos, depois um jantar com algumas pessoas do curso, depois ver os jogos da selecção juntos, depois cineminha a dois e num ápice não nos largávamos. Estava realmente a ficar completamente embevecida quando surgiu o alerta "temos de falar"!! Falamos, ou melhor eu ouvi. Tinha namorada, ou melhor, estava a dar um tempo com a namorada. Ela pediu para voltarem e ele não sabia o que fazer. "o que achas que faça?" perguntou-me! Disse que não lhe ia responder, que a decisão era inteiramente dele e que pensasse no que queria. "e tu? como ficas se eu voltar com ela?", mais uma pergunta brilhante... "prefiro estar sozinha do que com alguém que não sabe se quer estar comigo"..  Foi para casa e disse que ia pensar que depois falávamos. Uns dias depois vi-o na faculdade com ela. E a nossa conversa aconteceu anos mais tarde, disse que tinha sido um parvo por não ter ficado comigo e por não ter tido coragem de falar comigo naquela altura.

Olhando para trás percebo que esta foi, sem dúvida, a atitude certa: afastar-me até a outra pessoa ter a certaza do que queria.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Coisas que me tenho apercebido

 1- Sou mais burra do que uma porta (não sei como é que as portas conseguem, mas é o que dizem delas, que são burras!)
2- Tenho andado mais irritadiça do que o JJ depois do jogo com o Rio Ave (e não, não ando "naqueles dias")
3- A vontade de ir para longe, para fora do país, está a crescer a olhos vistos..
4- Passo demasiado tempo a pensar em conhecer-me melhor (e se não gosto do que vou conhecer?)
5- Quando escrevo tend a perceber melhor as coisas... Mas já pensar é o caos, quanto mais escrever!! O que me leva a admitir que não tenho ligado puto ao blog (falta de tempo não será o factor mais importante, diga-se)..


segunda-feira, 16 de abril de 2012

Silent by the night

Quando se diz a alguém "sinto a tua falta" ou "gosto muito de ti" esperamos ouvir uma resposta! Podemos dizer que não temos expectativas nenhumas, mas não é verdade.. Esperamos sempre uma resposta! Podemos não ter expectativas quanto à resposta, mas esperamos sempre que haja uma.. o silêncio é que não! O silêncio começa a ser pesado...

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Hoje não.. dói-me a cabeça!

Não quero falar de mim nem do que sinto.. Não quero falar da falta que me fazes nem da vontade que tenho de te abraçar e sentir-te perto de mim.. Não quero pensar mais no que fazer para ocupar os meus dias porque por mais que faça tu apareces sempre no meu pensamento. Estou cansada! E hoje não quero falar.. dói-me a cabeça.

terça-feira, 27 de março de 2012

Karma

Eu devo ter sido tão, mas tão feliz noutra vida...
Nunca fui muito chegada em signos ou vidas passadas e coisas assim, mas agora.. Agora são chatices de todos os lados, de todas as formas e feitios e eu estou cansada.. cansada de tentar fazer as coisas bem, de forma honesta e acabar sempre na lama... Um dia destes desapareço!

segunda-feira, 26 de março de 2012

E é isto...

E é quando a minha melhor amiga está por cá que te sinto mais falta.. Porque é com ela que falo de ti, que falo da falta que me fazes, é com ela que me ampara as lágrimas.. Mas também é com ela que admito que eu mereço mais.. Não quero migalhas, não quero ter de mendigar a tua atenção ou o teu amor.. Se não tenho o que preciso por inteiro, então não quero migalhas...

quinta-feira, 22 de março de 2012

Good old days :)

Toda eu sou alegria esta semana!
Chatices no trabalho? pufff... passam rápido! são apenas percalços que acontecem nas horas em que não estou contigo.
Greve geral que obriga a trazer o carro para o meio do trânsito da cidade do Porto? pufff.. óptimo, não perco tempo em viagens de metro e chego mais rápido ao pé de ti.
Amor novo? Não, nada disso! Amor antigo.. muito antigo até, mas cada vez mais forte. É que para mim a Amizade é assim, uma forma de amar! E há lá coisa melhor do que ter a minha melhor amiga pertinho de mim? É só uma semana, eu sei, mas por isso mesmo tenho de a aproveitar ao máximo.. até porque não sei quantos meses vão ser longe desta vez.. Mas também não penso nisso agora... Now it's party time :)

