quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Não preciso que seja Natal para me lembrar de ti.. Nem tão pouco de ir ao cemitério.. A mãe diz que levo a minha vidinha do costume, sem me lembrar de ti, mas não é verdade. Lembro-me de ti todos os dias, nas mais pequenas coisas e nem preciso de olhar para fotografias ou coisa que o valha. Canto todos os dias, sim, rio-me e assobio por tudo e por nada, sim.. Mas isso não significa que não me lembre de ti. Caraças, se fosse preciso olhava-me ao espelho e via os teus olhos nos meus. Mas também não é, porque não preciso de nada para me lembrar de ti.. Simplesmente lembro-me, simplesmente moras no meu coração...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Para ti...

Tenho-te como a minha melhor amiga, mas na verdade és mais do que isso! És a minha família, és o meu porto seguro, és o meu "eu" noutro corpo. És a pessoa que melhor me conhece e mesmo conhecendo os meus defeitos (que não são poucos), mesmo conhecendo o meu mau feitio, estás na minha vida há mais de 20 anos! Já viste? Conseguimos sobreviver juntas mais tempo do que muitos casais nos seus casamentos :) E temos as duas pancadas tão grandes que nem é bom pensar lol mas a verdade é que até nos nossos piores dias, somos a companhia uma da outra, somos o apoio uma da outra. E eu orgulho-me de ter na minha vida uma pessoa como tu: uma lutadora que não desiste de nada até ter dado tudo de si! és uma grande mulher, com muito valor e vou estar sempre aqui para te lembrar disso.. Porque há situações, porque há pessoas que te poderão fazer sentir menos do que aquilo que realmente és e eu não vou deixar que te esqueças do teu valor!
Contigo aprendi que a distância é uma coisa completamente ultrapassável. As pessoas que se afastam, fazem-no porque querem ou porque deixam outras coisas interferirem como a distância a quem tantas vezes serve de desculpa. Sinto-te tão próxima de mim que era capaz de jurar que estás aqui ao meu lado :)
Tenho pena, muita mesmo, de não poder estar aí no teu dia de aniversário. Se pudesse fazia como tu: apanhava um avião e aparecia de surpresa, mas não posso :( Mas não te esqueças nunca que podes não me ver, mas se fechares os olhos estou consegues sentir-me mesmo aí ao teu lado :)

Parabéns Amiga :)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Custa não custa?

"Nao volto a fazer prioridade quem faz de mim opção!"
Está frase está escarrapachada no FB de uma pessoa com quem me envolvi há uns anos. Éramos amigos ou achava eu que éramos, adiante.. éramos amigos, as coisas começaram a ficar sérias e se ao principio eu não me deixava iludir e queria levar as coisas com muita calma para não sair magoada, depois de uns meses andava de cabeça nas nuvens. Até que num belo dia se afastou, assim de repente e sem dizer nada.. Quando finalmente disse alguma coisa, disse que não podia estar mais comigo porque andava a sonhar com a ex-namorada! Depois de recuperar da estalada, disse-lhe que podia contar comigo como amiga porque no fundo era isso que éramos. Uns tempos depois soube que estava com uns problemas familiares e tentei ajudar... Disse que não precisava de nada! Depois de várias sms sem resposta e de alguns convites recusados para sair, desisti de lhe dizer alguma coisa.. Até que há uns tempos se lembra e diz que tem saudades de estar comigo. Digo-lhe que no fim de semana a seguir vou estar com uns amigos no bar X e eis que me surpreende com o básico "oh mas tenho saudades de estar contigo a sós".. Yeah right!!!
E agora tem esta frase bonita no FB... E eu, bem eu até posso estar a ser a pior pessoa do mundo neste momento, mas apetece-me comentar o estado dele e dizer "what goes around comes around"!!!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A falta de civismo chateia-me!

Hoje vinha a dormir no metro.. Acordei 4 paragens antes da minha e mal abri os olhos vi uma mulher com uma criança ao colo de pé. Levantei-me e disse-lhe para se sentar... Ela sorriu e disse à filha "diz obrigada à menina", ao mesmo tempo que se sentava. A menina disse "obigada minina" e sorriu. A senhora acrescentou "Vinha a dormir tão descansada, não sei como consegue". Eu pensei nas figuras que faço no metro, mas, mais importante, a tentar adivinhar há quanto tempo vinha ela de pé com a miúda ao colo. Só lhe consegui dizer para  que me acordasse da próxima vez que entrasse no metro e ninguém lhe cedesse o lugar...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Um bocadinho de mim...

Não me habituo a despedir-me da minha melhor amiga. Por muito que repita a mim própria que é pouco tempo, que três meses passam a voar e que falamos muitas vezes, não adianta! Custa-me... Custa-me tanto agora como há três anos atrás e continuo a chorar o caminho todo para casa!
Ela sabe que fica comigo, bem dentro deste meu coraçãozinho apertado.. E um bocadinho de mim vai com ela para longe! É assim que estamos sempre juntas...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Se o Natal não me parece lá muito animador, a passagem de ano não me cheira que vá ser muito melhor.. Hoje perguntaram-me o que ia fazer e eu respondi "nada"..
Festa organizada por um casal onde só vão casais? Hum.. nooot!
Jantar numa quinta toda xpto com dois casais? Hum.. nooot!
Ir ter com um casal depois da meia noite? Hum.. nooot! 
Acho que o plano será mesmo enrolar-me numa mantinha, ver filmes e empanturrar-me de sonhos e pinhões!!! 

2012

Li, já não sei onde, que há quem defenda que o mundo acaba em 2012!
Ora.. James Morrison em Março, folar para três afilhados em Abril, Coldplay em Maio, duas comunhões em Junho (uma é de um afilhado), um casamento em Julho e outro em Outubro!!! Se o mundo acaba ou nao, não sei.. Mas que as minhas economias acabam.. isso de certeza!!!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Tem mesmo de ser Natal?

Adoro o Natal!! Não a azáfama dos shoppings  nem a enchente de Popotas e Leopoldinas (se bem que continuo a achara  Leopoldina bem mais normal do que a outra), mas aquela coisa de reunir toda a gente e ver  só sorrisos na noite de consoada.. Gosto de sair de casa à tarde para desejar pessoalmente feliz natal às pessoas com quem não vou estar na consoada e entrar em casa e sentir aquele cheirinho a canela das rabanadas e dos bolinhos de cenoura..
Este ano não estou com espírito natalício... Muito pelo contrário! Vai ser o primeiro Natal sem o meu pai e sei que não vai ser a mesma coisa.. Sei que a dada a altura a minha mãe vai começar a chorar e eu chorarei com ela.. Sei que a dada altura alguém dirá o nome de cada um de nós para entregar o presente (pronto, não o meu que há já alguns anos que não recebo nada) e o dele não constará... Sei que a dada altura me vou lembrar dele a resmungar comigo por lhe ter oferecido qualquer coisa que ele não gostava muito.. Enfim.. Tem mesmo de ser  Natal?

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A minha família do coração!

Os meus amigos não são só meus amigos. Não! São a minha família do coração, aquela que não tem o mesmo sangue que eu, mas que está ligada a mim pelo coração.. Para mim um amigo é para a vida e faço o que puder, no limite das minhas forças se for preciso, para os ver a todos bem! O meu mundinho só faz sentido se tiver os meus amigos por perto. Não queria festejar o meu aniversário, já tinha falado sobre isso, mas festejei e ainda bem que festejei!! Que bem me senti rodeada dos que me são mais próximos :) Faltavam algumas pessoas que estão emigradas, mas mesmo assim e graças ao bendito roaming, pude falar com elas!! Senti-me "peixinho na água" confesso! Para onde quer que olhasse via sorrisos e eu própria sorria por ver toda a gente sorrir :)
Dos meus amigos, e de toda a gente diga-se, do mundo "real", apenas dois sabem da existência deste blog. Ela porque sabe tudo da minha vida já que é a melhor amiga que alguém pode ter, ele porque foi precisamente através do blog que o conheci e que me ajudou imenso na fase pior da minha vida.. A vocês os dois, que finalmente consegui juntar :), obrigada! Pela presença, mas, e principalmente, por me deixarem fazer parte das vossas vidas!!!!


