quarta-feira, 15 de junho de 2011

Não há pachorra...

Não tinha nada contra os chineses nem nada a favor (gostar de comida chinsa não conta).. Era assim tipo a "suiça" em relaçao a eles, neutra!
Mas ando a mudar de opinião.. Há uns dias atrás tive uma pequena discussao numa loja, tudo porque se enganaram no troco, contra mim of course. Queriam que pagasse mais 15€ do que aquilo que deveria pagar. Eu bem que tentava fazer-me perceber, mas a chinoca não falava nada de português e eu, peço desculpa, mas também não falo chinês. Chamem inculta, chamem-me burra mesmo, mas estou no meu país e falo a minha língua.. Eles é que estão cá, nem sei se legal ou ilgalmene, e nao se dão ao trabalho de falar portugues. Continuando, a coisa começou a subir de tom. Ela falava muito alto como se isso me ajudasse a perceber o que ela estava a dizer, até que eu, já a berrar também, lhe digo "Olhe fodasse, se não percebe vá buscar quem perceba!"
Começou a gerar-se um burburinho na loja e vindo nao sei de onde lá apareceu um senhor mais velho que falava português e lá me deu o troco em condições.

A minha saga de más experiências com chineses teve o seu segundo episódio hoje de manhã no metro. Vinha eu a tentar dormir um bocadinho e dois chinesinhos a falar em altos berros.. Às 8h da manhã não tenho paciência para muita coisa, mas para ouvir uma conversa em chinês, decididamente não tenho paciência nenhuma...

Sem comentários:

Enviar um comentário