quinta-feira, 15 de março de 2012

Análise

Esta semana não está a correr muito bem a nível pessoal.
Começou com a discussão "à antiga" com a minha mãe, que em poucas palavras consegue arrasar completamente a minha auto-estima, e continuou com uma troca de palavras mais acesa com um amigo.
Fiquei a pensar nessa troca de palavras e cheguei à conclusão de que não me consegui expressar. Ora vamos lá ver se me faço entender: ultimamente sinto que estás mais distante, são raras as vezes em que dizes alguma coisa por iniciativa própria, sou eu que mando e-mail, sou eu que mando sms e nem sempre tenho resposta! Tens a tua vida e não estás aqui ao lado? Sim é verdade e eu percebo isso, mas dantes não era assim! Se calhar habituei-me a ter-te "por perto" e não devia... A verdade é que me disseste que vinhas ao Porto porque eu perguntei e foi isso que me deixou triste.. Não é o facto de não teres tempo ou oportunidade para marcares um café, mas sim o facto de não teres dito que estavas por aqui. Depois da troca acesa de palavras disse-te que o mais importante era que sentia a tua falta e tu não respondeste. E agora que penso nisso, já não é a primeira vez que te digo isto e fico sempre sem resposta...

terça-feira, 13 de março de 2012

Noutra vida devo ter sido um gato

Ontem à noite.
21h40 e eu já na cama.
É o que dá não trocar duas frases decentes seguidas com a minha mãe.
Sentadinha a ler,começa-me a dar o sono. Olho para o lado e apercebo-me que não sou a única. A cadela já dorme.
Último pensamento antes de adormecer "Amanhã vou acordar fresca que nem uma alface"
Primeiro pensamento depois de acordar " Dasse.. dormi tão pouco"
Eu devo ter uma doença...

segunda-feira, 12 de março de 2012

Alguém me adopta?

Jovem na casa dos 20 (ainda), loira mas com alguns resquícios de inteligência procura família.
Ajudo nas despesas da casa, sou boa ouvinte e executo tarefas domésticas. Só peço respeito, que gostem um bocadinho de mim e que não me façam sentir a ovelha negra todos os dias.. pode ser dia sim, dia não!

(juro que há dias em sinto que não da família.. que me devem ter encontrado na rua ou algo do género)

sexta-feira, 9 de março de 2012

Já não se fazem homens como antigamente!

"Que vais fazer no sábado? Queres ir ao cinema ou passar a noite comigo?"
Note-se que nunca na minha vida fiz nenhuma das coisas acima referidas com a criatura em questão.. Note-se também que não tenho qualquer intimidade do género romântico-amoroso com a criatura.. Note-se ainda que já disse à criatura que não ando com paciência para aturar criancices de cada vez que manda sms's com aquelas correntes de santos, sorte e afins.. E ontem envia-me isto por sms?!?!
"Queres ir ver se chove ou queres apanhar dois estalos?" foi a minha resposta!

Olá Mundo!!!

Esta semana ganhei outro respeito pelas civilizações antigas. Estive uma semana sem net e senti-me no exílio, desterrada do mundo.. Nada de notícias de última hora, nada de falar com as pessoas que moram longe, nada de saber da crise nem da paz mundial.. Nada! O desterro, o isolamento, a solidão.. Aiiiii! Ainda bem que o pesadelo acabou!
Olá mundo :)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Pequena fracção de segundo

Fim de semana. Durante o dia ocupo-me com mil e uma coisas. À noite arranjo-me para sair. Vou ter com as amigas do costume, aquelas que por cá estão. Pomos a conversa em dia, falamos das chatices no trabalho, a que namora dá conselhos às outras, a que anda anda a sair com alguém novo conta as surpresas da semana, as que não têm ninguém dizem que estão bem assim. Bebemos uns copos, rimos até nos doer a barriga e vamos para casa de energias recarregadas para mais uma semana.
É durante a viagem para casa que me fazes mais falta. É ali, sozinha, com aquela música que tantas vezes ouvimos juntos a tocar na rádio, que penso em ti e no que éramos juntos. É naquela pequena fracção de segundo que olho para o lado e te vejo sentado no banco.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A merda da TDT