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Já me safei!

A maldição dos 27 a mim já não me apanha!!! Há 28 anos atrás a minha minha mãe recebia-me nos braços e dizia ao mundo "ai que a minha filha é tão feia"!!!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Only have one life to live!!


Um atrás do outro

Os anos passam.. Um atrás do outro.. Impiedosamente.. Rugas, experiências de vida, alegrias, tristezas, surpresas, desilusões, tudo vai acontecendo ao longo dos anos e, em maior ou menor grau, se reflecte em nós, na nossa forma de estar e ver a vida. Estou quase a fazer 28 anos e já tinha dito que não queria festejar. Tive um ano mau e andava demasiado centrada na minha tristeza quando alguém me disse sem papas na língua "Voltas a dizer que não tens motivos para festejar e apanhas dois estaladões bem assentes". E eu pensei.. Não era a vida que eu esperava ter aos 28? Não, sem dúvida.. Mas é a que tenho! Sexta feira lá estarei.. a festejar e com 28 anos!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Burrice ou teimosia?

Hoje perguntaram-me o que aconteceu para te teres afastado de mim.. "Não sei" foi a minha resposta! Continuo sem perceber o que foi que eu fiz ou não fiz, o que foi que eu disse ou deixei por dizer para que as coisas ficassem assim! Continuo a querer falar contigo, a querer perceber, mas tu não arranjas 5 minutos para mim. Há coisas que não dependem só de mim, sei disso! E também sei que continuas a não pensar um segundo em mim, porque se o fizesses irias perceber que eu tenho respeitado as tuas decisões por muito que elas me custem.. Por burrice ou teimosia continuo a pensar primeiro em ti..

Indiferença

"Não há nada mais duro do que a suavidade da indiferença."
Juan Montalvo

(E quando a indiferença vem de pessoas que tinha como muito próximas, ganha uma dimensão descomunal...)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Estar feliz ou ser feliz?

Eu quero ser feliz!
Já me perguntaram o que quero de prenda no meu dia de aniversário e esta foi a minha resposta "Ser feliz"..
Quero respirar felicidade, quero transpirar alegria e sorrisos! Quero estar feliz até sentir que sou feliz..sem dúvidas, sem sombras!

(Se não tiver isto no aniversário posso sempre esperar pelo Natal..)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

One life..

If I knew yesterday what I know today
Where would I be tomorrow
I won’t let my soul slide away
I’d do whatever it takes
Coz this time’s only borrowed

I got one life, one life, one life
And I’m gonna live it
I got one life, one life, one life
And I’m gonna live it right

 Ando viciadinha nesta música do James Morrison!! Hei-de cantá-la até que a voz me doa no Coliseu do Porto! Faz-me pensar nos meses que eu não me dei valor.. Nem a mim nem à minha vida!!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Ai Cristo.. Anda cá baixo ver isto!

No escritório o telemóvel da empresa toca e o boss diz "deixem tocar que deve ser fax"... E a loira sou eu?!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Na farmácia..

Chego, peço o medicamento.. A senhora vai lá dentro e volta com a caixinha.
E diz a minha colega de trabalho "txiii.. vais tomar isso? o meu cão também toma!!"



Olavo Bilac

Depois de tantos dias a apanhar chuva, eis que agora aparecem as consequências. Sinto-me o Olavo Bilac, versão feminina e branquela! A minha voz está sexy e sinto que falo baixo,o que muito agrada à minha colega de trabalho, mas que me faz confusão..

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Começar o dia a rir!

Hoje, dia 9, foi dia de pagamento logo pela manhã. Nos últimos meses é coisinha que não tem acontecido tão cedo e por isso estranhei. Aliás, estranhamos todos, tanto que alguém usou a expressão "o Rei hoje faz anos". Não conhecia a expressão neste contexto e com a minha cara de "inocente" pergunto "Quem? O Elvis?"
Foi a gargalhada geral! Ainda bem que eu sirvo para alegrar os dias desta gente...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Eu e as farmácias... as farmácias e eu!

Já passava das duas da manhã quando estacionei o carro quase à porta de casa, no sítio do costume. Tal como faço sempre, antes de sair do carro abri saco para pegar nas chaves de casa. Ao fazer isso, lembrei-me que não tinha passado na farmácia e que tinha mesmo de o fazer. E pensei de mim para mim "há sempre a farmácia de serviço"! Vai daí, volto a ligar o carro e sigo para o centro da cidade à procura de uma farmácia. Parei na primeira que encontrei. Estava fechada, mas tinha o aviso na porta com o nome da farmácia de serviço. Das 12 ou 13 farmácias que há na cidade, a que estava de serviço naquela noite era a única que eu não conhecia. E volto a pensar de mim para mim "calma! Se é na cidade, dás uma volta e hás-de encontrá-la".. Meia hora depois, já estava a rogar pragas a mim própria pela brilhante ideia e decido ir para casa. Pelo caminho mais rápido, passo ao hospital e faz-se luz nesta cabeça "Nas urgências sabem onde é a farmácia de serviço". Vou à urgência. Espero pelo menos uns dez minutos, mas lá pergunto à senhora onde fica a farmácia de serviço. A antipática e inútil senhora diz que não sabe! Peço-lhe encarecidamente e num tom de voz muito calmo para perguntar a alguém que saiba. Levanta-se da cadeirinha dela e sai. Volta segundos mais tarde e com uma cara de "sim, já me estás a chatear" diz-me que fica perto da igreja próxima do hospital. Respiro fundo, faço a minha cara de "temos pena" e digo-lhe que há duas igrejas perto do hospital. Ela bufa e chama a outra senhora que me explica o sítio certo da bendita farmácia com um sorriso na cara. Agradeço toda sorridente e saio da urgência.
Estaciono mesmo à porta da farmácia. Toco à campainha e espero.. Volto a tocar.. e segundos depois aparece um senhor a bocejar e a coçar os olhos. Acordei-o!! Abre a porta, entro e faço o pedido! Os olhos do senhor esbugalham-se.. Começo a achar que vou ser enxovalhada.. Ele dá-me a caixinha e pergunta com cara de muito poucos amigos "E mais?!?!", ao que eu repondo "É só!".. Os olhos dele quase saltam! Quase a berrar diz-me "Veio à farmácia de serviço a estas horas comprar a pílula????" Respiro fundo, pago e digo-lhe " E o senhor não sabe o que eu passei para vir aqui ter!"


segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Foda-se!

Hoje é um daqueles dias em que se pudesse mandava a entidade patronal a um sítio que eu cá sei!
Foda-se.. é que não há pachorra para tanta indecisão, para tanta lentidão e para tanta palermice!!!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Saudade..

Nunca achei muita piada ao feriado do dia 1 de Novembro! Não preciso que seja feriado um dia para me lembrar das pessoas queridas que já faleceram e todo o "circo" que fazem à volta das flores e dos arranjos e essas coisas todas levam-me sempre a pensar na "comercialização dos feriados".
Ontem, contudo, vivi o feriado de forma diferente. Confesso que não ouvi nada do que o padre disse,já que ao estar ali tanto tempo revivi o funeral quase todo. Imagens que muitas vezes "chutava" para canto, ontem foram impossíveis de mandar embora.. Ainda não consigo falar no meu pai sem chorar, sem pensar no que poderíamos ter sido e não fomos, mas lembro-me muito mais dos bons momentos e das pequenas parvoíces que fazíamos do que dos maus momentos.. E é assim que me vou lembrar sempre dele, todos os dias: a fazer parvoíces!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

" So little time
Try to understand that I'm
Trying to make a move just to stay in the game
I try to stay awake and remember my name
But everybody's changing
And I don't feel the sam"
(Keane - Everybody's  Changing)

Hoje é um daqueles dias em que sinto que a minha vida não avança... Olho para os outros e vejo que seguem as suas vidinhas! "Tu também", muitos dirão.. Mas a verdade é que sinto que não avanço...

