sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Não queira acreditar...

-"Enviaste algum mail hoje?"
-" Sim, de manhã."
-" Então chega aqui, o postmaster respondeu-te"

Ist não é ficção. Aconteceu mesmo. Foi a conversa entre os meus patrões.
E o momento "gargalhada" do dia.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

The show must go on

Sozinha, na solidão do meu quarto, espero que o sono me chegue.. Enquanto não vem, penso em tudo e em nada ao mesmo tempo. Sinto-me invadida pelas saudades, pela tristeza e choro.. Choro até adormecer e sonho.. Tenho pesadelos e acordo com dores no corpo todo como se um camião me tivesse atropelado...
Mas é de manhã e não posso ficar na cama.. The show must go on!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

A minha vida dava um filme

Se a minha vidinha fosse um filme, estava naquela fase onde alguém dava duas chapadolas bem assentes à protagonista e lhe gritava alto e bom som "ACORDA CARALHO" (seria um filme da inbicta,sim)...

Mas como não é,não há chapadas nem berros.. Mas o alerta está lá! e ainda bem que está.. Obrigada :)

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

...

"These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase"

(porque será que quando estou meia deprimida, teio em ouvir músicas mais deprimentes?"

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Choninhas

"Posso-te dar um beijo?"
Eh pah... gajo que é gajo beija logo! Pode levar um valente estaladão, daqueles de deixar os dedos marcados na bochecha direita, mas arrisca.. à homem!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Despedidas...

Odeio-as!!!
Odeio ter de dizer "adeus" às pessoas de quem mais gosto.. Odeio dizer (aos outros e a mim própria) que não vou chorar e depois não conseguir segurar as lágrimas.. Odeio aquele abraço por saber que vou ficar imenso tempo sem abraçar outra vez, mas ao mesmo tempo preciso dele desesperadamente para que a sensação de "pertencer ali" não se desvaneça tão rápido...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Aeroportos

Ando há uns dias a pensar nisto: será que posso "medir" a falta que faço às pessoas, nomeadamente família, pela forma como somos recebidos quando chegamos de viagem?
Ok fui de férias.. Não fui para o Ultramar nem para a Guerra do Iraque!
Ok correu tudo bem... Não fui apanhada no meio de um furacão ou de um tsunami!
Mas é tão triste chegarmos e vermos aquele mar de gente à espera de alguém à porta e não termos ninguém à nossa espera.. Aqueles sorrisos rasgados mal vêm a pessoa a sair da porta.. Os acenos calorosos.. Os pequenos gritos do "Aqui!! tamos aqui""... E nada daquilo era para mim... Nada!! Não tinha ninguém à minha espera.. é triste!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Saudades 04

Esta noite sonhei com o meu pai.. De manhã tive de ir ver ao quarto se ele lá estava!
Nunca pensei dizer isto, mas até das discussões tenho saudades..

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Como nos filmes...

Dar uma grande volta à minha vida.. apaixonar-me por um tipo decente.. ser correspondida nesse tal amor por esse tal tipo decente... e ter um happy end! Tal como nos filmes...

(tenho para mim que a minha vida é do género to be continued..)

Saudades 03

Saudades de cantar contigo como se não houvesse amanha e desatarmos a rir quando percebiamos as cenas que estavamos a fazer :)

(Longe mas sempre presente amiga**)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Pequenas coisas que fazem toda a diferença 01

Acordar e ter uma mensagem de Bom Dia no ambiente de trabalho do computador deixada pela melhor amiga que saiu cedo para ir trabalhar!!!

De volta...

... à rotina.
... à solidão do costume.
... ao sentimento de não pertencer a lado nenhum.
... ao vazio do meu quarto.
... à falta de abraços e de carinho.
... às saudades.