Que a merda da TDT é mais uma forma do Estado encher os bolsos a uma empresa qualquer já eu sabia, agora que teria problemas com esta merda é que já me ultrapassa. A instalação foi feita na boa, o técnico disse que o sinal estava a 97%, o que era óptimo, e que estava pronto! Era só a paneleirice de ter dois comandos, um para a tv e outro para o aparelho, o que acaba por ser um autêntico filme porque se já andava a atrás de um que desaparecia misteriosamente, agora ando atrás de dois!O problema é que nos últimos dias a imagem pára.. Adoptando a velha técnica, lá me levanto e desligo tudo e volto a ligar.. Nada! A imagem continua parada. Depois de ligar e desligar algumas vezes começo a perder a paciência e é ver-me a espancar o cabrão do aparelho que parece que me está a gozar!
Decido ligar para o apoio ao cliente. Mais de 5 minutos a ouvir aquela merda daquela música irritante para o gajo me dizer para ver qual a  percentagem do sinal. 25% digo eu! Ah e tal porque isso é do sinal, terá de refazer a instalação. Deve estar a gozar comigo, digo-lhe, acrescentado que no dia da instalação estava em 97%. Ah e tal então vou passar a chamada a um colega. Mais 5minutos  daquela música e eu já a ficar azul. Volto a explicar o que se passa e a gaja diz-me que vai ver no sistema. Mais uns minutos e volta dizendo que no sistema está tudo bem. E eu a olhar para a tv, a p#*# da imagem parada na mesma e a digo-lhe que bem não estava. Passa a chamada a outra pessoa, que me diz que não podem fazer nada, é mesmo do sinal que ganha interferências, que até pode ser do vento que virou a antena.
Vou buscar o escadote, pego na vassoura e é ver-me esticadinha a virar a antena. Sinal a 97 outra vez!
Tenho para mim que aquele escadote vai ter muito uso..

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Tás tão velha!

Este ano não festejei o Carnaval.
"Não tou com espírito" dizia eu em minha defesa.
"Tás é velha e parva das ideias!" acusava-me ele!
A verdade é que não estava mesmo com espírito para andar na rua a ver marmanjos vestidos de mulher. Querem sair do armário? Eh pah saiam, assumam que gostavam de ser gajas e apalpem-se uns aos outros à vontade. Não venham é dizer que "é carnaval, ninguém leva a mal". Assumam! Pelo menos nós mulheres ja ficamos a saber que não vale a pena investir. O que me leva à pergunta: se antes havia 7 mulheres para 1 homem, agora com os homossexuais a concorrência é quanto?
(só para eu saber se vale a pena pensar em investir sequer)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Tosta mista mal passada!

Hora de almoço. Eu e a colega de trabalho na esplanada a aproveitar 10minutinhos de sol.
Uma senhora senta-se na mesa ao lado e pede à funcionária que a vem atender uma tosta mista mal passada.
Eu começo-me a rir. A minha colega pergunta qual a piada. Eu repito o pedido da senhora demasiado alto. A minha colega desata à gargalhada. A senhora fulmina-me com o olhar.

E ainda não sei o que é uma tosta mista mal passada!!!

Desilusão

Estou cansada.. Estou muito cansada de apanhar desilusões! Dou muito valor à Amizade e detesto que brinquem com ela. Os meus amigos emigrados sabem o quanto me custa cada despedida, cada mês de ausência, cada semana sem saber notícias. Percebo que  muitas vezes prefiram não ligar para não sofrerem tanto com a distância, mas não percebo que venham de férias e não digam nada. Ontem estava chateada, possessa mesmo porque soube por terceiros que um dos meus amigos mais chegado (ou assim pensava) está em Portugal há quase duas semanas e não disse nada a ninguém. Hoje já não estou zangada, estou triste e desiludida. Porque são as pessoas de quem mais gostamos que nos magoam mais...

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Senti-me miúda outra vez!

Ontem passei a tarde a dizer coisas parvas sobre a Whitney. Que o céu agora era a loucura com ela, a Amy e o Michael, que não chovia porque o S.Pedro não tinha tempo de derreter a neve porque ela e a Amy snifavam tudo e coisas assim. À noite, estou eu na minha terceira aula de ginástica, sendo que era a primeira com aquela professora, e eis que na música final, aquela em que é suposto relaxarmos um bocadinho, passam o quê? "I will always love you" da Whitney. Tudo a relaxar e eu a tentar segurar o riso. A professora diz "respirem" e eu penso de mim para mim"no caso dela era snifem" e não aguento mais. Parto-me a rir! Fica tudo a olhar para mim, a professora faz o "shhhhhhiuuuu" da praxe e manda-me ir falar com ela antes de ir parar o balneário!
Senti-me de volta à escola!!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Viva la Vida or Death and All His Friends