Chuva

Adoro chuva.. a sério! Mas daquela miudinha, que me deixa com os caracóis todos melosos, mas que me lava as ideias.. Adoro caminhar debaixo dessa chuva e não me importo rigorosamente nada que as pessoas olhem para mim com aquela cara de "deve ser tolinha"..  O que detesto, assim detestar ao ponto de ter de contar mentalmente até 10 para não dizer uma carrada de palavrões é apanhar um molha descomunal de manhã e ter de secar a roupa no corpo no meu local de trabalho! E pior do que isso é apanhar outra molha ao fim do dia, quando finalmente o raio da roupa já estava seca.. E pior do que isso, mas mesmo mesmo mesmo pior é acontecer a mesma coisa 3 dias consecutivos!!! Já não aguento mais chuva....

(se não ficar doente esta semana, dificilmente fico de cama este Inverno)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

E atinar não?

Porra lá para este tempo!!!
Saio de casa antes das 8h da matina com um nevoeiro tão denso que não vejo um palmo à frente.. Chego ao Porto com o Sol a brilhar! Saio de casa vestida com roupa de "Outono" e "tá-se" bem... Mais lá para o final da manhã começa a aquecer e passo a tarde a desejar ter trazido outra roupa.. Vou para casa no final do dia e no metro está um gelo que parece Inverno.. Chego a casa e já a noite caiu e penso que afinal a camisolita com manga fez jeito!
Como é que é suposto eu atinar o Tico e o Teco aqui dentro, se até o tempo anda descontrolado?!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mais uma despedida

Podia seguir a carreira de carpideira profissional.. Mais uma vez repeti vezes sem conta de mim para mim que não ia chorar e que daqui a umas semanas estão de volta. Na teoria não podia ser mais perfeito.. Na prática, bem na prática foi mais uma  despedida chorosa e sem conseguir articular duas frases completas...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Tou-te a ver d'óculos!!!

Não percebo as pessoas que andam de óculos de sol em espaços fechados e cheios de luz. Ainda há pouco estava uma gaja no café cheia de estilo e cheia de mania.. e de óculos!
Faz-me pensar o que esconderá debaixo dos óculos..
Hipótese A: umas olheiras do tamanho do mundo
Hipótese B: colocou botox à pouco tempo e ainda tá toda inchada
Hipótese C: andou à porrada com a  vizinha da frente

Não ponho a hipótese de querer dar uma de "jet set" porque "jet set" que é "jet set" não come uma sandes de panado sem um guardanapo...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Um pequeno passinho...

E o que é que eu mudei na minha vida? ora assim de repente... o percurso do metro até ao local de trabalho!!! Eu sei.. é triste! Mas tenho de começar por algum lado.. Um pequeno passo (minúsculo vá) hoje, um grande passo na minha vida!!!

Ah! Também não adormeci no metro! E isso sim, é digno de registo!!!!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Mudanças

Este blog reflecte o meu estado de espírito.. está sempre a mudar! Hoje não me vou entregar à rotina.. Vou, tenho e preciso de fazer qualquer coisa diferente porque se continuo nesta pasmaceira ainda vou parar ao Conde Ferreira.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Expectativas

Depois de me atirar à cara que devia ser muito esquisita com os homens, perguntou-me qual o meu "tipo" de gajo. Respondi que não tenho "tipo" nenhum e mais uma vez levei com o epíteto de "esquisita". Depois perguntou-me qual o gajo que achava lindo de cair para o lado e que nem pensasse em dizer que não havia nenhum por toda a gente tem um actor ou cantor ou algo de género que ache uma brasa. Respondi que na minha humilde opinião o Baía é lindo. Respondeu-me que o conhecia e que se quisesse mo apresentava. Respondi que não e tive de explicar porquê.. É que na minha cabeça o VB é lindo, fantástico e maravilhoso e nada pode estagar isso. Se o conhecesse o mais certo seria ele abrir a boca e arruinar esta imagem. É  que  ter as expectativas muito altas em relação a um gajo acaba sempre numa desilusão ainda maior.. E para desilusões já chega as que tenho. O VB continuará perfeitinho na minha cabeça...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

É coisinha para me afectar

Depois de um feriado (em que saí da cama quase ao meio-dia), acordar às 7h da manhã e ter de vir trabalhar.. Mata-me!
É como ter duas segundas feiras na mesma semana!!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Só a mim..

Não gosto dos parque de estacionamento de shoppings.. Normalmente deixo o carro sempre no parque exterior, até no shopping onde vou mais vezes e que já conheço de trás para a frente.. Há dias fui ao cinema noutro shopping e pus em prática a minha brilhante teoria: se deixar o carro cá fora, é mais fácil para sair! Não podia estar mais enganada :/

Eram quase 3h da manhã e andava eu a contornar o shopping para ir para o carro! A culpa não foi só minha.. Já estava a chegar à porta que dá para o parque exterior quando o segurança me diz que tenho de voltar para trás e descer até ao piso -1 porque aquela porta estava fechada. Perguntei como ia ter ao carro depois de estar no Piso -1, ao que ele responde que tenho de atravessar o parque inteiro depois de virar à esquerda (mas apontou para a direita) à saída do elevador.. Só quando saí do elevador é que me apercebi que aquilo ia correr mal.. O parque não tinha placas, não sabia se seguia para a esquerda que o segurança disse ou para a direita que apontou.. Só sabia que tinha de atravessar o parque :/ Acabei por sair exactamente no lado oposto onde estava o carro.. Só a mim!!!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Não queira acreditar...

-"Enviaste algum mail hoje?"
-" Sim, de manhã."
-" Então chega aqui, o postmaster respondeu-te"

Ist não é ficção. Aconteceu mesmo. Foi a conversa entre os meus patrões.
E o momento "gargalhada" do dia.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

The show must go on

Sozinha, na solidão do meu quarto, espero que o sono me chegue.. Enquanto não vem, penso em tudo e em nada ao mesmo tempo. Sinto-me invadida pelas saudades, pela tristeza e choro.. Choro até adormecer e sonho.. Tenho pesadelos e acordo com dores no corpo todo como se um camião me tivesse atropelado...
Mas é de manhã e não posso ficar na cama.. The show must go on!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

A minha vida dava um filme

Se a minha vidinha fosse um filme, estava naquela fase onde alguém dava duas chapadolas bem assentes à protagonista e lhe gritava alto e bom som "ACORDA CARALHO" (seria um filme da inbicta,sim)...

Mas como não é,não há chapadas nem berros.. Mas o alerta está lá! e ainda bem que está.. Obrigada :)

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

...

"These wounds won't seem to heal
This pain is just too real
There's just too much that time cannot erase"

(porque será que quando estou meia deprimida, teio em ouvir músicas mais deprimentes?"

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Choninhas

"Posso-te dar um beijo?"
Eh pah... gajo que é gajo beija logo! Pode levar um valente estaladão, daqueles de deixar os dedos marcados na bochecha direita, mas arrisca.. à homem!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Despedidas...

