segunda-feira, 4 de julho de 2011

Fernando Pessoa

Uma das coisas que me fascina no Fernando Pessoa é a capacidade que tem de "ser várias pessoas".
Há alturas em que sinto que tenho cá dentro outras "eus".. São diferentes pensamentos, diferentes sentimentos, muitas vezes completamente distintos.
Por exemplo, sei que não me queres na tua vida, sei que passaram três meses em que a indiferença foi o tom predominante e sei que o melhor que tenho a fazer é aceitar que, para ti, eu sou passado... Mas também sei que não possível ter sido tudo uma grande mentira, também sei que não podes estar a falar a sério quando dizes que não preciso de ti...

Sem comentários:

Enviar um comentário