Não concordo com a ideia de só se dever celebrar o Amor num dia. Acho que quem Ama e é Amado (um só lado da coisa não dá) deve celebrar esse Amor todos os dias, nas coisas mais bonitas e nas mais parvas também, mais do que uma vez por dia, ou seja, sempre que apetecer! E quando digo celebrar não me refiro a ir jantar fora nem nada dessas paneleirices para os outros verem. Daria muito mais valor a ir passear num sítio com boas recordações do que ir jantar ao restaurante mais 2in" da cidade porque tudo que é gente a sério lá vai ou porque tem uma lasanha daquelas. Adiante..
Também não concordo com quem está sozinho e diz que não liga nenhum a este dia.TRETAS! Não se liga precisamente porque não temos ninguém com quem ir jantar ou passear ou mimar ou outras coisas acabadas em "ar".. como Amar! Hoje no metro vi um miúdo (não devia ter mais de 15 anos) à espera da namorada com uma rosa na mão. O metro parou, ela saiu e deu de caras com o jovenzinho à espera dela mesmo à porta do metro de mãozinha esticada a oferecer-lhe a rosa. Tinha decidido ignorar este dia, precisamente para não pensar na minha solidão, mas depois de ver esta cena pensei que era impossível. Assim, e porque me recuso a ser uma pessoa amargurada, decidi que hoje vou celebrar o Amor. Pela vida, pelos meus amigos, pela minha sobrinha, por mim, não importa. O importante é celebrar o Amor porque ele existe nas mais pequenas coisas e não só num namorado que me leve a jantar...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

What if

What if.. eu não fosse uma chorona e visse o filme "Seven Pounds" sem chorar? Isso é que era.. é que quando começo a chorar tenho sérias dificuldades em parar! A forma mais rápida é mesmo a  vergonha! Que cai muitas vezes sobre mim quando a minha mãe vem ao quarto ver o que se passa lol

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Ah Puerto carago!

Vinha eu descansada a dormitar no metro quando ouço uma senhora a berrar: "Pára quieto já te disse!"
Abri os olhos e vi uma senhora na casa dos 50 e falar para um miúdo, que se estava a brincar com um carrinho.
E volta a berrar: "Pára! Dou-te duas putas que te viro!"
O Porto é assim.. genuíno!! Até nas estaladas!!

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Não me podem acusar de não tentar

Já aqui disse que cresci no meio de discussões e de violência doméstica. Talvez por isso no seio familiar nunca houve muitas demonstrações de carinho... Beijinhos, abraços e outras ternurices não faziam parte do meu quotidiano e sentia, confesso, um bocadinho de inveja das minhas amigas que falavam das mães como se fossem as melhores amigas. Sempre disse que um dia que tivesse filhos queria ser mãe e amiga deles e espero sinceramente que isso aconteça. Quando decidi entrar para a faculdade dei um desgosto aos meus pais.. Tive de me candidatar a uma bolsa de estudo e fiz tudo nas costas deles. Só quando soube que entrei, que tinha a bolsa e que só tinha de tratar da papelada é que lhes contei. Não gostaram, obviamente.. Mas isso tem a ver com a mentalidade deles. Para a minha mãe, a vida só faz sentido casada (com alguém lá da terra de preferência), a morar lá na terra ou muito próximo e com filhos. E claro, a mulher obedece ao que o marido, rei e senhor da casa, diz! Não é, de todo,  a minha opinião e "chocámos" muitas vezes neste assunto.

Desde que o meu pai morreu, ficamos as duas. Tenho tentado ser amiga da minha mãe e fazer com que ela se "modernize" um bocadinho. E acho que aos poucos vai percebendo.. pelo menos já diz que já percebe porque é bom não ser casada, porque faz o que quer quando quer.. Tenho de limar aqui umas arestas, já que não penso no casamento como uma "prisão", mas não posso mudar aquela mentalidade em tão pouco tempo. Ontem ela fez anos, curiosamente coincide com a festa lá da santa terrinha. Tirei o dia para estar com ela e assim no geral a coisa até correu bem!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A condução e os sapatos!

Sou um bocadinho "maçarica" a conduzir.. Calma, tirei a carta à séria.. Não me saiu nos chocapics nem coisa que o valha! Mas sei que não sou nenhum "pro" e como tal não ando p'ra aí armada em Shumacker. Muito pelo contrário! Uma das coisas que me deixa em pânico é ter de conduzir de saltos. Não consigo! E agora com a moda das galochas (tão práticas neste tempo) também fico em pânico quando teno de conduzir! Vai daí e ando sempre com uns sapatinhos rasos (a típica sabrina) no carro :)
Gozam-me muitas vezes por isso.. Cada saída à noite é um filme para eu sair do carro. Tenho sempre de trocar de sapatos. Mas vi num filme a Julia Roberts fazer isto também..
Ora se alguém em Hollywood se lembrou de meter esta cena num filme é porque isto afinal é coisinha muito frequente...