Odeio-as!!!
Odeio ter de dizer "adeus" às pessoas de quem mais gosto.. Odeio dizer (aos outros e a mim própria) que não vou chorar e depois não conseguir segurar as lágrimas.. Odeio aquele abraço por saber que vou ficar imenso tempo sem abraçar outra vez, mas ao mesmo tempo preciso dele desesperadamente para que a sensação de "pertencer ali" não se desvaneça tão rápido...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Aeroportos

Ando há uns dias a pensar nisto: será que posso "medir" a falta que faço às pessoas, nomeadamente família, pela forma como somos recebidos quando chegamos de viagem?
Ok fui de férias.. Não fui para o Ultramar nem para a Guerra do Iraque!
Ok correu tudo bem... Não fui apanhada no meio de um furacão ou de um tsunami!
Mas é tão triste chegarmos e vermos aquele mar de gente à espera de alguém à porta e não termos ninguém à nossa espera.. Aqueles sorrisos rasgados mal vêm a pessoa a sair da porta.. Os acenos calorosos.. Os pequenos gritos do "Aqui!! tamos aqui""... E nada daquilo era para mim... Nada!! Não tinha ninguém à minha espera.. é triste!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Saudades 04

Esta noite sonhei com o meu pai.. De manhã tive de ir ver ao quarto se ele lá estava!
Nunca pensei dizer isto, mas até das discussões tenho saudades..

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Como nos filmes...

Dar uma grande volta à minha vida.. apaixonar-me por um tipo decente.. ser correspondida nesse tal amor por esse tal tipo decente... e ter um happy end! Tal como nos filmes...

(tenho para mim que a minha vida é do género to be continued..)

Saudades 03

Saudades de cantar contigo como se não houvesse amanha e desatarmos a rir quando percebiamos as cenas que estavamos a fazer :)

(Longe mas sempre presente amiga**)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Pequenas coisas que fazem toda a diferença 01

Acordar e ter uma mensagem de Bom Dia no ambiente de trabalho do computador deixada pela melhor amiga que saiu cedo para ir trabalhar!!!

De volta...

... à rotina.
... à solidão do costume.
... ao sentimento de não pertencer a lado nenhum.
... ao vazio do meu quarto.
... à falta de abraços e de carinho.
... às saudades.


domingo, 21 de agosto de 2011

WTF?!?

Não gosto e não costumo ficar pasmada a olhar para alguém!
Se for gajo pensa logo que estou a olhar porque é bom todos os dias (nunca que tem um macaco no nariz por exemplo) e se for gaja pensa que estou a morrer de inveja da roupa dela (ainda que seja a t-shirt mais horrenda que eu já tenha visto).. Mas há situações que por mais que eu tente, e juro que fiz todos os esforços, não consigo não olhar e pensar de mim para mim "what tha fuck is wrong with you?"
Ver uma gaja, na casa dos 30, na caixa de uma loja de roupa com uma sovaqueira mais cabeluda do que o Marco Paulo há uns anos atrás é coisinha pa me fazer olhar incredulamente para a sujeita e nem sequer me preocupar com o que ela pode pensar de mim... É que o meu Tico e o meu Teco ficam tão parvos que já não atinam para mais nada!!!


(e eu que pensava que  na Suiça era só gente fashion :/)

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Férias!!

Finalmente.. duas semaninhas de férias, para descansar, para me divertir, para não pensar em responsabilidades nem horários e nem despertadores!

Estou na cidade de Lugano, na Suiça, junto de pessoas que eu adoro e que me adoram também!! E é tão bom sentir o miminho... 


quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A mim o Amor é uma cena que não me assiste..

Fui convidada para o casamento de um grande amigo!
Fiquei muito contente, primeiro por ele, por o saber feliz e tão certo do sentimento que os une (a ele à noiva) ao ponto de o levar (ele que não acredita nessas coisas) a querer dizer o "sim" pela Igreja, e depois por mim, por saber que mesmo algo afastados, continuo a ser importante para ele, ao ponto de me querer presente num dia que espero que se seja um dos mais felizes da vida dele.

Durante toda a conversa sobre o casamento, perguntou-me como andava eu de amores. Respondi com a frase mais mediática do momento, adaptando-a claro, "A mim o Amor é uma cena que não me assiste". Ele riu-se! E eu fiquei a pensar nisso.. Apesar de levar a coisa com humor, a verdade é que o Amor foge de mim e da minha vida como um vampiro foge do sol.. Ou então sou eu que o assusto, não sei! Começo a cansar-me de "quase-relações", onde ao princípio é tudo muito bonito, mas passadas poucas semanas me dizem que "precisamos de falar" ou que "nesta altura da minha vida, o que te posso dar é isto" ou ainda (e esta é tão boa que vou ensiná-la aos meus filhos) "não posso estar contigo porque ando a sonhar com a minha ex-namorada"...




segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Guardar o que é bom de guardar...

Saber quem tenho sempre comigo.. no matter what!
Saber a quem faço realmente falta... independentemente a distância!
Sentir-me próxima...mesmo noutra cidade ou país!!
Isto é importante!!

Assim como saber quando parar de me massacrar com a falta de respostas às minhas perguntas! Guardo o que é bom de guardar aqui dentro..
E espero por mais coisas boas..


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Respira

" (...) Nada vale mais a pena do que ser, nada vale a mais a pena do que respirar. Respirar por respirar. Respira.
Respira a criança que ri. Olha-a nos olhos, sente-lhe o sonho, a esperança, o futuro. Sente, nela, que vale a pena continuar, que vale a pena tudo o resto para que algo assim te caia nas mãos – para que algo assim te caia nos olhos.
Respira a chuva que cai, o sol que aquece, o vento que empurra. Respira o cheiro da terra húmida, a imponência da árvore erguida, a magia das asas de um pássaro. Respira – para saberes que vale a pena continuar.

Respira o sabor de um beijo, o toque de um afago, o som de um arfar. Respira a mão de fogo de quem te ama, o suor em êxtase de quem te chama. E o abraço que não passa, e as palavras que te embraçam, e os olhares que te apertam. Respira – para saberes que vale a pena continuar.

Respira ainda quem tens contigo, quem te quer, quem te cuida, quem te acompanha. Respira também quem não tens contigo, quem gostavas de ter contigo e partiu sem nunca deixar de ficar, quem queres e não te quer mas que por existir te faz existir. Respira a tristeza como respiras a felicidade, a saudade como respiras a presença. Respira o que faz parte da tua vida – porque é o que faz parte da tua vida que te faz sentir vivo. Respira – para saberes que vale a pena continuar.

Podia dizer-te que tudo vai ficar melhor, que tudo vai correr bem com esta bosta deste país, com esta merda deste mundo, com este nojo desta sociedade, com este excremento chamado economia. Podia dizer-te que sempre que o Homem esteve em crise ficou melhor Homem, que sempre que o Homem bateu no fundo chegou mais alto. Podia ainda dizer-te que é sob pressão que mais se fala ao coração, que mais se sente a emoção. Podia fazer-te acreditar que acredito que é possível dar a volta, que é possível mudar a sorte – porque a sorte, por sorte todos o sabemos, não é mais do que a competência de quem gere o destino. Podia fazer mil e uma coisas, dar-te mil e um conselhos, mil e uma palmadinhas nas costas. Mas não: prefiro dizer-te, como te disse, para respirares. Para sentires o que tens e o que não tens como provas indubitáveis de que tens tudo aquilo de que precisas. Porque, no fundo, tudo aquilo de que precisas é um corpo para respirar e um mundo para viver. Pode ser uma merda, pode não valer a ponta de um corno. Mas é o mundo: o teu mundo. Aproveita-o. E respira. Até que te falte a respiração."

Pedro Chagas Freitas (http://pedrochagasfreitas.blogspot.com)

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Coisas boas

Preciso de coisas boas na minha vida.. urgentemente!
Foi esta a conclusão a que cheguei ontem depois de não sei quantas horas de conversa (perdi a noção do tempo) com a minha super amiga chegada de viagem.. Podia muito bem ter resumido 7 meses da minha vida em três palavras: morte, desilusão e sofrimento!

É pedir muito que me aconteçam coisas boas?!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

There's no place like "home"

O motivo pelo qual home está entre aspas no título é muito simples: em minha casa nunca me senti "em casa".
Fui sempre sou a "ovelha negra", o patinho feio lá do sítio que por muito que se esforce não consegue fazer nada bem feito..  Por essa razão,  sempre dei muita importância à amizade. Os meus amigos sempre foram a minha família do coração. Há uma que me acompanha desde os 5 anos e é com ela que me sinto "em casa". Por muito longe que estejamos uma da outra, sabemos que somos o porto seguro uma da outra.. Hoje volto a ter o meu porto seguro comigo!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

"E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vistes ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio, e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar."
 
Susanna Tamaro "Vai Aonde Te Leva o Coração"

terça-feira, 26 de julho de 2011

Cor de rosa

Tenho umas unhas que não desenvolvem.. Bem que as encho de verniz endurecedor, mas elas, mais teimosas do que eu, teimam em partir-se todas. Há uns tempos tinha o hábito de as roer.. consegui parar a muito custo! Agora é so as "peles".. é feio, eu sei... Mas é mais forte do que eu!!!
Mas ontem perdi a cabeça!! Pintei-as de cor de rosa assim a fugir para a o berrante.. é a loucura!!

Não me vejo com isto muito tempo, até porque a trabalhar só vejo o cor de rosa a mexer... Mas valeu a pena ouvir a minha sobrinha linda a dizer que quer pintar as unhas como a tia! Acabar o dia com o sorriso lindo dela e ouvi-la dizer que quer ser como a tia quando for grande é tão bom :)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Hoje não me recomendo *

Obrigada por me fazerem sentir uma merda!
A minha (já de si pouca) auto-estima agradece estas pequenas demonstrações calorosas de desprezo e indiferença... Já não bastava ser assim na vida pessoal e agr eis que profissionalmente também conseguem que me sinta mais pequenina que uma formiga.. Há dias em que sinto que realmente não ando aqui a fazer nada e que se desaparecesse ninguém sentiria falta.. Hoje é um desses dias!!

*como se algum dia o fizesse!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Não é defeito.. É feitio!

Cresci num ambiente familiar problemático.. As discussões e a violência doméstica foram uma constante durante muito anos! Mas isso não fez da minha infância uma infância infeliz.. não! Apenas me moldou para o resto da vida...
Lembro-me de na 4º classe a professora ter chamado a minha mãe à escola. Ao contrário da minha irmã uns anos antes, eu não deixava que as coisas em casa me atrapalhassem nos estudos. Era boa aluna e, mais importante, gostava da escola. Lá estava bem, sem discussões e nunca falava do que passava em casa porque não queira falar no assunto.
Outra vez, no 6º ano, uma professora apanhou-me a chorar no intervalo. Foi a única que um professor me viu chorar e isso só aconteceu porque realmente não consegui conter o choro quando me gozaram pela forma como estava vestida. Contei-lhe que estava com aquela roupa porque não tinha outra, porque tinhamos fugido de casa a meio da noite em pijama e aquilo foi o que se arranjou. Tive de contar a história toda e na aula seguinte estava sentadinha a contar ao director de turma o historial familiar. Não queria que tivesse pena de mim e nao queria ser conhecida como "a menina que nao tem roupa".
Desde essa altura que aprendi a viver a vida com um sorriso na cara, independentemente do que se passava comigo ou em minha casa. Era mais fácil..
Continuo a fazê-lo! O que me vai na alma poucas pessoas o sabem e eu só o digo a pessoas em quem sinto que posso confiar e que não vão ter pena de mim.. Não se trata de não mostar quem sou.. Mostro apenas uma parte de mim..

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Fodasse

Magoaste-me.. Chegaste, atiraste algumas migalhas da tua atenção e eu apanhei cada uma delas com o mesmo carinho e a mesma ternura de sempre! Sentir-te mais perto de mais faz-me bem e agarrei-me a isso como se a minha vida dependesse única e exclusivamente de ti. Naquele momento não queria saber de mais nada.. A desilusão, a dor, o sofrimento abandonaram-me e a sensação de estar no sítio certo, a sensação de pertencer "ali" ocupou todo o meu ser! Por segundos senti-me perfeita, senti-me bem comigo e com o mundo! E depois.. depois a dor voltou e com mais força.. Magoaste-me!!! Mais uma vez és tu, o que tu pensas, o que tu supões, o que tu prevês que importa.. Eu? Eu vou apanhando as migalhas e engolindo-as não a seco, mas com as lágrimas que que teimam em aparecer...

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Hank Moody

É o único Moody que eu gosto de ver e de ouvir falar!!!

(e tou tão farta dos outros Moody's.. dasse!)

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Young at heart

Ontem aprendi uma liçao de vida!
Perdida entre a preguicite e a solidão  que se abatem sobre mim ao domingo, descobri um documentário na RTP2 sobre um coro chamado Young at Heart. Um grupo de pessoas que se juntam para cantar músicas punk e rock'n roll, mas, mais do que isso, um grupo de pessoas que se junta para viver.. Aquando da gravaçao do documentário (que data de 2006), o elemento mais velho tinha 92 anos e uma alegria de viver invejável.. Aliás, todos eles!!! O brilho no olhar, o sorriso quando lhes perguntavam o que significava para eles fazer parte do grupo é qualquer coisa de inexplicável...Fiquei mpressionada pela coragem, pela capacidade de aos 80 e tal anos cantar "I Feel Good" com um sorriso estampado na cara, pela força de subir ao palco mesmo depois de receberam a noticia da morte de um dos elementos porque "ele quereria que cantassemos"..
Ri... chorei... cantei.. e voltei a rir porque fui e sou incapaz de ficar indiferente a estas forças da natureza! Senti-me inspirada por estas pessoas que dizem que já viveram uma vida e que a morte não lhes mete medo, mas que vão continuar a viver até ao último segundo em grande e a fazer o que gostam...

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Chuva miudinha

Adoro andar sob esta chuva miudinha... Não sei exlplicar porquê, mas adoro!
É como se me estivessem a passar a mão pelo cabelo como que a dizer para não me preocupar..

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Ser inteira

"Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."


[Fernando Pessoa, pois claro]


Acho que só sei ser assim...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Fernando Pessoa

Uma das coisas que me fascina no Fernando Pessoa é a capacidade que tem de "ser várias pessoas".
Há alturas em que sinto que tenho cá dentro outras "eus".. São diferentes pensamentos, diferentes sentimentos, muitas vezes completamente distintos.
Por exemplo, sei que não me queres na tua vida, sei que passaram três meses em que a indiferença foi o tom predominante e sei que o melhor que tenho a fazer é aceitar que, para ti, eu sou passado... Mas também sei que não possível ter sido tudo uma grande mentira, também sei que não podes estar a falar a sério quando dizes que não preciso de ti...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Seguro

Há uns tempos li um livro. Desse livro houve uma coisa que me marcou: Não podemos encarar as coisas boas que fazemos como um seguro, como uma espécie de crédito que temos caso façamos algo de menos bom mais tarde.
Na altura li isto e e pensei que não era bem assim.. Pensamos sempre que "nao é bem assim" ou que "é impossivel fazer isto", porque só acontece nos livros ou nos filmes.. A nós não! Na vida real as amizades, os amores, as relações são reais e, por sí só, diferentes do mundo da ficção.