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Diz-se possessa ou possuída?

Metro. 8h20 da manhã.
Uma hora muito má para me azucrinarem a cabeça, já que o meu Tico e o meu Teco ainda stão em stand by.
Eu sentada a ouvir música, um olho aberto outro fechado e alguém me abana!
"Oh menina deixe-me sentar aí" ouço. Olho para a pessoa, um senhor, nos seus 50 anos sem qualquer deficiência e sem crianças ao colo. Cedo o lugar (não sei porque raio me lembrei de o fazer, devia ser o sono a toldar-me o juízo). Ele senta-se e diz "se quiser sente-se aqui" e bate com o mão na perna...
É o meu sonho de vida.. sentar-me ao colo de um velhote!!! Nunca mais cedo lugar no metro...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Fool me once fool me twice

Acredito nas pessoas.
Acredito que falam a verdade, que são sinceras e que caso me magoem fazem-no sem intenção. Resumindo, sou aquilo a que se chama de "crente". Tenho apanhado muitas desilusões por ser assim e acho que é desta que estou a mudar isso. Longe de mim querer ser rancorosa ou ressabiada, não nada disso! Mas o certo é que já não consigo por tudo para trás das costas assim e voltar a dar de mim sem pensar duas vezes. É como querer saltar de pára-quedas, mas conferir tudo direitinho até ao ínfimo detalhe antes de entrar no avião.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

É de mim ou isto vai de mal a pior?

Domingo à noite. Sem nada para fazer decidi ver o que estava a dar na televisão. Medo.. muito medo!!
A tvi estreou um novo programa (pode chamar-se "programa" àquilo? tenho de confirmar..) e fiquei tão parva que um dia destes não recupero a lucidez. Figuras "públicas" imitam cantores nacionais e internacionais. Nada semelhante ao antigo "Chuva de estrelas" portanto!!

Ao ver a Sónia Brazão imitar o Quim Barreiros não consegui evitar os seguintes pensamentos:
1 - O gás faz mesmo mal à saúde (o corpo pode ter recuperado, mas aquele cérebro não está bom não senhora!)
2- Andam os médicos e enfermeiros numa luta para ela ficar bem e quando se apanha com alta faz estas figurinhas?
3- O psicólogo / psiquiatra que a seguiu (ou segue sei lá) nunca na vida dirá a alguém que ela é ou foi sua paciente, sob pena de nunca mais te pacientes!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

"Quem és tu?"

"Quem és tu e o que fizeste à outra C.?" é isso que me apetece perguntar a mim mesma quando penso na figura que fiz da última vez que fui ao cinema (há mais tempo do que era suposto diga-se!!).
Gosto de me sentar na cadeirinha, comer as minhas pipoquinhas na minha paz e ouvir o mínimo de barulho possível (dou o desconto ataques de tosse e espirros porque são coisas que podem acontecer e porque também padeço desses males). A verdade é que da última vez que fui ao cinema fui aquilo que não gosto de ser, ou seja, barulhenta. Estive calada os primeiros dez ou quinze minutos, mas depois, e porque me recuso a adormecer numa sala onde pago mais de 5euros para estar sentada, tive de falar com as minhas amigas. O pior é que elas estavam a achar o filme tão secante como eu por isso deram-me trela. E nunca mais me calei. A "falta de sal" dos protagonistas, a história que não desenrolava, os cenários que eram fantásticos, a casa que estava altamente.. Tudo servia para mandar um "bitaite". Já estava a pensar numa possível e iminente expulsão da sala , tantas eram as jovens a fazerem  o típico "shhhh", quando de repente ponho a sala toda a rir à gargalhada. No ecrã, a empregada doméstica surpreende-se com o jovem patrão e a mulher aos beijos e diz no seu brasileiro "Nossaaaaa".. E eu acrescento alto e bom som com o meu melhor sotaque brasileiro "assim você mi mata"!!  Depois disso e de perceber que a sala toda me podia achincalhar à saída, decidi calar-me e tentar entreter-me..

(o filme é "Breaking Dawn - Part1 da saga Twilight  lololol)