Hoje vejo essa frase com outros olhos. Não encaro o bem que faço às outras pessoas, principalmente às pessoas que me são muito próximas, como um seguro. Não! Faço porque quero, porque sou assim.. E não espero que continuem na minha vida por acharem que me devem alguma coisa, que têm de me pagar o bem que lhes fiz.. Não! Nada disso! Espero que continuem na minha vida porque gostam de mim, porque querem fazer parte dela, porque sou importante...

terça-feira, 28 de junho de 2011

Saudades 02

"Espero que gostes! Para o ano não te dou nada"
Disse isto ao meu pai no ano passado, no dia do aniversário dele. Nunca me oferecia nada no meu aniversário.. Eu ficava triste, mas como faço anos em Dezembro o pensamento seguinte era "no Natal dá-me uma prenda melhor". Mas o Natal chegava e eu continuava sem receber nada.. Ficava triste e dizia a mim mesma que nunca mais lhe ia oferecer nada também! E no ano passado, no dia de aniversário dele a 26 de Junho, decidi dizer-lhe na cara que não lhe dava nada este ano.

O meu pai morreu este ano, em Janeiro.. No fim de semana passado fazia 58 anos e eu queria ter-lhe dado alguma coisa...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Será?

"One of the things that my parents have taught me is never listen to other people's expectations. You should live your own life and live up to your own expectations, and those are the only things I really care about." Tiger Woods

Isto foi antes ou depois dos escandalos sexuais hum?

quarta-feira, 22 de junho de 2011

E foi rir até me doer a barriga..

"Enquanto uns fodem-se a trabalhar, outros coçam até fazer ferida"

E é com esta frase brilhante que entro (tá quase, quase, quase) em fim de semana xxl :)

terça-feira, 21 de junho de 2011

Cadeira de Sonho

Hoje estou desiludida, futebolisticamente falando!
.. Ah e tal venham ao estádio apoiar a equipa. Eu sei o que é estar no lugar de adepto..
... Ah e tal sou portista desde pequenino e estou a viver o meu sonho...
... Ah e tal mostrem o vosso amor ao clube ..
... Ah e tal estou sentado na minha cadeira de sonho...

Que desilusão!
Ainda no fim de semana "discuti" a saída do Vilas Boas do meu FCP. Dizia eu que não acreditava que saísse agora porque o regresso ao trabalho é ja para a próxima semana e principalmente porque esta época vamos estar na Champions. Com a equipa que ele construiu, com  o mérito que toda a gente reconheceu..
Afinal ele nao acredita no projecto que iniciou e abandona o barco na pior altura possivel..
Se isto é amor à camisola, eu sou a Madre Teresa de Calcutá...
Vai, sê muito feliz em Londres e vemo-nos na Champions!!

(como se alguma vez os "bifes" te tratarão tão bem como aqui.. )

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Oh Magoo you did it again

Tinha dito que não ia estar presente quando precisassem de mim, que iam sentir o que eu senti quando precisei de alguém.. Mas ou sou demasiado otária ou demasiado boa pessoa!! A verdade é que atendi a chamada da minha amiga e estive a ouvi-la lamuriar-se porque nao ficou com a vaga de emprego..

sexta-feira, 17 de junho de 2011

"Je ne sais quoi"

Hoje o tema de conversa à hora de almoço foi a diferença de idades entre casais.
Não tenho nada contra, acho que o amor não escolhe idades e quando acontece há que saber vivê-lo. Tudo o resto, idades, filhos, ex-mulheres, famílias contra e afins, é completamente secundário...
Mas a dada altura, estavamos a dissertar sobre o que faz uma mulher ainda na casa dos 20 olhar para cinquentão. Eh pá.. não sei! Só sei que olho por exemplo para o Mourinho e não o acho lindo de morrer, mas tem ali qualquer coisa que nos faz olhar duas vezes (ou as vezes que forem necessárias pronto).. Tem aquele "je ne sais quoi" pronto...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Fodasse

Quando dizemos a alguém que temos como uma das pessoas mais importantes da nossa vida que precisamos de falar, que nos sentimos sozinhas, esperamos que essa pessoa tenha tempo para nós. Especialmente quando essa pessoa diz a toda a gente que eu sou a melhor amiga dela. Mas não.. não só nao teve tempo nesse dia em que lhe pedi ajuda, como nas últimas semanas também não me disse rigorosamente nada.. Mas ontem precisou da minha ajuda e ligou-me!

E fez o seguinte comentário "está tudo bem nao está? no teu facebook é só animação".

Pois claro, agora é suposto ir chorar as mágoas da calçada para o facebook? Ah fodasse!!!

é por estas coisas que ninguém sabe que tenho o blog.. Longe de mim querer que pensem q eu também preciso de apoio de vez em quando.. fodasse!!!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Não há pachorra...

Não tinha nada contra os chineses nem nada a favor (gostar de comida chinsa não conta).. Era assim tipo a "suiça" em relaçao a eles, neutra!
Mas ando a mudar de opinião.. Há uns dias atrás tive uma pequena discussao numa loja, tudo porque se enganaram no troco, contra mim of course. Queriam que pagasse mais 15€ do que aquilo que deveria pagar. Eu bem que tentava fazer-me perceber, mas a chinoca não falava nada de português e eu, peço desculpa, mas também não falo chinês. Chamem inculta, chamem-me burra mesmo, mas estou no meu país e falo a minha língua.. Eles é que estão cá, nem sei se legal ou ilgalmene, e nao se dão ao trabalho de falar portugues. Continuando, a coisa começou a subir de tom. Ela falava muito alto como se isso me ajudasse a perceber o que ela estava a dizer, até que eu, já a berrar também, lhe digo "Olhe fodasse, se não percebe vá buscar quem perceba!"
Começou a gerar-se um burburinho na loja e vindo nao sei de onde lá apareceu um senhor mais velho que falava português e lá me deu o troco em condições.

A minha saga de más experiências com chineses teve o seu segundo episódio hoje de manhã no metro. Vinha eu a tentar dormir um bocadinho e dois chinesinhos a falar em altos berros.. Às 8h da manhã não tenho paciência para muita coisa, mas para ouvir uma conversa em chinês, decididamente não tenho paciência nenhuma...

terça-feira, 14 de junho de 2011

Cruzes

"- Foste tu que comeste a Bia este fim de semana?"

Ouvi isto no metro hoje de manhã a caminho do trabalho.. Tenho-me como uma pessoa moderna e tal e coiso, mas ouvir isto numa conversa entre putos de 14 anitos no máximo fez-me pensar duas vezes...
E fiquei tão parva das ideias que meti os phone e não ouvi a resposta... Sinceramente, até tenho medo da resposta..

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Arms wide open

Eu sou assim.. tenho sempre os meus braços bem abertos, disposta abraçar quem precisar do meu apoio, do meu carinho e da minha companhia. Sou aquela "anjinha" que perde horas de sono para ouvir um amigo ou que pura e simplesmente nao janta porque chegou tarde do trabalho e "aquela amiga" precisa de mim. Sou aquela "gaja fixe" que passa fins de semana a ajudar a fazer trabalhos para a escola ou a fazer mudanças. Sou aquela "crente" que sai discretamente de festas de aniversário para dar apoio "àquela amiga" cujo namorado acabou com ela nem que seja só por 20 minutinhos. Sou aquela "tóina" que esquece tudo o que de mau foi dito por "aquela amiga" porque ela não estava nos melhores dias.
Mas quando sou eu que preciso de um abraço, que preciso de apoio, que preciso de colo.. Parece que todos os "braços" se fecham, parece que ninguém tem tempo.. Parece que eu nao sou importante...

Mas um dia aprendo e estes bracinhos hão-de fechar-se!!!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Selo - III






Estes dois selinhos agradeço e devolvo ao  hug* :)

Selo - II

Regras:
1. Agradeço:
2. O meu chá preferido:
frutos vermelhos, mas os básicos de cidreira e limao são os mais bebidos...
3. Numero de colheres de açúcar que costumo por:
é muito raro por açucar no chá...

4. E os bloggers que podem (e devem) levar este selinho são:
todos os que sigo :)

Selo - I



1. ... Amor.
2. ... sinto que pertenço "ali", seja lá onde o "ali" for
3. ... o mundo.
4. Não consigo escolher só uma... teria de ser um best of com triplo CD...
5. "não faças aos outros aquilo que não queres que te façam a ti"

Ofereço este selo a todos os blogs que estou a seguir :)

Burrice ao cubo

Eu devia escrever "burra" na testa para me lembrar do que sou de cada vez que me olhasse ao espelho..
Tinha prometido a mim mesma que não te ia pedir mais nada, mas, mais uma vez, te perguntei se podiamos ir tomar um café. A resposta foi "Não".. Nada de novo, portanto... Não te vejo desde Março, não arranjas 5 minutinhos do teu tempo para mim, aquela que dizias ser a tua melhor amiga.. Esqueceste-te de me avisar quando deixei de o ser... Já nao te procuro como homem há muito tempo, desde que voltaste para a tua namorada, mas tinhamos prometido que nada iria estragar a nossa amizade... Acabaream-se so lanches, as tardes de conversa, os telefonemas, as sms´s (agora nem às que te mando respondes).. e eu não me conformo! Não me conformo em perder o meu melhor amigo e continuo a convidar-te para tomar café, para lanchar para fazer qq coisa.. já cheguei ao cúmulo de te dizer que vou ter contigo ao trabalho só para te dar um abraço.. Mas a resposta é sempre a mesma "nao"..
E o mais estúpido nisto tudo é que fico a roer-me toda para não te dizer nada dois dias seguidos e mal oconsigo fazer, mas depois ainda me dizes que passo bem sem ti... E eu, burra ao cubo, ainda fico com remorsos de nao te ter dito nada... Aiiiii raios me partam!!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

é isto!!

"O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto."
Fernando Pessoa

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Aparências...

"Não pareces estar muito mal".. Esta frase caiu como uma bomba no meu  mundo! Não sabes o esforço que faço para não chorar durante o dia quando vejo, ouço ou digo alguma coisa que associo a ti ou que me faz lembrar de ti.. Penso em ti e na falta que me fazes a cada minuto que passa, esteja onde estiver tu estás comigo. Tudo o que se passa no facebook, o único sítio onde podes sabes de mim sem falar comigo, nada mais é do que o esforço de não me deixar vencer pela vontade de chorar, que mesmo assim nem sempre é vencida.. E quantas vezes não me limpou já as lágrimas a minha amiga e colega de trabalho A.? Mas isso tu não sabes.. assim como também não sabes que ainda adormeço a chorar todas noites e que muitas vezes acordo a chorar durante a noite.. Que escrevo sms's para te contar a mais pequena parvoice do meu dia, mas que guardo nos rascunhos porque me lembro que não queres falar comigo.. Que faço um esforço descomunal para não te ligar só para ouvir a tua voz.. Isso não sabes, mas não queres saber porque pura e simplesmente nao falas comigo..

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Selinho :)

Confesso que não sei bem o que é, nem há quanto tempo  recebi (acho que tenho mesmo de me dedicar mais à blogosfera :S), mas mais vale tarde do que nunca :)

1. Se fosses uma peça de roupa, o que serias?
hum... é mais um acessório, o meu anel de prata! Já cá anda há uns anos..
2. Se fosses um personagem de bd/ desenhos animados quem serias?
Só uma?? miss piggy :)

3. Se fosses uma praia, qual serias?
uma daquelas com água mt mt quentinha...

4. Se fosses um destino turístico, qual serias?
Qualquer um do Mediterrâneo.. azulinho, bem azulinho!!

5. Se fosses uma cidade, qual serias?
Nova Iorque

6. Se fosses um apresentador de talk-show, quem serias?
hum... não faço ideia, mas alguém com humor

7. Se fosses uma parte do corpo, qual parte serias?
olhos

8. Se fosses um beijo, que tipo de beijo serias?
um beijo doce, mas intenso...

9. Se fosses uma estação do ano, que estação serias?
Outono

10. Se fosses um blog, que blog serias? (Escolhe um blog da tua lista, não vale o teu)
tudo o que em mim não vês (a empatia é "aquela coisa")

terça-feira, 31 de maio de 2011

A "minha" menina...

.. é capaz de me arrancar um sorriso num àpice, sem qualquer dificuldade e sem se esforçar muito! Basta-me vê-la chegar de braços abertos e a esticar-se toda para me dar um beijinho e não há tristeza ou mal que me pegue!! E quando diz que quando for grande quer ser como a tia.. ui.. Faz-me ganhar o dia :)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Decisões

Decidi que não vou voltar a pedir-te que fales comigo.. E digo isto não porque já não quero saber se falas ou não, mas sim porque não aguento mais esperar por uma resposta tua. Olhar para o telemóvel a cada minuto que passa torna a espera ainda mais angustiante..

Decidi que não vou mais dizer que preciso de ti.. E não digo isto porque já não preciso, mas sim porque a tua indiferença me magoa... Quantas vezes me disseste que deveria ter falado contigo, que não devia estar sozinha quando te tinha na minha vida? E agora, agora que mostro o meu lado mais fraco, agora que te digo a chorar que preciso do teu abraço o que é que acontece? Nada....

Decidi que não posso continuar neste marasmo.. A minha vida está de pantanas, mas eu sempre dei a volta por cima. Desta vez está apenas e só a demorar mais tempo. E a explicação é simples: desde que entraste na minha vida, pensava que não teria de enfrentar mais nada sozinha. Baixei a guarda e tu entraste na minha vida ocupando cada buraco, curando cada ferida e iluminando cada sombra.. E eu, eu deixei-me preencher por ti...

segunda-feira, 23 de maio de 2011

segunda-feira, 16 de maio de 2011

I'm in a weak condition..

Hoje não me sais do pensamento.. Acordei a pensar em ti e vais-me fazendo cada vez mais falta a cada segundinho do meu dia! Por muito magoada e desiludida que esteja, sinto-te a falta... A razão vai aceitando, ainda que com muita dificuldade, que já não há lugar para mim na tua vida, mas o coração, esse, não aceita que estejas longe.. E eu não sei mais que fazer para não chorar...

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mal geral

Pelos vistos o meu Tico e o meu Teco não são os únicos a estarem meios atrofiados... aqui o blogger também anda mais do que atrofiado :/ é mal geral, tá visto!!!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Once upon a time...

Há sempre duas versões de uma história.
A Disney habituou-me(nos) ao ponto de vista bonito da coisa, no qual tudo acaba bem com um "happily ever after", depois dos protagonistas enfrentarem uma série de personagens más e desfazerem mal entendidos...   Ultimamente ando a rever filmes vários da colecção e alguns novos que vou descobrindo com a minha sobrinha! E apaixono-me por cada um deles over and over again :) Apesar de saber que não é assim,  que não há fada madrinha ou principes encantados, sou incapaz de não sorrir e de contrariar a minha sobrinha quando diz que quer ir "àquele castelo"..
Mas de volta à realidade sei que há sempre duas versões de uma história. Por muito magoada que eu esteja, só posso contar a minha versão da história.. E eu sei que nessa versão eu sou a protagonista....

terça-feira, 10 de maio de 2011

Boring...

Se há coisinha aborrecida é estar sozinha no local de trabalho quando a última coisa que quero é estar sozinha :/ Quem é que me manda calar quando me dá "os 5 minutos" e começo a cantar como se não houvesse amanhã?!'! Ninguém, pois claro... Abandonada, abandonadaaaaaaaa...

And I think to myself...

What a wonderful word!!!

Foi este o meu pensamento ontem a caminho de casa.. Ia eu no metro, quando me dei ao trabalho de não pensar na minha vidinha e simplesmente olhar lá para fora. E foi então que vi o sol a brilhar com um pedacinho de arco-íris a acompanhá-lo. Uma coisa tão simples e tão linda :)  Fez-me sorrir e fui a viagem toda colada ao vidro a olhar lá para fora e a pensar que por muito mal que eu esteja, o mundo lá fora não pára e coisas maravilhosas acontecem...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

"We all want to grow up. We're desperate to get there. Grab all the opportunities we can to live. We're so busy trying to get out of that mess, we don't think about the fact that it's going to be cold out there. Really freaking cold. Because growing up sometimes means leaving people behind. And by the time we stand on our own two feet, we're standing there alone "
[Grey's Anatomy]

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Bonito!

Bonito, lindo, fantástico, maravilhoso and soi on and soi on :)

Sete anos depois, o meu FCP volta aos palcos de uma final europeia!!!!! Hoje nada me estraga o dia :)

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Tratar de mim..

... é coisa que tenho de fazer amis!
Dizem-me muitas vezes que penso muito mais nos outros do que em mim.. Respondo sempre que para mim, esses "outros", são a  minha família e que po eles faço tudo! é verdade... completa e incontornavelmente verdade! E uma das coisas que me faz estar tão desiludida é sentir que agora que preciso de um ombro amigo, são tão poucos os "ombros" que aparecem...

Pior do que isso só mesmo perguntarem-me "ah e tal já nao tens blog? ia sempre lá para saber de ti e agora aquilo tá ao abandono".. E perguntarem-me não? .. Tenho de tratar de mim...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

"Conhece alguém as fronteiras à sua alma, para que possa dizer - eu sou eu ?" Fernando Pessoa

Até posso nao conhecer, mas hei-de descobrir...

terça-feira, 3 de maio de 2011

Folha em branco

Não quero mais pensar.. nao quero mais sentir.. não quero ter medo!
Quero começar de novo, com os pés assentes na terra e coma  cabeça nas nuvens.. Quero começar uma nova história.. Quero ser uma folha em branco!!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Talvez haja esperança..

.. Para me encontrar!
Fazer uma coisa que me dá muito gozo e que não fazia há muito tempo, fez-me pensar que eu ainda estou algures dentro de mim.. E eis que ali, em pleno Estádio do Dragão, rodeada de desconhecidos, vi o meu antigo "eu", de sorriso estampado na cara e abraçada à senhora desconhecida sentada ao meu lado.. Ali, rodeada de milhares de pessoas, levantei-me sem medo e gritei por tudo, por nada.. Por mim!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Ouvir-te dizer que não falas comigo porque não sabes o que me hás-de dizer foi doloroso... O meu mundo, este mundo novo que descobri contigo, tremeu e as lágrimas foram mais fortes... Nunca parti nada no meu corpo, mas juro-te que senti alguma coisa quebrar-se aqui dentro.. Já te tinha dito que sentia que estavas a afastar-te de mim, não era impressão minha! estavas realmente mais distante, sem tempo para mim, sem paciencia para me aturar triste e deprimida como estava.. Mas tinhamos combinado dizer tudo um ao outro, tinhamos combinado que entre nós nao haveria segredos e nunca fingimos algo que não eramos um com o outro. Por isso não te podia dizer que estava bem, quando na verdade me sentia invisivel, quando me sentia triste e desamparada.. Disse-te que precisava do teu abraço, de te ouvir e de sorrir contigo, porque mesmo à distância eras capaz de me arrancar um sorriso sem o mínimo esforço. Mas deixaste de falar comigo.. Pura e simplesmente, deixaste de responder a sms's, deixaste de tomar a iniciativa de me dizer alguma coisa, deixaste de partilhar comigo a tua vida.. deixaste-me de lado!
E agora cá ando... a tentar juntar os pedaços deste coração, a tentar repor a ordem neste caos que é a minha cabeça.. a tentar recuperar a pessoa que sou..Ou que era, nao sei!

terça-feira, 26 de abril de 2011

De mim para mim...

Nunca acreditei nas previsões dos signos.. Tal como o outro, comigo é mais "prognósticos só no fim do jogo", mas durante o fim de semana (prolongado weeeeeee), e enquanto me dava ao prazer do "dolce fare niente", li duas ou três previsões e a ideia base era..... Período de Introspecção!!! Porreiro pah... era mesmo o que eu precisava, ter a Maya e outros que tais a dizer-me que devia pensar na minha vidinha e em quem me rodeia... é o que eu tenho feito nestes últimos tempos.. Olhar de mim para mim! E nao é facil....

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Inside out

Tenho uma facilidade enorme para chorar... De alegria, de tristeza, de solidão, de felicidade, de desilusão.. Ás mais recentes foram de desilusão... Mais do que saudosista, nesta altura estou desiludida. Aprendi da pior maneira possível que nao posso esperar dos outros aquilo que sou para eles. Porque sei que estive presente sempre que senti que a minha presença (fisica, virtual não importa) era necessária, e nesta altura, quando mais precisava da pessoa amiga que melhor me conhece, estou sozinha.. Disse várias vezes que precisava de conversar, de um abraço, de uma piada para sorrir e o que foi que aconteceu? nada.. um grande e redondo "nada".. Podem dar-me dois pares de estalos agora que, de certeza, nao vão doer tanto como dói a desilusão!

(e nao consigo evitar as lágrimas)

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Saudade 01

Tenho saudades de ti.. do teu toque, do teu abraço, do teu sussurro, do teu sorriso, da tua mão na minha, de percorrer cada milimetro do teu rosto com os meus dedos.. tenho saudades de te sentir perto de mim, tenho saudades de ti, tenho saudades de mim.. tenho saudades de nós!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Saudades

Não percebo como é que não há tradução para isto. Com tantas línguas que para aí andam, umas já mortas outras quase a morrer, como é que mais ninguém tem uma palavra para definir este sentimento? Como é que noutros países se explica a falta que se sente de alguém ou a vontade de querer viver momentos passados outra vez?

Saudade... tenho tantas e de tanta coisa!
Saudades de mim e de me sentir bem comigo mesma, saudades dos amigos que estão longe, saudades de ser pequenina, saudades de me darem colo, saudades de ter como maior preocupação na vida o facto de jogar à bola descalça ou calçar as sapatilhas para nao me magoar.. Ai.. saudades!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Sem chão

O cursor pisca incessantemente a pedir-me para agir e eu não sei o que escrever...Tenho tanto para dizer, tanto para pensar que só me apetece tirar férias e fugir para bem longe.. É possivel tirar férias de mim própria e desligar o cérebro? Simplesmente não pensar.. durante um dia! Já era bom... Descansar de mim, deste "eu" triste que irrita profundamente o meu outro lado. Costumuva ver o copo "meio cheio", agora há dias em que nem o copo vejo e nem quero saber se está cheio ou vazio.. Só quero sentir-me em mim outra vez! Mas o que faço com este turbilhão de sentimentos e de pensamentos que para aqui vai? Sinto-me sem chão..

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Não me sinto em mim

Estar sempre a sorrir (ou pelo menos tentar) é a minha forma de estar na vida. Nunca fui de me lamentar muito e desde pequena aprendi que nao vale a pena choramingar. Há que levantar a cabeça, enfrentar os problemas de frente e seguir com a vida. é o que eu tenho feito ao longo destes anos e é o vou fazer agora. Mas o certo é que custa.. Há coisas com as quais sofremos muito e que nos fazem por em causa muita coisa.. E é nesse ponto em que estou agora: a pensar, a pensar em mim, a pensar na minha vida e a tentar encontrar-me.. Porque não me sinto em mim! E preciso de mim outra vez!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Um blog

Gosto de escrever para mim. Gosto de pôr por escrito aquilo que me vai na alma e no pensamento, que, convém dizer, nem sempre estão de acordo. Gosto de reler o que escrevi passado um tempo e pensar no que já vivi. Gosto de escrever sobre tudo.. E vai ser sobre tudo que vou escrever aqui.